Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Uma câmera escondida gravou um discurso na ONU confirmando o primeiro contato humano com seres extraterrestres?

Viral

Uma câmera escondida gravou um discurso na ONU confirmando o primeiro contato humano com seres extraterrestres?

Uma câmera escondida gravou um discurso na ONU confirmando o primeiro contato humano com seres extraterrestres?

Será verdade que uma câmera escondida gravou o momento em que foi realizado um discurso na ONU, que por sua vez revelou o primeiro contato da civilização humana com seres extraterrestres? Desde o dia 29 de janeiro de 2019, um estranha filmagem vem circulando em fóruns de discussão voltados ao debate de temas conspiratórios, e canais no YouTube, que geralmente divulgam filmagens de supostos OVNIs.

Entretanto, será que realmente dessa vez temos uma prova cabal, que os líderes mundiais têm conhecimento sobre a existência de seres extraterrestres? Será que fizemos contato pela primeira vez com seres de outros planetas, e estão escondendo essa informação da população? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

O Vídeo que Está Sendo Divulgado nas Redes Sociais, Fóruns de Discussão e no YouTube

Conforme dissemos anteriormente, no dia 29 de janeiro de 2019, um estranho vídeo foi publicado por um usuário chamado “JassLatta65”, no YouTube. O usuário alega não ser o autor do vídeo, que teria apenas copiado de uma outra conta, porém aquela que seria a fonte original não se encontra mais disponível na plataforma. Confiram o vídeo abaixo que, em seguida, iremos comentar rapidamente sobre ele.

Intitulado “UN hidden camera: the first UFO contact happened, Pentagon Pyramid” (“Câmera escondida na ONU: o primeiro contato ufológico aconteceu, Pirâmide do Pentágono”, em português), o vídeo foi apresentado como sendo a filmagem de um discurso na ONU, em uma sessão fechada, que teria sido gravada a partir de uma câmera escondida. O motivo? A NASA estaria anunciando aos líderes mundiais que, finalmente, pela primeira vez, a civilização humana fez contato com seres extraterrestres.

Inicialmente, é possível ouvir uma voz dizendo para que fossem evitadas quaisquer perguntas durante o discurso, e que as câmeras fossem desligadas. A gravação do discurso não era permitida, e que se empresas ou canais de televisão transmitissem o tal discurso, elas seriam processadas. Então, a voz dá as boas-vindas a Aliya Prokofyeva, uma visionária do setor espacial, fundadora de uma plataforma espacial internacional chamada Galactica.

Em seguida, Aliya começa o seu discurso citando Maria Fernandes Espinosa Garces, que é a atual presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas e, então, diz que precisava fazer um anúncio. Aliya disse que, em dezembro de 2018, houve um contato extraterrestre. Um objeto metálico, com formato semelhante a uma pirâmide, havia aparecido sobre o Pentágono, Washington D.C., nos Estados Unidos. Um objeto voador não identificado, medindo aproximadamente 100 metros, rotacionou em seu próprio eixo a uma altitude de 500 metros. Um grupo de tarefas operacionais da NASA especializado em receber e processar dados vindos do espaço, recebeu dados enviados pelo objeto. Aliás, no exato momento em que Aliya estava discursando, os dados estavam sendo processados e investigados pela NASA.

Em seguida, Aliya começa o seu discurso citando Maria Fernandes Espinosa Garces, que é a atual presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas e, então, diz que precisava fazer um anúncio. Aliya disse que, em dezembro de 2018, houve um contato extraterrestre

As informações a partir de radares, informação visual e a fixação dos sinais de rádio recebidos do objeto voador não identificado foram obtidas. De acordo com os dados que possuíam, eles podiam dizer que o objeto, que sobrevoou o Pentágono, era uma aeronave de origem desconhecida. Hipoteticamente extraterrestre, mas sem apresentar sinais de agressividade.

Então, aparentemente, a câmera é tampada e ouvimos apenas a voz de Aliya dizendo: “A rajada rápida de rádio repetente, chamada FRB 180814.J0422+73, que foi gravada por especialistas no observatório CHIME, no Vale Okanagan, na Colúmbia Britânica, corresponde ao padrão do sinal fixado pela NASA, oriundo do objeto que sobrevoou o Pentágono. Atualmente, já existe um trabalho em andamento para calcular as coordenadas da fonte do sinal e a correspondente localização celestial

Quem é Aliya Prokofyeva?

Em seu perfil na rede social LinkedIn, Aliya se autodenomina como uma visionária espacial, fundadora de uma iniciativa espacial global chamada “Galaktika“. O principal projeto dessa iniciativa seria construir a EFIR, a primeira cidade no espaço, e principal missão seria tornar o espaço mais próximo da humanidade. Também é mencionado que Aliya é palestrante nos principais eventos mundiais, escreve como colaboradora da revista Forbes, sendo até mesmo conselheira de um dos projetos da NASA.

Em seu perfil na rede social LinkedIn, Aliya se autodenomina como uma visionária espacial, fundadora de uma iniciativa espacial global chamada “Galaktika”

Fundada em 2016, a “Galaktika” já teria até mesmo recebido prêmios de um dos programas da Agência Espacial Europeia. O principal objetivo do projeto “Galaktika” seria aumentar a consciência das pessoas em relação ao espaço, inspirando-as a fazer uma mudança global na consciência, e criar oportunidades para a humanidade viver no espaço. Segundo Aliya, o projeto já contaria com o apoio de 3.000 membros de 16 países, incluindo artistas, cientistas, engenheiros e empresas interessadas. Aliás, ela também pretende criar uma “cidade espacial” em terra firme, em uma área de 100.000 m², em Singapura, prevista para ser inaugurada em 2021.

O principal projeto dessa iniciativa seria construir a EFIR, a primeira cidade no espaço, e principal missão seria tornar o espaço mais próximo da humanidade

Em seu perfil na plataforma “Crunchbase”, Aliya alega que nasceu em 14 de setembro de 1986 (teria atualmente 32 anos), em uma família de astrofísicos. Em sua página pessoal, ela menciona que sua mãe administrou o Observatório Astronômico de Pulkovo, em São Petersburgo, na Rússia, e que seu tio trabalhou no Instituto de Astronomia Aplicada, na extinta URSS.

Apesar de todo seu interesse pelo espaço, Aliya não tem qualquer formação acadêmica nesse sentido. Segundo seu perfil no LinkedIn, Aliya seria formada em Administração pela Universidade Estadual de São Petersburgo, teria um bacharelado em “Estratégia de Negócios” pela Trinity College, em Dublin, na Irlanda, e um outro bacharelado em Fashion Marketing pela Escola de Gestão SDA Bocconi, em Milão, na Itália.

Apesar de todo seu interesse pelo espaço, Aliya não tem qualquer formação acadêmica nesse sentido. Segundo seu perfil no LinkedIn, Aliya seria formada em Administração pela Universidade Estadual de São Petersburgo, teria um bacharelado em “Estratégia de Negócios” pela Trinity College, em Dublin, na Irlanda, e um outro bacharelado em Fashion Marketing pela Escola de Gestão SDA Bocconi, em Milão, na Itália.

Além disso, apesar de suas alegadas qualificações e intenções, Aliya Prokofyeva (Алия Прокофьева) soa ser mais uma daquelas pessoas, com ideias mirabolantes e nomes fantásticos, que surgem de tempos em tempos na mídia internacional. Tais projetos muito raramente ou nunca saem do papel, embora atraiam a atenção de inúmeras pessoas, que acreditam em suas palavras, e até mesmo financiam tais ideias.

Em uma rápida pesquisa, fomos capazes de encontrar uma série de artigos dela no site russo da revista Forbes, cujos temas são bem diversos (família, identidade de gênero, até exploração comercial do espaço). Porém, não foi possível encontrar qualquer projeto, que ela participe na NASA, nem os tais prêmios que o projeto “Galaktika” teria recebido de um dos programas da Agência Espacial Europeia, tampouco quaisquer informações concretas, que o tal projeto esteja em andamento. Tudo o que existe até hoje, se resume a apenas uma apresentação artística. Nem mesmo há informações sobre quaisquer obras que estejam em andamento para a criação da “cidade espacial” em Singapura.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Enfim, e quanto ao vídeo? Ele é verídico? É isso que vocês vão descobrir a seguir!

Verdadeiro ou Falso?

O vídeo é falso! Aliya Prokofyeva nunca fez nenhum discurso na ONU. Na verdade, houve uma grande manipulação digital, de certa forma muito bem feita (apesar dos erros de iluminação), que utilizou como base um outro vídeo, que pertence a Agência Anadolu, e se encontra no “Getty Images”, onde Recep Tayyip Erdoğan, presidente da Turquia, desde 2014, discursou no Conselho de Segurança das Nações Unidas! Confiram o vídeo original, que foi publicado em um canal de terceiros, no YouTube:

O discurso do presidente turco aconteceu no dia 25 de setembro de 2018, quando Erdoğan manifestou seu descontentamento com o conselho, alegando que o mesmo servia apenas aos cinco membros permanentes com direitos de veto (os Estados Unidos, a Rússia, a China, a França e a Grã-Bretanha). Ele disse que os tais membros estavam “em estado de ócio diante das opressões em outras partes do mundo.”

Confiram também o comparativo de ambos os vídeos feito pelo Scott Brando, do UFO of Interest, que é um dos principais investigadores de hoaxes de cunho ufológico, e que foi o responsável por identificar o vídeo original:

Apesar do vídeo ser falso, ainda há algumas discussões em aberto. Há quem diga, por exemplo, que devido aos erros de iluminação presentes no vídeo falso, Aliya Prokofyeva teria gravado o discurso utilizando um cromaqui (ou chroma key, a famosa técnica de efeito visual, que consiste em colocar uma imagem sobre uma outra através da anulação de uma cor padrão, geralmente o verde). Nesse caso, Aliya Prokofyeva teria envolvimento nessa farsa, que poderia ser apenas para promovê-la, assim como o projeto “Galaktika”. Tudo vem indicando, que foi exatamente isso que aconteceu, mas até o momento da publicação desta postagem, Aliya não se pronunciou oficialmente sobre o ocorrido (caso isso aconteça, atualizaremos vocês através desta mesma postagem).

Por outro lado, há quem acredite que Aliya tenha sido vítima de “Deep Fake”, uma tecnologia usada para colocar o rosto de uma pessoa em outra em um vídeo. Porém, há muitos problemas com essa segunda hipótese. O rosto de Aliya não apresenta nenhum artefato ou anomalia, que geralmente ocorre na aplicação dos filtros, e seus movimentos são bem diferentes daqueles executados por Erdoğan, ou seja, aparentemente Aliya teria mesmo gravado essa atuação, que posteriormente foi inserida digitalmente para compor o vídeo falso.

E as Informações Fornecidas no Vídeo? Existe Alguma Coisa que Seja Verdadeira?

As informações mencionadas por Aliya Prokofyeva são baseadas tanto em elementos reais, quanto ficcionais.

Aliya mencionou, por exemplo, que um OVNI de formato piramidal, com cerca de 100 metros, teria sobrevoado a capital norte-americana, a uma altura de 500 metros, em dezembro de 2018. Essa alegação é baseada em uma série de vídeos que viralizaram no finalzinho do ano passado, no YouTube. Confira abaixo um desses vídeos:

O problema é que todos os vídeos publicados sobre esse caso são falsos! Nunca houve qualquer OVNI em formato piramidal sobrevoando o Pentágono.

Outra informação mencionada foi sobre a FRB 180814.J0422+73, que foi descoberta em meados de 2018, através de um radiotelescópio canadense, o CHIME (acrônimo para “Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment” ou “Experimento Canadense de Mapeamento de Intensidade de Hidrogênio”, em português). O CHIME está montado no Observatório Rádio-Astrofísico Dominion, na Colúmbia Britânica, no Canadá. Para saber exatamente o que é uma FRB e maiores detalhes sobre esse assunto, acesse a seguinte postagem: “A BBC censurou uma cientista por falar na possibilidade de sinais de uma civilização alienígena?

A FRB 180814.J0422+73 foi descoberta em meados de 2018, através de um radiotelescópio canadense, o CHIME (acrônimo para “Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment” ou “Experimento Canadense de Mapeamento de Intensidade de Hidrogênio”, em português). O CHIME está montado no Observatório Rádio-Astrofísico Dominion, na Colúmbia Britânica, no Canadá

A FRB 180814.J0422+73, se repetiu por seis vezes, ou seja, os cientistas foram capazes de detectar seis rajadas rápidas de rádio de uma mesma posição no céu. Acredita-se que essas rajadas vieram de uma galáxia a 1,5 bilhão de anos-luz de distância da Terra, porém devido as diversas interferências que os pulsos de rádio sofrem ao longo do caminho, pode ser que tenham vindo de um ponto ainda mais distante. Os cientistas ainda precisam de tempo para tentar encontrar o local exato de onde esses pulsos repetidos vieram, e que demoraram 1,5 bilhão de anos, viajando a velocidade de luz (300.000 km/s), para chegar até o nosso planeta.

Os cientistas não sabem exatamente o que gera essas rajadas rápidas de rádio. Ao longo do tempo, algumas hipóteses foram aventadas, tais como: explosão de supernovas; estrela de nêutrons com um campo magnético muito forte, que esteja girando muito rapidamente; duas estrelas de nêutrons se fundindo; eventos que ocorrem ao redor de buracos negros massivos etc… Apesar de tantas possibilidades plausíveis e naturais, algumas pessoas gostam da ideia, embora fantasiosa e extremamente improvável, de que as FRBs são sinais emitidos por civilizações extraterrestres avançadas. Porém, estamos bem longe de qualquer comprovação em relação a essa última possibilidade.

Conclusão

O vídeo é falso! Apesar de ainda não sabermos exatamente as intenções de Aliya Prokofyeva, ela não fez nenhum discurso na ONU, e muito menos houve qualquer anúncio sobre o primeiro contato oficial da civilização humana com seres extraterrestres.

Continue lendo
5 Comentários

5 Comments

  1. Pingback: Uma câmera escondida gravou um discurso na ONU confirmando o primeiro contato humano com seres extraterrestres? - Blog Ultradicas

  2. Pingback: Uma câmera escondida gravou um discurso na ONU confirmando o primeiro contato humano com seres extraterrestres? - IEN BR

  3. William Riga

    1 de fevereiro de 2019 em 15:06

    Muito bom trabalho!

  4. johndalison tenório

    26 de agosto de 2019 em 12:29

    Parabéns! É preciso observar os detalhes para perceber a montagem! É só observar no militar que ficou por trás da poltrona. No vídeo falso da fundadora da Galaktika aparece uma misteriosa mancha sobrepondo a mão do militar. No vídeo original ao se movimentar é a cabeça do Erdogan que se sobrepõe a mão do militar. Me pareceu que quem editou o vídeo não percebeu isso e se o percebeu, apostou no impacto emocional da mensagem de Aliya. Mais uma vez parabéns!

    • Marco Faustino

      28 de agosto de 2019 em 17:36

      Olá Johndalison,

      Fico feliz que tenha acompanhado a postagem! Agradecemos pelo carinho! 😀

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo