Palhaço preso em Cascavel recebeu R$333.500 do Governo?

Share Button

É verdade que o palhaço preso em Cascavel, após xingar a Polícia Militar e o governador do Paraná, recebeu mais de 300 mil reais do Governo Federal?   

De acordo com a matéria que se espalhou em diversos blogs e sites no dia 16 de agosto de 2015, Leonides Carlo Taborda Quadra – o palhaço Tico Bonitoteria recebido R$333,500 do Governo Federal para atacar a oposição!   

A notícia do suposto pagamento feito pelo governo apareceu na web poucos dias depois do palhaço Tico Bonito ter sido preso, sob a alegação de ter xingado a PM e o governador Beto Richa, em uma praça de Cascavel (PR). A prisão ocorreu no dia 14 de agosto de 2015.

Ainda, segundo a denúncia que espalhou pelas redes sociais, O Ministério da Cultura teria aprovado um projeto criado por Leonides em troca de criar uma confusão com a PM, apenas dois dias antes dos protestos (que ocorreram no Brasil no dia 16).

Os sites que publicaram essa descoberta ainda colocaram a reprodução do trecho de um documento que provaria o envolvimento do Governo com a confusão causada pelo palhaço:

Palhaço teria recebido mais de 300 mil reais do Governos para atacar a oposição! Será verdade?

Palhaço teria recebido mais de 300 mil reais do Governos para atacar a oposição! Será verdade?

Verdadeiro ou falso?

O projeto existe mesmo, mas não se trata de nenhum “esquema” entre o Governo e o artista. Chamado de “Licença Preu Passar”, o projeto foi enviado para a captação de recursos via incentivo fiscal através da Lei Rouanet, como qualquer outro artista tem direito e pode fazer.

Dados retirados do site do Ministério da Cultura

Dados retirados do site do Ministério da Cultura

Quem decide se um projeto cultural será será apoiado são as empresas (iniciativa privada) que deduzem o valor aportado no Imposto de Renda. Ou seja, o dinheiro não sai dos cofres públicos e, sim, dos empresários que apoiam a ideia do artista!

É importante salientar aqui que projeto encontra-se apto a captar recursos, mas só conseguiu arrecadar o valor de R$ 11.650,00 até o momento (cerca de 3% do valor total do projeto). Como o mínimo para se iniciar o projeto é de 20%, é bem capaz que ele não se realize!

Os projetos são aprovados por comissão mista e, conforme é explicado aqui, conta com ampla participação da sociedade civil. Não se trata da decisão de apenas uma pessoa ou de apenas um partido político!

Conclusão

O ator que faz o palhaço que foi preso no Paraná não recebeu 333 mil reais do Governo para atacar a oposição. Leonides Carlo Taborda Quadra, o palhaço Tico Bonito, entrou com um pedido de incentivo para o seu espetáculo, mas só conseguiu 3% de intenção dos recursos e ainda não recebeu nada!

Share Button
Dinheiro, Política
, , , , , , , , ,

Comente pelo Facebook

28 comentários

  1. Só um detalhe: o Palhaço NÃO XINGOU ninguém. O video mostra claramente isso, tanto é que ficou bem duvidoso se o que ele disse foi desacato ou não, afinal, apenas falou uma grande verdade: que a PM só serve à quem tem dinheiro e é praticamente segurança privado de Beto Richa.

        • Thiago

          Na verdade a parte que ele chama os PMs de palhaço não aparece no vídeo, por motivos óbvios, pois estão usando o vídeo pra insinuar que a PM é injusta e coisa e tal (Não vou nem dizer minha opinião quanto a isso pq não moro na região.). Enfim, testemunhas que estavam no local afirmaram que sim, ele [o palhaço] chamou o PMs de palhaço, algo como “Lá vem os palhaços fardados que só protegem o Governador…”, partindo disso, dou razão a PM.
          Quanto a “farsa” parabéns pela investigação, sempre desconfio quando leio esse tipo de coisa e é bom ter um local onde os fatos são expostos.

      • Cesar da Silva

        Chamar o Batman? Aquele policial miliciano que está preso?
        Funcionários públicos em geral são, quase todos, irresponsáveis e/ou incompetentes. Os policiais não são diferentes.

        • Alan Souza

          Gostaria de saber de onde tirou essa informação de quase todos os funcionários públicos são irresponsáveis ou incompetentes. Você acorda todo dia, toma leite e come manteiga no café da manhã e não morre com um alimento intoxicado graças à fiscalização agropecuária e da saúde – serviços públicos. Você não compra um remédio que te faça mal na farmácia graças à ANVISA – serviço público. Você anda de metrô, trem, ônibus ou carro graças aos serviços públicos que planejam e gerenciam a infraestrutura de transporte e a empresas públicas que produzem combustíveis e energia elétrica.

          Procure quem são os campeões de queixas no PROCON, são os bancos, planos de saúde e as telefônicas, que pertencem à sua “maravilhosa” iniciativa privada.

          • Rogério

            voce não sei se voce é funcionário público mas se for e estiver agindo assim cumprindo seu papel, não está fazendo nada alem do seu dever, afinal está sendo pago para isso

      • Qualquer

        Adory, “quando tiver problemas chama o Batman”, jargão de policial vagabundo, afinal de contas vocês ganham NO MINIMO 5mil reais pagos por todos nos!!! Voces não trabalham de graça! Eu pago o salário de vocês, e quando eu tiver problemas vou chamar vocês sim é meu direito!! Se não gostou pede pra sair e vai trabalhar no BOBs eles tão precisando de atendente! Sem vergonha…

    • Daniel Gimemes

      E o que eu achei mais bonito e honroso, foi o próprio Beto Richa defender o palhaço bem ao estilo “Não concordo com uma palavra do que dizes, mas defenderei até a morte o direito de dize-las”!!

    • Helton

      Olá, Leônidas, não queria entrar no mérito, mas o Artigo 331 do CP, diz: “Desacato: Desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela”. Bem jurídico protegido: é o interesse em se assegurar o normal funcionamento do Estado, protegendo o prestígio do exercício da função pública. A proteção se refere mais à função pública do que a própria pessoa do funcionário.A partir do momento que o, então artista, incitou a população que ali estava contra os policiais, que ali representavam o Estado, crime de Desacato. Não é necessário um xingamento com palavras de baixo calão para configurar o Desacato!

      • Walder

        lindo, mas isso só se aplica a alguns, se um professor for desacatado por aluno ou pai de alunos no exercício da função, ficará por isso mesmo a não ser que se contrate um excelente advogado.

    • isaac

      e o dinheiro do projeto foi liberado pra essa finalidade? Se ele não fizesse essa ”palhaçada” isso nao teria acontecido, bem feito mesmo!

  2. Theo

    A partir do momento que o valor aportado no projeto é deduzido do imposto de renda devido pela empresa, os recursos passam a ser publicos. è o mesmo que a empresa recolher o imposto de renda e o governo destinar o valor para o projeto.

    • Gilmar Lopes
      Author

      Analisando o seu ponto de vista podemos imaginar que o Governo deixaria de receber R$333 mil das empresa por causa dessa “ajuda” ao artista. Mas não é bem assim que funciona: As empresas podem investir apenas 4% do valor do imposto de renda em projetos culturais e acabam tendo outros incentivos fiscais por causa disso.
      Outro ponto importante é que empresas que investem em cultura ficam bem vistas no mercado e podem obter mais lucros através da conquistas de novos clientes por meio do vínculo da sua marca com projetos de valor cultural e projetam a sua marca nos materiais de divulgação dos projetos apoiados.
      E sabemos que quem lucra mais paga mais imposto (visto que a grande maioria das taxas e impostos são calculados sobre o lucro), portanto o Governo ganha de qualquer maneira.
      Não estou defendendo a Lei Rouanet, pois acredito que ela possui diversas brechas por onde algumas empresas podem conseguir sonegar impostos, mas a verdade (e o escopo desse artigo) é que o palhaço NÃO recebeu 300 mil do Governo e, pela pouca adesão das empresas, é capaz que nem consiga!
      Além disso, o dinheiro (caso o palhaço consiga receber) não é gasto assim, de qualquer jeito! O diretor do projeto tem que prestar contas de todos os custos da produção aos apoiadores!

      • Neem

        Gilmar Lopes, o Governo deixaria de receber sim de os valores direcionados aos projetos, caso o Palhaço tivesse conseguido captar de apoiadores os 4% do impostos de várias empresas ou 6% do IRPF. Já essa história de ficar bem vista e subjetiva, imagine a seguinte situação: O palhaço que foi preso acusado de ofender a PM e o governo federal, caso esse espetáculo, onde ocorreu todo esse fato, fosse um show patrocinado por alguma empresa privada ou uma empresa pública como a Petrobrás fez com a parada gay, nesse momento a ocorrência poderia, indevidamente, ser associada aos seus incentivadores. Associar o nome de uma empresa ou produto a uma pessoa ou produção artística pode muitas vezes ser um grande problema, pode pesquisar é verá que isso é muito recorrente.

  3. Vida

    Povo doido, outro dia num post que falava sobre nota fiscal paulista e sonegação um monte de gente falou que sonegar não é crime e blá, blá, blá
    Agora falam que o dinheiro que os artistas recebem é público sim porque o valor é aportado do Imposto de Renda.
    Cada é coerência? Afinal, se o dinheiro da Lei Rouanet é público sonegar é CRIME SIM!!
    Mas o mais importante dessa história é o que o palhaço ainda não recebeu na-da, nenhum centavo para o seu projeto.

    • Walder

      pois é, escolha desonesta de argumentações de acordo com o que convém. de fato é crime sonegar e não há nada de errado se nos termos da lei alguém aplicar dinheiro publico. no máximo o errado é a lei.

  4. MAJOR

    PAIAÇO é o povo brasileiro que tái na mão dos Beto Richa, LULA, Dilma, Cassab, Fruet, Zé Dirceu e todo estes times de bandidos da política nacional. Tô Foooraaa… Mes que vem, morando na New Zeland = 1o. mundo !! Brasil, nunca mais …bye bye !!!

  5. andré

    Engraçado a galera se revolta com essa tal lei Rouanet e realmente é dinheiro publico, e como vimos se mostrou totalmente burocrático para se ter acesso, e ainda assim o palhaço não conseguiu sequer por as mãos em 11 mil reais para fazer seu projeto andar e os caras são tão doentes que ainda assim tentam “acabar” com a vida do cara.
    Me lembra muito aquele caso (dado suas diferenças obvias) em que uma mulher foi brutalmente morta linchada porque um doente desse tipo disse “a lá a mulher que mata crianças e faz magia negra” ou algo próximo a isso, e uma multidão cercou a mulher e espancou brutalmente até a morte, em seguida a investigação mostrou que era tudo mentira, no caso do palhaço fazendo um paralelo no sentindo pejorativo “ele está sendo linchado pela população injustamente”, acabam com a vida do rapaz e pouco se importam, tipicamente tupiniquim, que protesta contra tais “benefícios” com resquícios do PIB, enquanto isso levam placas apoiando sonegadores que sonegam aponto de ceifar uma quantia assombrosa do PIB e nem sequer são presos, já foi dito que existem 200 bilhões de grana não declarada na Suíça, enquanto na França pelo mesmo crime pessoas milionárias são presas aqui não são sequer investigadas, e o pior os mesmo falsos moralista que recriminam um palhaço com mentiras são os mesmo que defendem os sonegadores e alguns políticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *