27.1 C
São Paulo
quinta-feira, dezembro 1, 2022

O Robô do PIX é golpe?

- Publicidade -

O sistema que promete ganhos rápidos chamado Robô do PIX é vendido em sites na internet, mas será que isso é seguro ou trata-se de um golpe?

O termo Robô do PIX apareceu aqui no Brasil, segundo dados do Google Trends, no começo de dezembro de 2021, tendo seu auge no dia 1º de janeiro do ano seguinte. Divulgado até por celebridades, o tal robô pode ser adquirido por preços que variam entre R$50 e R$200 e, de acordo com os vendedores, é uma série de ferramentas que fará com que comece a entrar dinheiro na conta do cliente sem o mínimo de esforço.

Mas será que o Robô do PIX é seguro? Ele gera essa renda mesmo para o consumidor ou trata-se de um golpe?

Verdade ou mentira?

O Robô do PIX é vendido como um software que promete ganhos de mais de R$30 mil por mês sem o menor esforço. Só que a verdade é outra.

Ao adquirir o produto, a vítima recebe um link para fazer o download de 2 scripts relativamente simples (um para ser usado como extensão do navegador e outro para ser instalado no smartphone). Ambos scripts fazem a mesma coisa: comentam automaticamente em posts do Instagram.

O termo “Robô do PIX” surgiu no final de novembro de 2021 e teve seu auge nas buscas feitas no Google no dia 1º de janeiro de 2022! (foto: Reprodução/Google Trends)

O “robô” pegou emprestado o nome do sistema PIX, criado pelo Banco Central para agilizar a transferência de valores entre contas bancárias. Como a marca PIX é reconhecidamente um sinônimo de agilidade e segurança, agregar o termo “PIX” ao produto pode passar uma certa confiabilidade ao esquema.

Na verdade, o “PIX” vem de uma época em que se faziam muitos sorteios de valores em dinheiro no Instagram, onde o ganhador recebia o prêmio via transferência PIX.

A ideia por trás do “Robô do PIX”, na teoria, é a seguinte:  

- Publicidade -

Uma vez configurado, o robô comenta várias vezes, de forma automática, em postagens de sorteio no Instagram. Como na grande maioria dos sorteios realizados por usuários do Instagram é preciso que você comente alguma coisa e marque algum amigo para concorrer, o robô faria isso por você (os vendedores juram que o script chega a fazer até 8.000 comentários automáticos por dia) e a sua preocupação seria apenas receber o dinheiro dos prêmios. 

Só que, na prática, você tem que procurar por sorteios no Instagram cuja regra é comentar e marcar algum amigo e configurar o script para comentar por você. Além do trabalho que você terá em realizar vários passos manualmente, o Instagram ainda pode bloquear o seu perfil temporariamente (ou banir para sempre) quando perceber que você está utilizando algum script para comentar em sua rede social.

Outro problema é que o Instagram tem diminuído cada vez mais o alcance das postagens de sorteios na sua plataforma. Grandes influenciadores que utilizavam essa rede para criar sorteios já pararam com isso, visto que essa prática já não está dando tanto engajamento como ocorria meses atrás.

Aliás, sorteios no Instagram são proibidos no Brasil e podem até dar cadeia, como foi explicado por essa matéria da Istoé Dinheiro.

Para não ser bloqueado, o usuário tem que fazer poucos comentários por hora, o que poderia ser feito tranquilamente de forma manual, como foi explicado no canal Gêmeos Investem, no YouTube. No vídeo abaixo, eles explicam que – além dos problemas já citados – o script é lento e trava toda hora. Eles também tentaram em contato com o suporte da empresa que lhes vendeu o “robô” e não tiveram resposta:

Até famosos ajudaram a divulgar

O tal Robô do PIX foi parar na boca de vários famosos que ajudaram a divulgar o “produto revolucionário”. O lutador Acelino Popó Freitas foi um dos patrocinados para falar bem do script. No entanto, como ele explicou em entrevista no podcast Flow, assim que descobriu que se tratava de um golpe, devolveu os R$ 100 mil do patrocínio:

Práticas desonestas

Entrando em alguns dos sites que vendem o tal Robô do PIX, podemos ver que eles usam as mesmas técnicas enganadoras de outros sites criados para aplicar golpes online. Assim como em um caso que checamos aqui no E-farsas, de um site que vendia um plugue que prometia economia de combustível, os sites do Robô do PIX prometem muitas coisas que não podem cumprir. Além disso, usam mecanismos para criar um senso de urgência no cliente, dando a entender que o produto é algo escasso e que irá acabar logo.

Por exemplo, logo no topo temos um letreiro chamativo avisando que só restam poucos robôs à venda (o que é curioso, pois se trata de um script que pode ser duplicado inúmeras vezes). Mais abaixo, um contador de tempo mostra que faltam apenas 19 minutos para o fim da promoção:

No entanto, basta recarregar a página para que o tempo restante da promoção volte a contagem regressiva de 19 minutos (ou 29 minutos, em alguns sites).

O script usado nesse site para gerar um contador que se renova a cada nova visita é semelhante ao usado em um golpe antigo, já investigado aqui no E-farsas. A vítima acaba clicando em comprar com medo de perder a “grande promoção”. 

Nesse outro site, o senso de urgência também é intensificado pelo aviso de que há apenas 5 últimos robôs à venda:

Sistema promete ganhos imensos sem nenhum esforço! Será verdade? (foto: Reprodução/Google)

Procuramos através dos sites de registro de domínios pelo endereço da loja e não encontramos nenhum dado de contato. Lojas idôneas possuem dados de contato à disposição.    

Os botões de suporte do site também não funcionam. Não há nenhuma forma de entrar em contato com a empresa na grande maioria dos sites que vendem o Robô do PIX:

Não adianta clicar no botão! Não tem suporte!

Outra versão

Além dessa versão do “Robô do PIX” voltado para sorteios no Instagram, outras surgiram para igualmente ludibriar os mais incautos. Existe também o Robô do PIX que promete ganhos vultosos (de até R$ 300 mil) através da compra e venda automática de criptomoedas. Na verdade, tudo não passava de mais um esquema fraudulento.

Desconfie de ganhos tão altos assim!

Qual é o perigo?

No caso do golpe do Robô do PIX, o mínimo que pode acontecer é a vítima perder o dinheiro da compra do “produto”, que pode variar entre R$50 e R$200, além correr o risco de ter a sua conta banida do Instagram. 

É bom tomar cuidado também ao instalar scripts e aplicativos de fontes desconhecidas no seu computador ou smartphone, pois você pode – sem saber – estar abrindo portas para futuras invasões.

Sem reembolso

Os sites fraudulentos prometem 7 dias para reembolso caso o cliente (ou a vítima, no caso) não fique satisfeito. Acontece que não há como entrar em contato com os golpistas para reaver o dinheiro. Em transações feitas com cartões de crédito é até possível de se tentar um estorno da grana, mas corre-se o risco de ter seu cartão clonado (pois não se sabe onde seus dados vão parar). Já no caso de pagamentos via boleto é bem mais complicado de se conseguir o “investimento” de volta.

No site Reclame Aqui, todas as reclamações a respeito do Robô do PIX são de clientes que tentaram pegar o dinheiro de volta e não conseguiram.

Conclusão

Desconfie de esquemas que prometem ganhos rápidos e fáceis! Quando a esmola é muita, até o santo desconfia! Não gaste dinheiro com o tal do Robô do PIX e, se possível, denuncie! 

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui