Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

É o fim do mundo? – Parte 4 – (Como ele vai acabar?)

Morte

É o fim do mundo? – Parte 4 – (Como ele vai acabar?)

No mês de dezembro, você acompanhou a primeira, a segunda e a terceira parte do nosso artigo sobre as principais profecias a respeito do fim do mundo que, felizmente para nós, não se concretizaram.

Agora, nessa última parte, vamos mostrar um pouco das próximas previsões que videntes, curiosos, místicos, religiosos e cientistas estão preparando para nós, terráqueos. Se prepare, pois no futuro – se depender dessas previsões – esse nosso mundo não vai ser nada fácil pra todos nós!

 

 Entre o ano de 2012 e 2018

De acordo com uma apresentação de Power Point que anda circulando pela internet, o mundo está fadado a acabar em algum dia entre 2012 e 2018. O autor da previsão faz uma mistureba de vários assuntos falsos, que vão desde um tal cinturão fotônico a um planeta chamado Ercolubus. Ambos estariam influenciando o bom “funcionamento” da Terra e blá, blá, blá…

Vamos esperar até 2018 para ver se alguma dessas suposições se confirma. Enquanto isso, assista ao vídeo abaixo e leia a nossa pesquisa sobre essa história aqui:

[iframe: width=”560″ height=”420″ src=”http://www.youtube.com/embed/QqSVP0UtS8o” frameborder=”0″ allowfullscreen]

 

A qualquer momento

Segundo a repórter Cláudia de Castro Lima, da revista Super Interessante, o mundo pode acabar a qualquer momento! É que, de acordo com a matéria publicada na versão online da revista, a Terra é, na verdade, um planeta gelado que a cada 10.000 anos fica um pouquinho mais quente e, depois, se esfria novamente. Como já se passaram 12.000 anos desde o último ciclo, a qualquer momento poderemos virar picolé!

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Ano de 2110

Ambientalistas sugerem que o aumento gradativo da temperatura média do planeta levará à enormes problemas à vida terrestre nos próximos 100 anos. Efeito estufa, degelo das calotas polares e consequente inundação de vários locais próximos ao mar serão alguns dos desastres que, possivelmente, poderá acabar com a nossa existência (caso não seja feito nada para reverter o tal aquecimento global até lá).

Daqui a 2 bilhões de anos

O astrônomo americano James Kasting, através de inúmeros cálculos e simulações por computador, chegou à conclusão o nosso sol irá durar “apenas” mais 2 bilhões de anos! Segundo James, suas previsões são bem mais pessimistas do que o da maioria dos cientistas supõe (que é em torno de 5 bilhões) e que antes disso, daqui 900 milhões de anos, o Sol vai estar tão quente que nenhum ser vivo na Terra irá aguentar.

Daqui a 50 bilhões de anos

O canal de TV National Geographic em sua série “O Fim do Universo” afirma que o universo, possivelmente, só dure uns poucos 50 bilhões de anos, quando o “Big Crunch” (efeito previsto apenas em teoria que afirma que universo deva sofrer uma retração e voltará ao seu tamanho original) ocorrerá. Já, outro grupo de astrônomos imagina que ocorrerá o contrário: O universo irá continuar a se expandir até que sua matéria escura reduza tudo a partículas fundamentais. Ainda bem que qualquer uma dessas duas previsões ocorrerá (se acontecer) em um tempo em onde ninguém da sua família vai estar vivo para presenciar.

Conclusão

Essa foi a quarta e última parte desse artigo onde falamos sobre os possíveis fins do mundo. Se o mundo não acabar nos próximos dias, prometemos os demais capítulos em breve.

Leia a primeira parte do artigo aqui:

Leia a segunda parte do artigo aqui:

Leia a terceira parte do artigo aqui:

 

Referencias:

Livro

  • J. Allan Danelek . 2012: Extinction or Utopia – Doomsday Prophecies Explored. Editora Llewellyn. 2009

 

Continue lendo
7 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo