Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Motor que nos levará a Marte em 42 horas foi testado com sucesso?

Falso

Motor que nos levará a Marte em 42 horas foi testado com sucesso?

Cientista russo teria testado com sucesso seu novo motor quântico que poderá nos levar até Marte em apenas 42 horas! Será que isso é verdade?

A notícia apareceu aqui no Brasil no dia 06 de fevereiro de 2015 e afirmava que o cientista russo Vladímir Leónov teria conseguido provar, através de testes, que o seu motor quântico funciona e que um veículo espacial provido desse propulsor quântico poderá levar apenas 42 horas para chegar em Marte!

Será que essa notícia é real?

Motor quântico teria sido testado com sucesso e poderá levar foguetes para Marte em apenas 42 horas! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Motor quântico teria sido testado com sucesso e poderá levar foguetes para Marte em apenas 42 horas! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

 

Verdadeiro ou falso?

Ao tentarmos buscar a origem dessa notícia fantástica, descobrimos que o primeiro site a publicar em português sobre esse fato foi o do canal de TV a cabo History, o mesmo que fala sobre Alienígenas do Passado e outras notícias falsas como, por exemplo, a história do casal que filmou um ser alado na Índia ou o vídeo do carro voador que ia ser lançado na China!

A matéria, postada no dia 06 de fevereiro, foi reproduzida em vários outros sites (igualmente, sem nenhuma credibilidade) e é apenas uma livre tradução do site de língua espanhola RT – que publicou a “notícia” no dia 19 de janeiro (três semanas antes!).

Já o RT, que possui outras diversas matérias tão duvidosas quanto essa, não teve o trabalho de checar nenhuma dessas informações e apenas fez um resumo de uma entrevista do tal cientista, publicada três dias antes no site russo KM.ru. Nem é preciso dizer que o KM não mostrou nenhuma prova do tal motor funcionando, né?

O site RT, pelo menos, explicou que a imagem usada na matéria é apenas ilustrativa (coisa que o History não fez, dando a entender que aquela ilustração poderia vir a ser o tal foguete quântico). A ilustração foi retirada de um site que fornece gratuitamente imagens de papel de parede para desktop de computadores.

Já, o KM.ru, inicia a entrevista com a imagem de um disco voador alimentado por uma bobina de Tesla (chamado na ilustração de “maquina do tempo”), emprestada desse blog. Ou seja, nada a ver com nada de coisa nenhuma!

time-machine-antigravity

Outro problema da reportagem é a falta de dados importantes como, por exemplo, a data e o local onde os testes teriam sido feitos ou qual instituição estaria validando os experimentos.

A pura especulação propagada pela “notícia” fez com que alguns blogs começassem a espalhar que a invenção se trataria de alguma tecnologia alienígena.

Motores quânticos

A notícia de motores especiais e rápidos, que teriam sido inventados na Rússia, são recorrentes na web. Desde 2003, sites de ufologia já alardeavam as proezas espaciais russas no campo da viagem espacial com motores quânticos, mas parece que ainda nenhuma dessas invenções chegou a sair do papel…

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Há muito misticismo em cima da física quântica. O termo “quântico” vem sendo usado por muitos charlatões para tentar designar algo novo, que contraria as leis atuais da termodinâmica e da conservação de energia. É claro que já existe muitas experiências sérias em andamento com relação aos motores quânticos, como o EmDrive, explicado nesse artigo no HypeScience. No entanto, mesmo os testes desse motor estarem sendo conduzidos por engenheiros da NASA, não podemos ficar muito otimistas quanto aos resultados ainda…

Vladímir Leónov

A primeira coisa a fazer quando ler uma notícia desse tipo é tentar descobrir mais a respeito do personagem principal da história. No caso, o “famoso” cientista Vladímir Leónov:

Uma busca por “Vladímir Leónov” retorna matérias e fotos de um corredor de motovelocidade ou sites e blogs que apenas copiaram o artigo do KM.ru. Na Wikipédia em inglês encontramos 3 homônimos: Além do piloto de motocicleta, temos um “Vladimir Leonov” que é jogador de hóquei no gelo e um ciclista. É muito estranho o tão importante cientista (criador da teoria da Superunificação) não possuir nenhuma menção no Wikipédia (nem na versão russa)!

No entanto, apesar de ser muito difícil encontrarmos algo sobre o cientista (que, de acordo com o History, é “famoso” e “respeitado”), descobrimos que ele existe mesmo e já escreveu dois livros, como esse. Os livros estão à venda no Amazon, mas, curiosamente, não há nenhuma linha sequer a respeito dos trabalhos de Leónov no Google Acadêmico feita por outros cientistas. Apenas citações feitas por ele mesmo em seu blog (que acabam aparecendo no Google)!

É bom explicar também que o “famoso e respeitado cientista” possui apenas dois livros publicados e que ambos foram impressos com dinheiro do próprio autor! Até agora, nenhuma editora se interessou pelas teorias de Leónov, que escreve apenas em russo (seus estudos em inglês são praticamente inexistentes).

Ferrenho contestador da teoria do bóson de Higgs, como podemos ver nos milhares de comentários seus postados no The Guardian, Leónov parece perder mais tempo criticando o ganhador do Prêmio Nobel de Física do que pesquisando (lembrando que, em julho de 2014, já foi provado em laboratório que o bóson de Higgs existe mesmo).

Ele também tenta impor suas teorias em fóruns online sobre ciência, como fez em março de 2011 no The Science Forum, mas suas postagens (por que será?) acabaram sendo movidas para a área de pseudociência e ele foi suspenso do fórum!

Em seu blog pessoal, podemos ver alguns vídeos de uma estranha máquina (que seria o seu motor quântico sendo testado pelo próprio cientista), mas como o aparelho é todo fechado, fica difícil verificar a autenticidade e o funcionamento do motor que, segundo o próprio autor, além de impulsionar as rodas do pequeno veículo, ainda gera energia (do nada) para alimentar outros aparelhos!

Olha o moto-perpétuo aí, gente!

Vladímir Leónov exibe com orgulho em seu blog suas dezenas patentes registradas na Rússia, o que não significa nada, visto que qualquer um consegue registar qualquer coisa… Dois exemplos disso são o aparelho de teletransporte e a máquina para ajudar no nascimento de bebês baseado na força centrífuga! Ambas patentes foram registradas nos Estados Unidos por pessoas que não tinham como provar que seus inventos funcionavam, mas mesmo assim, foram aceitos pelo Escritório de Patentes norte-americano.

Críticas ao trabalho de Leónov

Francisco R. Villatoro, doutor em Matemática e professor de Bioquímica e Bioinformática na Universidade de Málaga (Espanha), explica em seu blog que o trabalho de Vladímir Leónov é recheado de termos inventados e que a desculpa do “respeitado cientista” para invalidar as leis da termodinâmica são as novas leis criadas pelo próprio Vladímir.

Como já falamos diversas vezes aqui no E-farsas, uma pseudociência sempre se apoia em outra pseudociência e em mentiras para tentar se validar!

Conclusão

A notícia não é real! Não existe (ainda) um motor que levará foguetes até Marte em apenas 42 horas. Vladímir Leónov existe, mas ainda não conseguiu provar que seu motor funciona mesmo conforme ele tenta mostrar. Esperamos sinceramente que ele consiga um dia!

Continue lendo
12 Comentários

12 Comments

  1. Lucho

    8 de fevereiro de 2015 em 18:21

    Quântico, sempre o quântico.

  2. elton

    9 de fevereiro de 2015 em 14:49

    Se ele for um “louco”, como Tesla foi, que continue tentando e consiga tal proeza de uma vez!

  3. Rodnei

    10 de fevereiro de 2015 em 17:35

    Vocês patinaram nessa, hein. A notícia é real e o teste foi validado por 5 cientistas funcionários da NASA (http://ntrs.nasa.gov/search.jsp?R=20140006052) e a notícia não é uma criação do History.com pois saiu antes em publicações internacionalmente consagradas como Phys.org e Space.com. O moto testado é uma variante do EmDrive (http://emdrive.com/) que era tido apenas como um conceito até que desde uns 2 anos atrás cientistas tenham conseguido fazê-lo funcionar precariamente.

    Me desculpem, o site é muito bom, mas vocês barrigaram legal só porque não fizeram a pesquisa em inglês. Manés.

    • Gilmar Lopes

      10 de fevereiro de 2015 em 20:19

      Nada a ver com o EmDrive, amigo! Aliás, se você leu o artigo completo, verá que falamos sobre o EmDrive no texto e explicamos (com links) que não podemos ir com tanta sede ao EmDrive porque, apesar dos testes serem satisfatórios, ainda faltam muitos testes a respeito desse novo conceito.
      Quanto ao motor do tal “respeitado” cientista citado pelo History, gostaria de ver apenas um link de uma publicação científica que valide o invento (e que não seja apenas o blog do famoso cientista que ninguém conhece).
      Acho que a derrapada não foi nossa! O ônus da prova cabe a quem está afirmando. Como acreditar numa publicação como essa da History, que não prova nada?
      No blog do tal Vladímir há apenas vídeos de uma caixa de ferro com rodas, além de um monte de texto com termos complicados (e apenas em russo, nada em inglês) para atrapalhar aqueles que desejam entender o que o tal cientista quer transmitir.
      Isso não é ciência!
      Esse motor não existe!
      Esse motor não é o EmDrive!
      Esse motor não é quântico!
      Esse cientista não é cientista!
      Ah! E não somos manés (não por isso)!

  4. joao

    10 de fevereiro de 2015 em 18:06

    Estao falando que a NASA ira testar esse motor… sera verdade ?
    http://hypescience.com/motor-impossivel/

  5. Jhonatan

    14 de fevereiro de 2015 em 16:15

    Matéria ridícula

    • Gilmar Lopes

      14 de fevereiro de 2015 em 21:31

      A nossa ou a do History?

  6. Carlos Oliveira

    11 de junho de 2015 em 4:25

    Não confundam o emdrive foi inventado pelo inglês Roger Shawyer e ainda está em fase inicial. O Harold White da NASA e sua equipe ainda estão testando e colhendo dados. Esse caso é outro não tem relação com emdrive!

  7. Jonhn

    17 de julho de 2015 em 14:43

    é verdadeiro eu já teletransportei no tempo ! Muitas vezes!

  8. Julio Cesar

    25 de julho de 2015 em 11:11

    Gostaria que o e-farsas, tão diligente em refutar a distancia, pudesse refutar tambem o novo motor chamado Em-Drive, cujo principal pensador e criador, o britanico Roger J. Shawyer, afirma que funciona sob principios quânticos. E que segundo muitas publicações, reputadas como sérias, foi afirmado que funciona, inclusive afirmando também já tendo sido comprovados em teste pela China e pela Nasa.
    Será que estamos entrando numa nova era de devaneios internacionais, todos indo na mesma direção, com o e-farsas sendo o soldadinho do passo certo.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo