Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Ativistas dos Direitos Humanos foram presos por tráfico de drogas, na Bahia?

Crimes

Ativistas dos Direitos Humanos foram presos por tráfico de drogas, na Bahia?

Ativistas dos Direitos Humanos foram presos por tráfico de drogas, na Bahia?

Na noite do último domingo, 14 de abril de 2019, diversas mensagens teriam sido disparadas em grupos do WhatsApp espalhados pelo Estado da Bahia. A maioria das mensagens teria mencionado, que “membros dos Direitos Humanos” teriam sido presos na cidade de Lauro de Freitas sob a acusação de tráfico de drogas.

Um membro de nosso grupo no Facebook, inclusive, chegou a compartilhar algumas imagens de toda a alegada ação, porém não forneceu maiores detalhes. Fomos apenas questionados se o caso era verdadeiro ou falso.

Um membro de nosso grupo no Facebook, inclusive, chegou a compartilhar algumas imagens de toda a suposta ação, porém não forneceu maiores detalhes.

Enfim, será que membros de alguma comissão, conselho ou organização sem fins lucrativos, que lutam pelos Direitos Humanos, teriam sido presos sob tais circunstâncias? Será que essa informação realmente procede? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Parcialmente falso! Segundo o site de notícias “BNews”, um casal foi preso e uma adolescente foi apreendida em flagrante com drogas escondidas dentro de um veículo, na tarde do último domingo (14), na BR-324, nas proximidades da entrada do distrito de Humildes, que pertence a Feira de Santana, no Estado da Bahia, a aproximadamente 100 km de Salvador.

De acordo com a Polícia Militar foram encontrados 11 tabletes de maconha e uma porção de cocaína escondidos embaixo do banco traseiro e nas portas laterais do veículo. Ainda segundo a polícia, os suspeitos eram moradores do bairro de Itinga, na cidade de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador.

Segundo o site de notícias “BNews”, um casal foi preso e uma adolescente foi apreendida em flagrante com drogas escondidas dentro de um veículo, na tarde do último domingo (14), na BR-324.

De acordo com a Polícia Militar foram encontrados 11 tabletes de maconha e uma porção de cocaína (na foto)…

…escondidos embaixo do banco traseiro e nas portas laterais do veículo.

Os sites “Berimbau Notícias” e “Ocorrência Policial Bahia“, além do site do jornal “A Tarde” (com informações do site “Acorda Cidade”) também divulgaram essa mesma história.

Uma Informação Complementar Acabou Surgindo em Outros Sites de Notícias

No entanto, alguns outros sites, assim como o “PTN News” e o “Jacuípe Notícias” apresentaram uma informação complementar sobre toda essa história. Eles alegaram em suas manchetes, que uma das pessoas presas era “membro dos direitos humanos” (no sentido de ser uma ativista).

Essa pessoa em questão era Betiana Nunes Baião, 39 anos. Na abordagem realizada por uma unidade da CIPE (Companhia Independente de Policiamento Especializado) Litoral Norte foi encontrado um crachá do CEN (Coletivo de Entidades Negras), que por sua vez é uma organização sem fins lucrativos, com sede na Bahia, que atua pela garantia dos direitos civis das populações negras em seus múltiplos contextos.

No crachá, Betiana aparece como a filiada nº 210, do setorial (campo de atuação) dos Direitos Humanos da organização. Não foi mencionado se Betiana carregava somente esse documento de identificação.

No crachá, Betiana aparece como a filiada nº 210, do setorial de Direitos Humanos da organização.

É importante destacar nesse ponto, que os outros dois indivíduos não foram citados como membros do CEN. Ubiraci Marques dos Santos, 44 anos, foi citado apenas como pintor. Já o terceiro indivíduo era uma menor de idade, supostamente filha do casal.

Ainda segundo o “PTN News” e o “Jacuípe Notícias” foram apreendidos pela polícia: onze tabletes de maconha, uma certa quantidade de cocaína, um relógio de pulso, um celular, além do próprio veículo onde o casal e a adolescente estavam.

A Disseminação Distorcida da História Através do WhatsApp

Infelizmente, é possível que essas notícias tenham servido como base para a disseminação em massa, através do WhatsApp, de que “membros dos Direitos Humanos” (no sentido de ativistas) tivessem sido presos sob a acusação de tráfico de drogas. Isso não é verdade. Apenas uma mulher, que foi presa na ação, possuía um crachá identificando-a como filiada do CEN.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Na tarde de ontem (15), assim que essa história chegou ao nosso conhecimento, tentamos apurá-la para esclarecer alguns pontos relevantes.

A Tentativa de Contato com a CIPE Litoral Norte

Ligamos para todos os números disponibilizados no site da Polícia Militar do Estado da Bahia, referentes a companhia, porém eles não existem mais. De qualquer forma, a Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado da Bahia divulgou esse caso em seu site oficial.

De acordo com o comandante da CIPE Litoral Norte, tenente-coronel Ricardo Matos, Betiana (esposa de Ubiraci) confessou em depoimento, que um homem não identificado lhe ofereceu R$ 1.000 para fazer o transporte da maconha e da cocaína, que seriam negociadas na cidade de Serrinha. O casal, recolhido no Complexo Policial de Sobradinho, será encaminhado para audiência de custódia. Uma adolescente de 16 anos, que também se encontrava no veículo, foi ouvida e liberada.

A Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado da Bahia divulgou esse caso em seu site oficial.

A Tentativa de Contato com o CEN (Coletivo de Entidades Negras)

Também tentamos contato com o CEN, sucessivas vezes por volta das 16h30, através do número de telefone que consta no site da organização. Foram dez tentativas. Em oito ocasiões ninguém atendeu, e em duas atenderam, mas a ligação ficou muda.

De qualquer forma, o CEN divulgou uma nota sobre esse caso através de sua página no Facebook. Confira abaixo (arquivo):

NOTA PÚBLICA DO COLETIVO DE ENTIDADES NEGRAS (CEN) SOBRE PRISÃO DE EX-MILITANTE E CONTRA A CRIMINALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS…

Posted by CEN Brasil on Sunday, April 14, 2019

Um Resumo Básico

Resumidamente, o CEN alegou que Betiana, conhecida como Bete, é uma ex-militante da entidade. Ela teria atuado de forma muito dedicada no início da construção do núcleo da organização no Residencial Quinta da Glória, em Itinga, no município de Lauro de Freitas. O CEN teria auxiliado politicamente a organização da luta da comunidade contra a violência policial que, segundo a entidade, sempre foi a principal pauta daquelas pessoas na busca pelo acesso à Justiça.

A entidade também disse, que Betiana teria deixado de compor as fileiras do CEN há pelo menos dois anos, quando teria se mudado da Quinta da Glória, e que a organização não tem nenhuma relação com a ação criminosa flagrada pela polícia ou com qualquer outra prática delituosa.

O CEN declarou que não tem nenhuma relação com a ação criminosa flagrada pela polícia ou com qualquer outra prática delituosa.

A entidade considerou a divulgação do crachá de Betiana como uma “nítida tentativa de criminalização de uma organização do movimento social negro brasileiro, que é responsável por diversas denúncias de violação de direitos humanos e de violência policial, e que é um dos principais atores do debate por uma nova política sobre drogas no Brasil, com alcance internacional“.

Além disso, a nota também disse que, “sabendo da atuação do CEN para a proteção às vítimas dessa guerra às drogas racista, as forças conservadoras empreenderam mais esse esforço para demonizar nossa instituição, o que representa um ataque a todos aqueles e todas aquelas que lutam por direitos humanos, por um País mais igualitário e antiproibicionista“.

Conclusão

A informação que estaria circulando em grupos do WhatsApp, de que “membros dos Direitos Humanos” teriam sido presos por tráfico de drogas, na Bahia, é parcialmente falsa. Durante a abordagem policial, somente uma mulher chamada Betiana Nunes Baião, 39 anos, portava um crachá de identificação do CEN (Coletivo de Entidades Negras), que por sua vez é uma ONG em prol das populações negras, e que também luta pelos Direitos Humanos. O marido de Betiana e a menor de idade que se encontravam no veículo não possuem ou nunca teriam tido envolvimento com o CEN.

O crachá que Betiana carregava era autêntico, assim como o campo de atuação, os Direitos Humanos. Contudo, em nota, o CEN disse que Betiana é uma ex-militante da entidade. Ela teria tido uma participação muito ativa na construção de um núcleo da organização, na cidade de Lauro de Freitas, mas teria deixado de compor as fileiras do CEN há pelo menos dois anos. Na nota divulgada através do Facebook, o CEN não informou se Betiana, embora não mais atuante em suas fileiras, permanecia de alguma forma filiada ao CEN.

Infelizmente, não conseguimos contato com a CIPE Litoral Norte para esclarecer se Betiana portava algum outro documento de identificação além daquele crachá, e as razões pelas quais as fotos do documento acabaram sendo expostas publicamente. De qualquer forma, o CEN deixou claro, que não tem nenhuma relação com a ação criminosa flagrada pela polícia ou com qualquer outra prática delituosa. O CEN também condenou aquilo que eles classificaram como uma tentativa de criminalização de uma organização do movimento social negro brasileiro.

Continue lendo
23 Comentários

23 Comments

  1. Luiz

    16 de abril de 2019 em 9:03

    Direito$ humano$…Lamentável.

    • mahikeulbody

      16 de abril de 2019 em 9:47

      @Luiz: Você quer dizer que o CEN faz trafico de droga ?

      Poxa, você deveria ser menos egoísta e compartilhar suas informações conosco pois no artigo não vi nada permitindo essa conclusão…

      • Marcio Saviano

        16 de abril de 2019 em 10:32

        Caiu direitinho nessa conversa mole, né?

      • Luiz

        16 de abril de 2019 em 11:58

        mahikeulbody, você leu!?… viu que o crachá é autentico e ainda valido…preciso provar mais o que!? gostaria de saber porque estas ONGS recebem dinheiro do governo!? (suor meu e de quem trabalha como eu)…fazer doação com o suor dos outros é fácil, quero ver trabalhar pra caral____e doar seu próprio dinheiro.

        • mahikeulbody

          16 de abril de 2019 em 13:16

          @Luiz : acho que me enganei, você tem toda razao. Alias, agora que você me convenceu, se um funcionario da sua empresa fica preso por qualquer motivo que seja, vou exigir que você também fique preso. A final, precisaria provar mais o que jà que ele tem o cracha da empresa ?

          Falando do dinheiro do governo recebido por algumas ONGs (nem todas recebem), eu concordo com você que se todas fossem empresas criminosas seria muito chato. Mas fora de essas que cuidam de negros, lgbt, vitimas de violencia masculina, ajuda aos sem teto, etc…, as outras, ou seja as “boas” ONGs, elas fazem um trabalho que o governo nao tempo ou competencia para fazer mas acha necessario que seja feito.

          • Luiz

            16 de abril de 2019 em 14:48

            Mahi….meu Deus, reparou que no cracha dela está escrito DIREITOS HUMANOS, só fiz um trocadilho com o “$” no lugar do “S” que para o caso dela serve a carapuça…Quanto ao financiamento de ONGs pelo governo, tinha que ter consulta popular, o dinheiro é do povo o povo é quem autoriza ou não.

          • Tais

            18 de maio de 2019 em 0:06

            A questão é que alguns movimentos no Brasil endeusam ongs e pessoas que participam de certas minorias como se eles não cometessem erros. Todo mundo que é mal caráter é suscetível a ser preso por tráfico de drogas, negro, branco, rico e pobre.

        • Alan Souza

          16 de abril de 2019 em 15:09

          Primeiro, você nem sabe se o CEN recebe dinheiro do governo. Não ache, prove. Segundo, isso aconteceu com um militante de movimento social, não significa nem prova que TODOS os militantes de movimentos sociais são traficantes. Se for pra pensar assim, imagina o que a gente não vai dizer de quem emprega mãe e irmã de miliciano em seu gabinete, hein?

  2. Luis Carlos

    16 de abril de 2019 em 9:49

    São LADROES MESMO. Mesmo tendo sido presa em flagrante e com cracha autentico e ativo insistem em dizer que foi acao poilicial conservadora…ah tenha dó. TA NA HORA DE ACABAR MESMO COM ESSES MOVIMENTOS QUE SÓ SERVEM PRA DIVIDIR A POPULAÇÃO. Qualquer entidade IDONEA teria repreendido a atitude da militante ou ex militante e NÃO DEFENDERIA. Prisao e investigacao em cima dessa ONG que deve receber verba publica dos governos que eles chamam de fascista..

    • Marcio Saviano

      16 de abril de 2019 em 10:40

      Você já está com a conclusão na sua cabeça desde o início, não leu nada da matéria e está tentando achar alguma migalha que confirme sua ideia. Saí dessa cara! Tem noção do quanto é fora da realidade, um mundo paralelo, um delírio, isso que você falou???

    • Coaf Coaf

      16 de abril de 2019 em 10:45

      Claro, porque todos os integrantes da ONG são criminosos, né? Então seguindo sua lógica, o presidente é bandido e corrupto, já que seu filho está diretamente ligado ao escândalo dos Laranjas e das transações suspeitas do Queiroz.

  3. Marcio Saviano

    16 de abril de 2019 em 10:35

    Quer dizer que na linha de pensamento tosca dos “comedores de capim da internet” se o coroinha da igreja lá do interior do nordeste fumar um beck então o Papa Francisco um chefe de cartel de drogas pior que Pablo Escobar?

    • Alan Souza

      16 de abril de 2019 em 15:10

      Exatamente isso! Seguindo essa linha de raciocínio, o que não vão dizer dos políticos que empregam mãe e irmã de miliciano em seu gabinete?

  4. mahikeulbody

    16 de abril de 2019 em 10:57

    > Prisao e investigacao em cima dessa ONG.

    E bem significativo botar esses dois items nessa ordem 🙂

    A proxima vez, seja mais sincero, escreva so “Prisao”.

  5. Marcus

    17 de abril de 2019 em 2:17

    Ok apenas a mulher era militante da tal CEM, mas ainda sim membro de uma ONG ativista dos DH e Negros,(esses também conhecidos como massa de manobra politica e militante de esquerda!)

    • mahikeulbody

      17 de abril de 2019 em 5:04

      Esquerda, direitos humanos, negros ?! Chega, nao preciso mais provas !

      Um padre foi acusado de pedofilia. Podemos deduzir que todos que assistiam a suas missas sao a favor da pedofilia ? (anticipando sua pergunta : nao, infelizmente, esse padre nao é negro nem socialista).

      Voltando a ser serio : vamos deixar fazer a justicia, ela vai investigar.
      Aqui o trabalho foi de estabelecer os FATOS tal que estao conhecidos hoje.

      • Luiz

        17 de abril de 2019 em 9:12

        Sintomas detectado…Depressão pós eleição…Cura, autoanalise é o melhor tratamento.

        • mahikeulbody

          17 de abril de 2019 em 9:51

          Você esta muito enganado : nao sou brasileiro (e nem moro no Brasil), entao a depressao pos eleiçao… Bom, pelo menos você tentou esconder a sua falta de argumentos. Todos nao tem essa lucidez.

  6. Samuel

    17 de abril de 2019 em 10:48

    Defender, homenagear milicianos pode né? Só não pode ser militante de uma ONG ligada à defesa dos direitos humanos e se envolver com drogas, táokei!!!! Enquanto mais que a droga estava sendo transportada em um carro velho, mas se fosse em helicóptero podia numa boa! Quanta hipocrisia, quanta idiotice!!!!

  7. Luiz

    17 de abril de 2019 em 11:32

    Quem ta defendendo miliciano ou traficante aqui!? quem cometeu algum crime terá que responder na medida da lei, ao menos é o que o atual presidente falou…se quiser mando o tal do LINK.

  8. Random

    17 de abril de 2019 em 19:09

    Conclusao demasiada grande e nao diz o possivel envolvimento da suposta ativista no caso. Bastaria colocar “A suposta ativista dos DH é na verdade uma ex-ativista da ONG CEN(Coletivo de Entidades Negras)e não teve envolvimento em trafico de drogas” e se necessario dar mais detalhes

  9. ellen

    20 de abril de 2019 em 17:48

    Então apenas o plural na manchete é fake, Deveria ser “Ativista dos Direitos Humanos foi presa por tráfico de drogas, na Bahia”

    • Professor Vete

      21 de abril de 2019 em 6:46

      Não. Leia de novo, desta vez interpretando o texto. Deveria ser “EX ativista dos Direitos Humanos foi presa por tráfico de drogas, na Bahia”

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Topo