Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Procurador da Lava-Jato disse “Não temos provas, mas temos convicção!”?

Falso

Procurador da Lava-Jato disse “Não temos provas, mas temos convicção!”?

A frase teria sido dita pelo procurador da Operação Lava-Jato Deltan Dallagnol ao apresentar denúncia contra o ex-presidente Lula, mas será que ele disse isso mesmo?

Após a coletiva de imprensa criada para explicar as denúncias contra o ex-presidente Lula, no dia 14 de setembro de 2016, a frase “não temos provas, mas temos convicção” que teria sido atribuída aos procuradores da Operação Lava-Jato se espalhou pelas redes sociais.

De acordo com que foi amplamente compartilhado, o procurador Deltan Dallagnol teria dito essa infeliz frase, que foi usada por muitos internautas para defender a inocência do ex-presidente.

Mas será que eles disso isso mesmo?

Será que essa história é verdadeira ou falsa?

nao_temos_provas

Verdadeiro ou falso?

Na verdade, um blog juntou duas frases separadas e ditas em trechos diferentes da apresentação dos procuradores Deltan Dallagnol e Henrique Pozzobon, tirando-as do contextoConfira a apresentação na íntegra no vídeo abaixo e veja que essa frase não é dita em nenhum momento:

Em duas partes de seu discurso, o procurador Dallagnol diz que o Ministério Público Federal  tem a convicção de que Lula seja o comandante do esquema cuja a operação Lava-Jato investiga há anos.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Em outro momento, o procurador Henrique Pozzobon afirma que “não existe prova cabal” de que Lula seria “proprietário no papel” de um apartamento no Guarujá (apartamento esse que teria sido usado para “disfarçar” pagamentos de propina).

“Precisamos dizer desde já que, em se tratando da lavagem de dinheiro, ou seja, em se tratando de uma tentativa de manter as aparências de licitude, não teremos aqui provas cabais de que Lula é o efetivo proprietário no papel do apartamento, pois justamente o fato de ele não figurar como proprietário do tríplex, da cobertura em Guarujá, é uma forma de ocultação, dissimulação da verdadeira propriedade”, afirma o procurador.

Em resumo: temos provas, mas não temos provas!

Origem do mal-entendido

Segundo o site BuzzFeed, tudo começou com uma postagem feita pelo site Conexão Jornalismo, no dia 14 de setembro de 2016. Na postagem original, não é citado o nome de nenhum procurador:

conexao

Minutos depois, a manchete foi editada e a frase foi colocada entre aspas, aumentando ainda mais a confusão:

sub-buzz-29874-1473967427-1

Conclusão

A frase “Não temos provas, mas temos convicção de que Lula é culpado!” não foi dita por nenhum procurador, mas uma junção de frases ditas por dois procuradores e, fora de contexto, se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais no dia 14 de setembro de 2016.

Continue lendo
36 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo