Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

É verdade que a maconha ajuda a curar o Ebola?

Falso

É verdade que a maconha ajuda a curar o Ebola?

Notícia afirma descoberta revolucionária da medicina: O uso da maconha poderia ajudar na cura do Ebola! Será que isso é verdade ou mais uma farsa da web?

O anúncio começou a circular pelas redes sociais e foi publicado em diversos sites e blogs no final da primeira quinzena de outubro de 2014. De acordo com o texto, estudos feitos em vários países estariam provando a eficácia do uso de compostos químicos sintetizados a partir da Cannabis sativa para combater a proliferação de vírus em pacientes e, em breve, seriam realizados testes em doentes com Ebola.

Será que a notícia é real?

Será que a maconha pode ajudar no tratamento do Ebola? (foto: Reprodução/Facebook)

Será que a maconha pode ajudar no tratamento do Ebola? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdadeiro ou falso?

Como sempre afirmamos aqui no E-farsas, tente encontrar as fontes das notícias que você lê na web. Muitas vezes, aquele portal de notícias que você tanto gosta acaba publicando algo sem pesquisar o assunto mais a fundo e mais um boato acaba ganhando o mundo sem nenhuma comprovação.

Aqui no Brasil, a maioria das publicações sobre o tratamento de Ebola com subprodutos da cannabis citam como fonte o portal do Projeto Charas, que luta desde 2013 pelo diálogo sobre a legalização da maconha.

No texto publicado no Projeto Charas, o título “A Maconha pode ser uma alternativa contra o vírus Ebola” já muda um pouco o tom do assunto, pois fica claro que não se trata de nenhuma cura da doença (como já mostramos aqui no E-farsas, ainda não há cura para o Ebola).

Veja também: 10 boatos sobre o Ebola!

O artigo do Chara foi baseado em (ou traduzido de) uma postagem escrita em inglês e publicada no Cannabis Digest no dia 10 de outubro de 2014. Assinado por David B. Allen, um médico cardiovascular aposentado, o artigo cita como fontes 7 artigos que confirmariam sua teoria sobre o milagre da Cannabis na cura do Ebola. O estranho é que nenhum dos artigos citados fala sobre o Ebola e alguns deles são assinados pelo próprio doutor.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

As patentes

As patentes apresentadas no artigo do Dr. Allen são a US 20080108647 e a US US20070179135. Ambas são solicitações de patentes sobre supostas curas de doenças sérias como a AIDS, por exemplo, através do uso de medicamentos derivados da Cannabis (nenhuma das duas se referem ao vírus do Ebola especificamente).

Só que o fato de uma patente estar registrada não significa que necessariamente que ela irá funcionar! Em dezembro de 2013, por exemplo, a patente US 8609158 foi registrada nos Estados Unidos com o nome de Diane´s manna, uma “droga potente no combate do câncer”. Acontece que, apesar do escritório de patentes norteamericano ter aprovado a invenção, ficou provado posteriormente que a droga sequer existia!

Origem

Toda essa história sobre a possível cura do Ebola através do uso da maconha ganhou força no dia 13 de outubro de 2014, depois que o ex-governador do Novo México Gary Johnson (que, “por coincidência”, é o presidente da Cannabis Sativa Inc, empresa que produz a maconha para uso medicinal e recreativo) ter afirmado em uma entrevista para a Fox News que a maconha pode ser usada para tratar o Ebola.

Apesar do apresentador ter interrompido rapidamente o entrevistado, acusando-o de exagerar a respeito dos benefícios medicinais da maconha, o “estrago” já estava feito! Um monte de sites e blogs começou a reproduzir as declarações do ex-governador, dando enfase à frase “a cannabis pode ser usada no tratamento do Ebola”, sem ao menos questionar de onde Gary Johnson teria tirado essa ideia…

Gary Johnson, Presidente da Cannabis sativa Inc! (foto: Divulgação)

Gary Johnson, Presidente da Cannabis sativa Inc! (foto: Divulgação)

Pedido de desculpas

Segundo informado pela agência Internacional Business Times, Johnson veio a público dois dias depois para esclarecer que ainda não há pesquisas sobre a eficácia de certos compostos da maconha no combate ao Ebola. O presidente da Cannabis Sativa Inc. disse ao jornal de Albuquerque que exagerou nas suas afirmações durante sua participação na Fox News e afirmou que pesquisas ainda devem ser feitas a respeito.

Conclusão

Não há nenhuma pesquisa cientifica sobre o uso de maconha (ou de seus derivados) no tratamento de pacientes com Ebola!

Continue lendo
3 Comentários

3 Comments

  1. Bruno Basso

    22 de outubro de 2014 em 9:43

    Para mim, não faz sentido nenhum o cigarro ser liberado e o alcool também(inclusive incentivado em propagandas) e a maconha não.

    Mas enfim, o mundo é cheio de paradoxos… 😛

    • Renato

      22 de março de 2015 em 23:25

      Tudo isso é questão de cultura. O álcool e o cigarro tem mais de 100 anos no Brasil, enquanto que a maconha e a cocaína a 100 anos se existiam era muito pouco e não fazia parte da nossa cultura. Se nada disso fizesse parte da nossa cultura a 100 anos, tudo seria proibido, como é na Indonésia.

  2. Allan

    24 de outubro de 2014 em 11:40

    Não é que cure magicamente, estão dizendo que ajuda a parar as hemorragias e perda de fluidos, que são os sintomas mais perigosos da doença.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo