17.5 C
São Paulo
sexta-feira, setembro 30, 2022

Ladrões marcam as casas com adesivos para facilitar assalto!

- Publicidade -

A Secretaria de Segurança Publica manda avisar que bandidos estão marcando as casas com símbolos para ajudar assaltantes a entrar nas residências com mais facilidade. Mas será que isso é verdade?

No final de 2011, um texto assinado pela Secretaria de Segurança Publica começou a circular pela web. De acordo com o aviso, caso o morador encontre algum adesivo colado próximo à entrada de sua residência, é preciso retirar imediatamente [o adesivo], pois ladrões estariam usando tal artifício para avisar aos seus comparsas os hábitos da casa.

O texto vem acompanhado de alguns dos símbolos. Cada desenho revelando um tipo de comportamento dos moradores:

Aviso sobre a adesivos de assaltantes é real?
Aviso sobre a adesivos colados por assaltantes é real?

 

Será que o aviso é verdadeiro ou falso?

É falso! A Secretaria de Segurança Publica nunca emitiu tal aviso!

Procurando um pouco pela internet, descobrimos que o boato já existe na rede desde 2006 e,  assim como todo bom hoax que se preze, voltou a encher nossas caixas de entrada. Dessa vez, em 2011.

Avisando sobre o aviso

É pouco provável que ladrões sejam tão burros (ou tão organizados) ao ponto de deixarem marcas que chamem a atenção – de policiais, inclusive!

Ladrões gastariam com adesivos?

- Publicidade -

Os adesivos seriam feitos em gráficas clandestinas?

Buscas

Não foi encontrado nenhum caso real sobre tal adesivo colado em residências ou de assaltos cometidos em decorrência de tais avisos. Apenas encontramos sites e blogs que somente copiaram o mesmo aviso supostamente enviado pela Secretaria de Segurança.

Tampouco encontramos o texto no site da Secretaria de Segurança Publica. Caso esse fosse um serviço elaborado pela Secretaria, certamente estaria em lugar visível em seu portal ou em algum outro serviço do governo. Nada!

Alguém (talvez, com boas intenções) inseriu o brasão oficial em um documento do Word, acrescentou os nomes da Secretaria de Segurança e da Polícia Técnico-Científica e espalhou o arquivo pela web. No final do texto, o autor pede para repassar para o maior numero de pessoas.

O site Sampa Online explica que a Secretaria de Segurança teria avisado na época (em 2006) que nunca emitiu tal aviso e que não tinha ciência dos adesivos. O Sampa Online não apresenta nenhuma prova de que foi realmente contatado pela Secretaria.

Variações

Jornais relataram que em algumas residências apareceram, de fato, estranhos símbolos escritos com tinta de spray em suas fachadas! No entanto, a polícia não vê nenhuma relação entre os desenhos e os assaltos cometidos.

A TV Cidade Verde, de Cuiabá – MT, publicou em março de 2011 uma matéria afirmando que os bandidos agora estão demarcando as casas, com pichações e arames farpados. Segundo o Cidade Verde, os símbolos usados são o cifrão, indicando que naquela casa há dinheiro. Letras D, T e N significam que período do dia aquele casa está vazia: de dia, à tarde ou à noite. E, além disso, também usam também um asterisco que mostra que há a necessidade de arma durante o roubo.

O jornal também avisa que não existe nenhum boletim de ocorrência com esses detalhes sobre roubos a casas em todo o estado do Mato Grosso.

Muro Pichado em São Conrado - RJ - Meramente ilustrativa
Muro Pichado em São Conrado - RJ - imagem meramente ilustrativa

O mesmo foi noticiado pelo Sul Bahia News: Foram encontrados vários desses desenhos nas fachadas das casas, porém não há nenhum boletim de ocorrência relacionando tais símbolos aos assaltos.

Fora do Brasil

O telejornal português SicNotícias também apresentou reportagem semelhante, mostrando que casas estavam sendo marcadas em Lisboa e que tais marcas poderiam estar facilitando os roubos em tais residências. A própria matéria também explica que não há nenhum fato que comprove a relação entre os desenhos nos muros e os assaltos cometidos na região.

Conclusão

O aviso é falso! No entanto, ao notar alguma marca estranha na fachada de sua casa, faça o seguinte:

  1. Apague o desenho quando possível
  2. Mude sua rotina
  3. Avise a polícia
  4. Fique tranqüilo
  5. Não repasse o texto

Sites citados

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

30 COMENTÁRIOS

  1. Essa é uma notícia que tá na cara que é falsa, afinal que ladrão seria tão burro de deixar marcas onde todos, inclusive policiais podiam ver?

  2. Bom, na Cidade Ocidental, região do entorno do DF, houve uma sequência de furtos à residência há vários anos atrás. Coincidentemente, foram percebidos simbolos em comum nos muros de todas elas. No caso da Cidade Ocidental, os furtos foram considerados relacionados uns com os outros devido ao modus operandis. Os bandidos marcavam as casas que irião arrombar. Na época, os moradores receberam da polícia as mesmas orientações descritas no texto do E-Farsas: apagar o desenho o quanto antes, mudar a rotina e avisar a polícia. A reportagem sobre o caso chegou até a mostrar tais desenhos rabiscados nos muros, eles eram pequenos, feitos de forma discreta e com o uso de giz escolar. Com a correria do dia-a-dia dificilmente alguém se atenta a essas coisas. Só foi descoberta essa artimanha porque um morador desconfiou de pessoas estranhas que estavam a manhã todinha sentadas no meio-fio (calçada) de frente a casa de um vizinho seu, e que ao se levantarem para ir embora, rabiscaram no muro sinais sem sentido aparente. O morador então, avisou a polícia, e a partir daí os demais vizinhos que foram furtados perceberam os desenhos em suas residências também.

  3. Minha casa foi assaltada na Páscoa ano passado 2011 e uns 2 meses antes havia escritas ou simbolos…sei lá…no meu portão…depois do assalto apaguei mas eu não havia acreditado no email circulando antes…

  4. Se bandido fosse esperto e muiiiiiiiiito inteligente não faria isso. As penitenciárias estão lotadas dessa grande inteligência. Além do mais esses símbolos são um tipo de comunicação entre eles e não nossa, quem é que se atenta para uma pichação?

  5. Hahaha… morei em Florianópolis em 2009 e vi um cartaz parecido com esse na delegacia de Canasvieiras!!!

    Ou os policiais florianopolitanos são burros, ou os ladrões da ilha copiaram a idéia!!!

  6. Os fabricantes de spam não se cansam de divulgar “hoax”, meias verdades ou até verdades, para convencer os internautas de que a mensagem precisa ser repassada para toda a lista, para os amigos e parentes… Enfim, ainda que o aviso de modalidade de assalto ou golpe possa conter uma fórmula possível de assalto ou golpe eu jamais repasso a mensagem que me apela para repassar. Muito menos, assim, eu repassaria uma bobagem como essa, que é repetida em milhares de blogues (inclusive de entidades policiais, como um sindicato de delegados na Internet) sem que se faça a manor análise, a mais rasteira crítica…

  7. Galera, isso NÃO É FARSA. Tem vídeo no YouTube de delegada falando isso. E nesta semana Picharam meu muro com um código. Daí busquei me certificar com policial e ele não somente confirmou a veracidade, como tb explicou q o código q Picharam no meu muro significa “vulnerável”. FIQUEM ATENTOS.

  8. Verdade ou não, encontrei essa semana as iniciais RBD na minha residência com uma tinta de difícil remoção,
    n sei o q significa, mas removi imediatamente. São letras pequenas com aproximadamente 4cm. Já havia lido alguma coisa a esse respeito, na dúvida é melhor ficar atento!

  9. Mentira ou não, essa notícia é velha. Tenho comércio e umas das primeiras coisas que me falaram no boca a boca, foi justamente essa marcação, acho que lá pelos 2002. Essa noticia apareceu na tv já tava old…

  10. Não marcam casa mas marcam rua. Nesta madrugada aconteceu roubo, só que na rua vizinha da minha. Se os códigos riscados na minha rua não fossem apagados, provavelmente teria acontecido na minha. Os códigos eram 131, 151 e 157.

  11. Também não acredito nessa noticia. Realmente não existe qualquer prova que isso seja verdade. No entanto, é sempre bom, começarmos a nos proteger melhor.

    Mas sim, tenham todos atenção. Por vezes, pensamos que não nos acontece a nós e, de um momento para o outro, pode acontecer.

  12. Vocês que falam que é fake, farsa, deveriam se atentar mais com isso para evitar falarem o mesmo quando algo de ruim acontecer (que não ocorra jamais). Dá mesma forma que existem tatuagens com significados, existem também para as invasões, tanto em casas como apartamentos. Tive uma dessas e imediatamente mudei a rotina com minha família e ficamos atentos. Antes de julgar algo, procurem pesquisar melhor. Sucesso.

  13. Essa história se baseia no Hobo Code. Na época da grande depressão, milhares de desempregados e sem teto perambulavam pelos Estados Unidos, se escondendo em trens de carga. Eram chamados de Hobos.

    Com esses códigos, indicavam direções seguidas e avisos informando sobre o que esperar dos moradores de determinada casa. Esse código chegou a ser mencionado num episódio da série Mad Men.

    http://www.openculture.com/2018/08/hobo-code-introduction-hieroglyphic-language-early-1900s-train-hoppers.html

      • Tenho uma casa em São Paulo. E ela já foi invadida duas vezes por sem teto. Percebi que havia antes uma pichacao na primeira vez e depois outra na segunda vez, com números e letras estranhas que foram modificadas de uma invasão a outra. Quando chamei a polícia, tanto da primeira vez com da segunda, eles ficaram um tempo preenchendo os códigos que haviam no murro e me perguntaram se eu havia notado aquelas estranhas marcações antes. Eu respondi afirmativamente. Eles não me informaram nada apenas pediram para eu colocar uma barreira na entrada da casa e foi o que eu fiz. Nunca mais invadiram.

  14. Sei que é velho, mas apareceu para mim, então deixa eu dar o meu adendo. Parece ser baseada nos simbolos de mendigos (moradores de rua) dos EUA nos anos 20 e 30, mais especificamente durantea grande depressão lá, existe uma historia de que eles – popularmente conhecidos como hobos – faziam marcas para avisarem-se de coisas que consiguiriam ou que poderiam dar problemas, como a casa de um juiz, ou um médico que não cobraria, locais onde poderiam conseguir agua e ficar seguros etc

    • Alguém se há algum significado de um tênis alstar em cima do muro, a semanas deixaram em cima do meu muro e como vivem rondando a casa e roubando a vizinhança de vez em quando, suspeito que seja um código.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui