15.2 C
São Paulo
sábado, outubro 1, 2022

É o fim do mundo? – Parte 4 – (Como ele vai acabar?)

- Publicidade -

No mês de dezembro, você acompanhou a primeira, a segunda e a terceira parte do nosso artigo sobre as principais profecias a respeito do fim do mundo que, felizmente para nós, não se concretizaram.

Agora, nessa última parte, vamos mostrar um pouco das próximas previsões que videntes, curiosos, místicos, religiosos e cientistas estão preparando para nós, terráqueos. Se prepare, pois no futuro – se depender dessas previsões – esse nosso mundo não vai ser nada fácil pra todos nós!

 

 Entre o ano de 2012 e 2018

De acordo com uma apresentação de Power Point que anda circulando pela internet, o mundo está fadado a acabar em algum dia entre 2012 e 2018. O autor da previsão faz uma mistureba de vários assuntos falsos, que vão desde um tal cinturão fotônico a um planeta chamado Ercolubus. Ambos estariam influenciando o bom “funcionamento” da Terra e blá, blá, blá…

Vamos esperar até 2018 para ver se alguma dessas suposições se confirma. Enquanto isso, assista ao vídeo abaixo e leia a nossa pesquisa sobre essa história aqui:

[iframe: width=”560″ height=”420″ src=”http://www.youtube.com/embed/QqSVP0UtS8o” frameborder=”0″ allowfullscreen]

 

A qualquer momento

Segundo a repórter Cláudia de Castro Lima, da revista Super Interessante, o mundo pode acabar a qualquer momento! É que, de acordo com a matéria publicada na versão online da revista, a Terra é, na verdade, um planeta gelado que a cada 10.000 anos fica um pouquinho mais quente e, depois, se esfria novamente. Como já se passaram 12.000 anos desde o último ciclo, a qualquer momento poderemos virar picolé!

Ano de 2110

Ambientalistas sugerem que o aumento gradativo da temperatura média do planeta levará à enormes problemas à vida terrestre nos próximos 100 anos. Efeito estufa, degelo das calotas polares e consequente inundação de vários locais próximos ao mar serão alguns dos desastres que, possivelmente, poderá acabar com a nossa existência (caso não seja feito nada para reverter o tal aquecimento global até lá).

- Publicidade -

Daqui a 2 bilhões de anos

O astrônomo americano James Kasting, através de inúmeros cálculos e simulações por computador, chegou à conclusão o nosso sol irá durar “apenas” mais 2 bilhões de anos! Segundo James, suas previsões são bem mais pessimistas do que o da maioria dos cientistas supõe (que é em torno de 5 bilhões) e que antes disso, daqui 900 milhões de anos, o Sol vai estar tão quente que nenhum ser vivo na Terra irá aguentar.

Daqui a 50 bilhões de anos

O canal de TV National Geographic em sua série “O Fim do Universo” afirma que o universo, possivelmente, só dure uns poucos 50 bilhões de anos, quando o “Big Crunch” (efeito previsto apenas em teoria que afirma que universo deva sofrer uma retração e voltará ao seu tamanho original) ocorrerá. Já, outro grupo de astrônomos imagina que ocorrerá o contrário: O universo irá continuar a se expandir até que sua matéria escura reduza tudo a partículas fundamentais. Ainda bem que qualquer uma dessas duas previsões ocorrerá (se acontecer) em um tempo em onde ninguém da sua família vai estar vivo para presenciar.

Conclusão

Essa foi a quarta e última parte desse artigo onde falamos sobre os possíveis fins do mundo. Se o mundo não acabar nos próximos dias, prometemos os demais capítulos em breve.

Leia a primeira parte do artigo aqui:

Leia a segunda parte do artigo aqui:

Leia a terceira parte do artigo aqui:

 

Referencias:

Livro

  • J. Allan Danelek . 2012: Extinction or Utopia – Doomsday Prophecies Explored. Editora Llewellyn. 2009

 

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

7 COMENTÁRIOS

  1. Gilmar,

    alguns cientistas também falam que o campo magnético da Terra está, cada dia, ficando mais fraco. Isso é devido ao seu processo de reversão polar que está acontecendo nesse exato momento.

    As previsões mais pessimistas afirmam que ele pode desaparecer completamente daqui a uns 500 anos para, anos mais tarde, ressurgir cada vez mais forte. Isso não seria um grande problema se a ausência do campo magnético abrisse caminho para as nocivas radiações solares o que causaria a extinção da vida na Terra – ou pelo menos de grande parte dela.

    Veja mais nesse documentário da NatGeo: http://www.youtube.com/watch?v=ZhU4Nm5XPRE

    []s

  2. O próprio Jesus, na Bíblia, afirma que “quanto ao dia e a hora ninguém sabe, a não ser o(seu) pai” (Deus). Se previsões científicas ou alternativas dessem certo, os adivinhos de plantão (búzios, cartas, tarô, bola de cristal, quiromancia, quiropraxia, numerologia,runa,etc) estariam ricos. Pessoas vivem de esperança e, conforme o grau de cultura e educação, fica um espaço para o ilusionismo e a mentira dos charlatães. Infelizmente isso acontece até com os ricos e bem sucedidos. Na minha opinião, quem tem fé sólida e esclarecida no Deus único não se deixa enganar por essas previsões. Parabéns ao site por procurar esclarecer essas questões.

  3. eu acredito muito na evolução humana, e tudo que esta acontecendo tem uma razão de ser, um aprendizado para todos, tudo esta em constante transformação no Universo, sempre vai estar em equilíbrio o ambiente aqui no Planeta Terra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui