today-is-a-good-day
26.8 C
São Paulo
segunda-feira, abril 15, 2024

A PM prendeu líderes do PT que colocaram fogo nos ônibus em Brasília?

- Publicidade -

É verdade que a Polícia Militar prendeu 3 manifestantes que colocaram fogo em ônibus e descobriu que eles eram petistas infiltrados?

O texto, acompanhado de fotos, começou a se espalhar através de grupos do WhatsApp e do Telegram no final da primeira quinzena de dezembro de 2022. De acordo com o que foi compartilhado, a Polícia Militar do Distrito Federal teria capturado três dos criminosos que atearam fogo em um ônibus na capital do país.

A publicação ainda afirma que os presos teriam confessado que cada um recebeu pagamento do Partido dos Trabalhadores (PT) para se infiltrar nas manifestações pacíficas contra o resultado das eleições e, dessa forma, confundir a opinião pública!

Será que isso é verdade?

Texto de uma das versões compartilhadas no WhatsApp: “ACABO DE RECEBER A INFORMAÇÃO DIRETO DA PMDF, HOJE 13/12/2022 *A PM prendeu três vagabundos ele confessaram na Delegacia Distrital que receberam. R$ 200,00 de um dos Líderes do PT de Brasília para tocar fogo em um Ônibus. Após, eles reconheceram por fotografias quem os pagou e ordenou os ataques aos ônibus. O elementos encontram se custodiados na DP.” (foto: Reprodução/WhatsApp)

Verdade ou mentira?

Até o dia 14 de dezembro de 2022, apenas o indígena José Acácio Serere Xavante havia sido preso no escopo das manifestações contra o resultado das eleições presidenciais. Fora ele, ninguém ainda havia sido preso em razões dos atos terroristas executados em Brasília nos últimos dias.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal afirmou que:

“não foram constatadas prisões relacionadas aos distúrbios civis ocorridos[…] para redução dos danos e para evitar uma escalada ainda maior dos ânimos, a ação da Polícia Militar se concentrou na dispersão dos manifestantes”

Portanto, a afirmação de que no dia 13 houve a prisão de “três vagabundos” é falsa

No dia 15 de dezembro de 2022, a Polícia Federal iniciou uma operação de busca e apreensão em endereços de cerca de 100 pessoas envolvidas em manifestações antidemocráticas em diversos estados, mas os sujeitos que aparecem nas fotos compartilhadas não estão entre os suspeitos.

Na verdade, as imagens são de detentos que fugiram da cadeia pública de Andirá, no Paraná, no dia 13 de dezembro de 2022. Os fugitivos, vinte ao todo, conseguiram escapar por um buraco que havia sido feito dentro de uma das celas e, de acordo com a Polícia, quatro deles já foram recapturados.

Conclusão

- Publicidade -

Não é verdade que 3 petistas foram presos pela PMDF sob a acusação de terem colocado fogo em um ônibus no Distrito Federal! 

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla! Autor do livro de ficção Marvin e a Impressora Mágica!

Últimas Atualizações

- Publicidade -Compre o livro Marvin e a impressora Mágica de Gilmar Lopes

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui