21.3 C
São Paulo
domingo, dezembro 4, 2022

O Fantástico noticiou a mesma vacina anticovid em spray nasal que Bolsonaro havia indicado em 2021?

- Publicidade -

O programa dominical da Rede Globo teria omitido de reportagem que o presidente havia indicado uma vacina de Israel ao apresentar uma nova vacina em forma de spray! Será verdade?

A afirmação surgiu na segunda semana de junho de 2022, um dia após uma reportagem apresentada no programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão, mostrar uma nova vacina em forma de spray nasal contra o novo coronavirus.

Segundo o que foi espalhado nas redes sociais, a Globo foi hipócrita ao não citar que a vacina em spray nasal já havia sido apresentada um ano antes pelo presidente Jair Bolsonaro, mas teria caído em contradição ao enaltecer o imunizante agora!

Será que a Rede Globo ignorou a vacina nasal de Bolsonaro ao mostrar um medicamento semelhante em junho de 2022

Texto de uma das versões compartilhadas no Twitter: “Fantástico faz “especial” sobre spray nasal contra Covid de Israel, mas não cita Bolsonaro, que trata do produto desde fevereiro de 2021” (foto: Reprodução/Twitter)

Verdade ou mentira?

No dia 05 de junho de 2022, foi ao ar uma matéria no programa dominical Fantástico, na TV Globo, a respeito de uma nova vacina contra a COVID que deverá ser aplicada em forma de spray nasal.

Segundo a reportagem, a nova vacina – ainda em fases iniciais de testes por laboratórios do mundo todo – teria uma eficácia maior que as vacinas atuais, visto que ela atuaria mais rapidamente direto nas mucosas nasais.

O spray nasal é o mesmo que foi apresentado por Bolsonaro?

Não! São medicamentos diferentes.

No dia 16 de julho de 2021, o presidente Jair Bolsonaro publicou em seu perfil no Facebook que um spray nasal contra a COVID-19 havia começado a ser produzido em Israel. O medicamento, segundo o chefe do Executivo, seria o mesmo que o governo tinha ido conhecer em uma visita, 4 meses antes, naquele país do Oriente Médio.

- Publicidade -

No entanto, como foi apurado pelo jornal Estado de Minas na ocasião, O medicamento que a comitiva do governo foi conhecer em março daquele ano se chamava EXO-CD24, enquanto que o produto que o presidente apresentou foi o spray de óxido nítrico (NONS), da empresa canadense SaNOtize.

O medicamento alvo da visita da comitiva do governo federal a Israel, o EXO-CD24, ainda estava nos estágios iniciais de estudos e, como podemos ver nessa nota técnica do Ministério da Saúde.

Como mostrado nessa matéria de fevereiro de 2021, o EXO-CD24 ainda sequer tinha estudos publicados a respeito da sua eficácia. Apesar do medicamento já estar sendo usado no tratamento de câncer de ovário, os testes para o tratamento da COVID-19 ainda estavam em fase inicial quando virou uma das apostas do governo brasileiro no combate à COVID.

É importante ressaltar que o próprio inventor do medicamento disse em entrevistas que ainda são necessários muitos testes até que ele esteja disponível para a comercialização.

Após a vista a Israel, o governo brasileiro se voluntariou para testes, mas ficou por isso mesmo… De lá pra cá, o governo pouco falou sobre o produto (não encontramos mais nenhuma publicação a respeito no site do Ministério da Saúde).

Quanto ao spray nasal apresentado pelo Fantástico em junho de 2022, trata-se de outro medicamento que age de forma diferente no organismo. Por se tratar de uma vacina, o spray terá de ser aplicado antes do indivíduo se infectar com o coronavirus para que seu organismo aprenda a se defender da doença quando for exposto a ela.     

Como a própria reportagem mostrou, o produto ainda está em fase inicial de testes e estará disponível apenas daqui alguns anos.

Conclusão

Não é verdade que o Fantástico citou a “vacina nasal de Israel” em uma reportagem sem mencionar que o presidente Jair Bolsonaro havia apresentado esse mesmo imunizante um ano antes! A reportagem do Fantástico falou de uma possível vacina. Já o presidente havia apostado em um medicamento para tratar os sintomas da COVID e que ainda estava em fase de pré-testes.

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui