Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

O Facebook vai proibir mensagens religiosas a pedido dos ateus?

Correntes

O Facebook vai proibir mensagens religiosas a pedido dos ateus?

Texto afirma que a rede social irá bloquear a publicação de mensagens e imagens religiosas depois de sofrer pressões por parte de grupos ateístas! Será?

A mensagem se espalhou pelo Facebook na primeira semana de julho de 2015 e alerta aos usuários daquela rede social que, após uma reunião a portas fechadas com os acionistas na terça-feira, os executivos do Facebook teriam criado um conjunto de novas regras que, após serem implementadas ainda este ano, irão proibir que os usuários publiquem mensagens e imagens relacionadas à religião.

De acordo com a notícia, serão excluídas da rede social de Mark Zuckerberg todas as páginas e grupos com temas religiosos. Além disso, todas os usuários que publicarem postagens com esse teor também serão banidos do Facebook.

As novas regras anti-religião, segundo o que a notícia afirma, teriam surgido após várias ondas de protestos de grupos ateus e agnósticos, que afirmam todo conteúdo religioso criado pelos usuários é ofensivo para eles.

Será que isso é verdade mesmo?

O Facebook irá bloquear mensagens religiosas a pedido dos ateus e agnósticos! Será verdade? (foto: Reprodução)

O Facebook irá bloquear mensagens religiosas a pedido dos ateus e agnósticos! Será verdade? (foto: Reprodução)

Verdadeiro ou falso?

Apesar da tal notícia ter se espalhado através das redes sociais em julho de 2015, esse boato é um pouco mais antigo do que isso e, como todo bom rumor, sempre volta a circular.

Note que o texto afirma que a suposta reunião entre os executivos do Facebook teria ocorrido “na terça-feira”, mas não diz em qual mês (ou ano isso teria ocorrido). Também é dito no alerta que as “novas leis” do Facebook entrariam em vigor “ainda esse ano” e, igualmente, não é mencionado em que ano.

Uma busca pela web e podemos perceber que esse boato é uma versão de outra farsa que já circula desde março de 2014. Na época, se espalharam pelo “Feice” duas mensagens atribuídas ao fundador da rede social, Mark Zuckerberg, alertando que “em breve” o Facebook iria proibir mensagens religiosas e palavrões:

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

“A partir de 20 de 2014, o Facebook irá lançar uma campanha ‘sem religião’. Quem for pego espalhando crenças religiosas de qualquer forma, terá sua conta bloqueada, e novas investigações pendentes podem ser realizadas. Isto é devido às novas leis emitidas pelo nosso departamento jurídico (artigo 182 P34b) como novos anunciantes e grupos pediram para uma rede social ‘mais lógico’ e ‘adulto’. Se um usuário (você) continuar a espalhar qualquer forma de propaganda religiosa será banido e uma proibição permanente será colocada em prática, imediatamente. - Mark Zukerberg”

“A partir de 20 de 2014, o Facebook irá lançar uma campanha ‘sem religião’. Quem for pego espalhando crenças religiosas de qualquer forma, terá sua conta bloqueada, e novas investigações pendentes podem ser realizadas. Isto é devido às novas leis emitidas pelo nosso departamento jurídico (artigo 182 P34b) como novos anunciantes e grupos pediram para uma rede social ‘mais lógico’ e ‘adulto’. Se um usuário (você) continuar a espalhar qualquer forma de propaganda religiosa será banido e uma proibição permanente será colocada em prática, imediatamente. – Mark Zukerberg”

Os textos, mesmo cheios de erros ortográficos (o nome do fundador do Facebook, por exemplo, está escrito de forma errada), enganou muita gente que ficou preocupada em não poder mais se “expressar livremente” na sua rede social preferida. Claro, era tudo “brincadeirinha” de algum(uns) desocupado(s).

Em janeiro de 2015, o site satírico de língua inlgesa National Report publicou uma nova versão dessa brincadeira, acrescentando que a proibição de postagens com conteúdo religioso teria partido de grupos ateístas e agnósticos que se sentiam ofendidos com as publicações religiosas no Facebook. Uma crítica bem-humorada aos religiosos que “se sentem ofendidos” com publicações ateístas e agnósticos nas redes sociais!

Em seu site, o National Report se define como:

“Uma publicação na web de sátira política, que pode ou não pode usar nomes reais, muitas vezes de forma semirreais ou fictícios em sua maioria. Todos os artigos contidos Relatório Nacional são ficção, e notícias supostamente falsas. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.”

Já pesquisamos aqui no E-farsas outras notícias humorísticas inventadas pelo National Report como a que dizia que cientistas do Texas iriam usar criminosos presos para testes de medicamentos, por exemplo.

Alguns blogs caíram nessa

Alguns sites que publicaram a notícia como se fosse real acabaram deletando o post após descobrirem que aquilo se tratava de uma brincadeira. A sorte nossa é que a internet nunca esquece:

Ao perceberem o erro, muitos sites e blogs simplesmente deletam a postagem!

Ao perceberem o erro, muitos sites e blogs simplesmente deletam a postagem!

Conclusão

A notícia afirmando que o Facebook irá bloquear mensagens de conteúdo religioso é apenas uma brincadeira criada por um site humorístico norte-americano. Em algum momento, alguém traduziu a notícia falsa para o português e a espalhou nas redes sociais aqui no Brasil!

Continue lendo
16 Comentários

16 Comments

  1. Lucho

    9 de julho de 2015 em 12:29

    Poxa, os sites de Fake News ficam brincando com o facebosta? Eles não sabem que o usuário típico do facebosta anda de quatro e come capim?

    • Marcos A.

      10 de julho de 2015 em 16:55

      Facebosta, blá, blá, blá, Faceburro, blá, blá, blá. Que cara chato. Isso deve ser trauma.

      • Lucho

        10 de julho de 2015 em 20:44

        Cara, vc é acionista do FACEBOSTA?? Não? Então vá a merda.

        E continue usando a o feici. Marquinho zurquerberguer precisa lucrar e faturar com as informações que idiotas e otários como você, que se acham o máximo por ter uma conta naquela pocilga, dão de graça para ele.

  2. Observador Perspicaz

    10 de julho de 2015 em 11:49

    Não me admira o “Logos Apologética Cristã” publicar notícias sem pesquisá-las antecipadamente. Tal blog é totalmente falacioso. Foi criado no intuito de defender a fé Católica contra os ensinos das Testemunhas de Jeová (uma das religiões mais atacadas por sites e blogs de teor religioso). Interessante que determinado post do blog em questão, Emerson Oliveira (o “mentor” do blog) incentiva os seus leitores a lerem quaisquer traduções da Bíblia disponíveis (até mesmo a versão Almeida, tradução Protestante), menos a “Tradução do Novo Mundo”, porque segundo ele, foi adulterada. Porém, em seu blog há vários artigos “copiados” e “colados” de publicações das Testemunhas de Jeová e o senhor Emerson Oliveira não se dá nem ao trabalho de remover os textos bíblicos citados (que são da Tradução do Novo Mundo) e inserir textos de traduções que, segundo ele, são mais “fiéis aos originais” (sendo que nem existem mais os originais, e sim manuscritos). Meio paradoxal “demonizar” tal grupo religioso e aproveitar matérias publicadas pelo mesmo como se fossem de sua autoria, recebendo elogios de seus leitores como se aquelas informações procedessem dele (quando ele publica informações de revistas e outras publicações das Testemunhas de Jeová não cita a fonte. Por que será?) Enfim, o objetivo desse blog, como de outros blogs e sites religiosos, é defender, não a Bíblia, mas crenças religiosas pessoais. Não se dão ao trabalho de fazer uma pesquisa profunda sobre as crenças de outras religiões, que em alguns casos, são mais plausíveis que as crenças religiosas dos mesmos e pior, aproveitam-se de matérias críticas disponíveis na internet sem fazer uma investigação cabal sobre o assunto. Em outras palavras, as suas crenças são a “verdade” e quaisquer crenças diferentes são “heresias” que têm de ser expostas como erros promovidos pelo “Diabo”. Estranho é focar em apenas um grupo religioso, demonstrando a falta de imparcialidade do blog.

  3. Daniel Gimemes

    12 de julho de 2015 em 5:44

    Olha do jeito que o Zuckerberg é autoritário, essa farsa pode se tornar uma verdade a qualquer momento, só depende se ele dormiu bem a noite ou não.

  4. dudu

    13 de julho de 2015 em 10:01

    Ora, se o Facebook já faz censura política de acordo com os pedidos de um certo grupo esquerdista-terrorista latrino americano, conhecido como FORO DE SP, porque não faria censura religiosa??? O psicopata Zuckerberg é mesmo autoritário e tá tão feliz por ser convidado pelos Globalistas para entrar no time…

    • Jonas

      20 de julho de 2015 em 1:17

      Engraçado você dizer isso, pois o mesmo facebook que você diz censurar os direitistas, também censura os apoiadores da esquerda. Acho que você precisa de um psiquiatra, pois você não tá legal.

  5. Áurea

    13 de julho de 2015 em 12:40

    Não vai não, mas deveria. Religião só atrapalha. Seja política, o desenvolvimento do país ou o avanço da ciência. Religião deveria ser crime.

    • Observador Perspicaz

      13 de julho de 2015 em 15:20

      A religião realmente atrapalhou o desenvolvimento da Ciência devido às suas interpretações equivocadas das Escrituras, isto é, da Bíblia. Além disso, a História confirma que grande parte das atrocidades ocorridas no decorrer dos tempos teve apoio religioso (isso quando a religião não estava envolvida diretamente em conflitos e mortes de inocentes devido a uma “fé cega” e “irracional”). Porém, há alguma evidência de que o “ateísmo” ou a “não existência da religião” produziria um mundo melhor? Reflita nos seguintes exemplos: Quando o grupo guerrilheiro Khmer Vermelho estabeleceu um estado marxista “ateu” no Camboja, é possível que 1,5 milhão de cambojanos tenham morrido. E na oficialmente “ateísta” URSS, o domínio de Joseph Stalin causou a morte de dezenas de milhões de pessoas. É claro que essas atrocidades não podem ser diretamente atribuídas ao “ateísmo”. Mas não nos revelam que ele não garante paz e harmonia? Afinal, tais atrocidades ocorreram em países que não endossavam nenhuma religião. Pense nisso. Abraço.

      • Jonas

        20 de julho de 2015 em 1:15

        Mas é inquestionável que Stalin transformou a URSS é uma das maiores potências mundiais, se não a maior. Claro que isso tem mais a ver com o socialismo do que com o ateísmo.

        • Observador Perspicaz

          21 de julho de 2015 em 10:00

          A questão não é se o “ateísmo” ou a “inexistência da religião” tornaria o mundo mais rico ou não e sim, em um mundo livre de conflitos e outros sofrimentos que são causados por “humanos”. De acordo com a História, o ateísmo também fracassou nesse respeito. Portanto, mesmo que não houvesse religiões, o mundo continuaria com seus conflitos e outras mazelas causadas pelo próprio ser humano, seja religioso ou não. Abração.

  6. Victor Hugo Nunes

    4 de agosto de 2015 em 21:48

    Em um mundo sem religião as pessoas ruins seriam boas e as pessoas más seriam más. Mas o fato é que apologistas religiosos usam sua religião para explicar tais atrocidades como 11 de setembro. A frase que corroe meu intelecto é a seguinte: “Faço tal coisa sim (cobrir as mulheres dos pés a cabeça, cortamos um pedaço do pênis de um garotinho sim, lançamos aviões em prédios sim, por exemplo) e você tem que respeitar porque é minha religião! Ta errado, moral não esta ligada a religião, pelo contrário, aniquilamos o certo e o errado quando cremos em um ser sobrenatural capaz de mandar e desmandar através de escrituras ultrapassadas. Amo vocês kkk

  7. Victor

    4 de agosto de 2015 em 22:02

    Sem a religião as pessoas boas seriam boas e pessoas ruins seriam ruins. O que acontece muito é apologistas religiosos usar suas crenças para justificar atrocidades, a mais Stalin fez atrocidades em nome do seu ateísmo ? Vamos supor que sim, mas o fato é que nós ateus não justificamos o ato dele como um ato bom nem os apologistas religiosos, ou seja a moral não está ligada ao ateísmo. Mas vamos dar outro exemplo, 11 de setembro, nos ateus e os apologistas menos fundamentalistas não acham que esta correto, apesar da desculpa dos crentes sempre é : “fazemos isso (pode ser o fato de vestir mulheres da cabeça aos pés, de cortar uma parte do pênis quando criança, ou colocar bombas no corpo todo), e você precisa respeitar porque é nossa crença, também religião não está ligada a moral.

    • Observador Perspicaz

      5 de agosto de 2015 em 13:41

      Realmente, pessoas boas ou más existem nos diversos segmentos da sociedade, religioso ou não. Somos dotados de senso moral, e isso não é particularidade de pessoas religiosas. Todos nós temos consciência do que é certo e do que é errado. Prova disso são as leis formuladas por homens, que ditam aquilo que devemos fazer ou não. Porém, o assunto em consideração é se o mundo seria melhor sem a religião. A resposta óbvia é: NÃO, não seria (Não estou querendo dizer com isso que eu concorde com todas as religiões. Discordo, não só de atitudes propagadas por algumas instituições religiosas, mas também de crenças propostas pelas mesmas). Mesmo sem as instituições religiosas existentes atualmente, as mazelas que vemos hoje persistiriam (Não estou levando em consideração aqui as minhas crenças como cristão, isto é, uma perspectiva de um futuro melhor conforme encontrado nas Escrituras. Além disso, não considero aqui o que as Escrituras dizem a respeito do fim da religião, porém não de todas)

      Quanto a “aniquilarmos o certo e o errado quando cremos em um ser sobrenatural capaz de mandar e desmandar através de escrituras ultrapassadas” é uma opinião que reflete a sua ideia preconcebida sobre o assunto. Como ateu (ou ateísta, caso use a Internet e outros meios para travar uma “cruzada” contra aqueles que creem em Deus), você quer provar que Deus não existe (embora isso seja impossível de ser provado. O mesmo cabe à nós, que acreditamos em Deus. Fora da Bíblia, não podemos crer que Deus exista), que “Deus” se trata de inventividade humana (além de usar os mesmos “argumentos” formulados por ateístas, se é que podemos considerar tais ideias como “argumentos”, que estão disponibilizados na Internet e em livros que tratam do tema). Para isso, parte do pressuposto que as Escrituras usadas, mas especificamente a Bíblia, são ultrapassadas. Porém, a vasta maioria dos que assevera tal parecer NUNCA estudou, ou sequer leu, o “livro” que se encontra em “julgamento”. Mas se aproveita de “respostas prontas” disponíveis na rede. Ideias preconcebidas não os permite examinar com mais profundidade suas “crenças”. Sim, mesmo ateus (e ateístas) possuem suas crenças (encontradas principalmente em “cartilhas”, suas “Escrituras”, disponíveis na Internet) às quais asseveram com a mesma convicção que religiosos demostram para com as suas. Alguns chegam a ser tão fundamentalistas quanto muitos religiosos. Já está na hora de ateístas (e ateus sinceros) e até mesmo religiosos, pensarem por si mesmos. Abraço.

      • Observador Perspicaz

        5 de agosto de 2015 em 16:22

        *Correção: “Fora da Bíblia, não podemos provar que Deus exista”. Em outras palavras, acreditamos em Deus com base na Bíblia e no “livro da criação”, por assim dizer. Tirando esses dois “livros”, não conseguimos provar a existência divina.

  8. Paloma Gonçalves

    3 de maio de 2016 em 7:58

    Bom cada um tem a sua opinião e para mim Deus existe sim. A ciência consegui explica tudo mais p isso precisa da inteligencia, q foi dada pelo criador do céu e da terra. Que entregou o seu único filho p morrer p agora ver tais coisas como essa. DEUS FALA QUE no finais dos tempos os idolatra,feiticeiros,aqueles q praticam a prostituição serão lançados no fogo do inferno q arde em xofre. Se Deus não existe então. Me digam… como é depois da morte. Se existe alma? Os sinais estão bem claros.. filho matando pai.terremotos. pessoas matando pessoas por religião. Política. Mas pois esqueceram que fala na palavra de Deus que mais fácil um camelo atravessa um boraco de uma agulha do que o rico entrar no céu. E sobre religião.. isso não leva ao céu e sim a fé..cada um tem sua opinião e essa sera a minha ate o último segundo…

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo