21.8 C
São Paulo
domingo, novembro 27, 2022

Pedofilia foi classificada como uma opção sexual! Será?

- Publicidade -

Notícia publicada em diversos sites e blogs afirma que a Associação Americana de Psiquiatria passou a classificar a pedofilia como uma opção sexual. Será verdade?

No final de outubro de 2013, muita gente compartilhou um texto afirmando que a APA (American Psychiatric Association) teria acabado de mudar a classificação da pedofilia (que era até então um transtorno) para somente uma orientação ou preferência sexual. De acordo com notícia, a nova classificação teria sido publicada na mais recente edição do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais e classifica a pedofilia como “uma orientação sexual ou preferência sexual desprovida de consumação, enquanto o ‘distúrbio pedófilo’ é definido como uma compulsão e usado para caracterizar os indivíduos que usam assim a sua sexualidade”. O referencial, segundo o manual, são crianças com menos de 13 anos de idade.

Será que isso é verdade?

(Foto: Reprodução/APA)
(Foto: Reprodução/APA)

Verdadeiro ou falso?

O que houve, no caso da notícia, foi um erro de interpretação do tal manual, mas a APA reconheceu uma falha por parte deles durante a elaboração do texto.

A Associação explicou em nota ao jornal Washington Times que o termo “orientação sexual” nunca é usado nos critérios de diagnóstico para o pedófilo e seu uso no DSM-5 (no manual publicado esse ano) foi escrito no sentido de “interesse sexual”, mas tem ciência que isso daria margem para interpretações dúbias e um novo manual já está sendo preparado com o erro corrigido.

Na verdade, a APA considera distúrbio pedófilo uma ‘parafilia’ e não uma ‘orientação sexual’. Esse erro será corrigido na versão eletrônica do DSM-5 e na próxima impressão do manual […] A APA está se esforçando firmemente para processar criminalmente aqueles que abusam sexualmente de crianças e adolescentes. Também apoiamos os esforços contínuos para desenvolver tratamentos para pessoas com transtorno pedófilo com o objetivo de prevenir futuros atos de abuso“, disse um porta-voz da organização ao jornal.

O termo que induz ao erro aparece na página 698 do manual, que foi lançado em maio de 2013.

Origens

O primeiro blog a difundir a notícia com o mal-entendido foi o americano Neon Tommy, em 25 de outubro de 2013. A partir daí, milhares de outros blogs e sites passaram a republicar a história. Cada um contando um pouco e aumentando um ponto (é assim o ditado?).

O bom da notícia ter se espalhado dessa forma foi que a Associação Americana de Psiquiatria percebeu que seu texto poderia ser usado de forma a “limpar a barra” de pedófilos e está correndo para desfazer o mal-entendido.

Conclusão

Além de um transtorno, a pedofilia continua sendo um crime!

 

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

23 COMENTÁRIOS

  1. Parece que o idiotismo programado está tomando conta do planeta: tem idiotas demais achando que “foi só um erro” e que a existência da “agenda gayzista” é coisa de “reaça di direita, essis higuinoranti”. MANIPULADOS ANALFABETOS!PALHAÇOS ESQUERDOPATAS!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui