20.1 C
São Paulo
segunda-feira, dezembro 6, 2021

O Padre Marcelo Rossi gravou áudio pedindo voto para o Bolsonaro?

- Publicidade -

Será que o padre Marcelo Rossi gravou mesmo um áudio pedindo votos para o candidato Jair Bolsonaro?

O áudio compartilhado através de grupos do WhatsApp e que se espalhou também no Facebook surgiu na primeira quinzena de setembro de 2018 e é associado ao padre Marcelo Rossi.

Nele podemos ouvir as palavras de uma voz masculina semelhante à do padre, pedindo (dentre outras coisas) que os eleitores votem no candidato à Presidência Jair Bolsonaro, pois – segundo o áudio – “[Bolsonaro] É o único que tem chance de interromper esse plano de governo que os partidos de esquerda sonham em construir”.

Em apenas uma das publicações do vídeo de uma foto do padre Marcelo Rossi com o áudio, o assunto já havia sido compartilhado mais de 88 mil vezes!

Será que o padre Marcelo Rossi é o dono dessa voz?

Verdade ou mentira?

Apesar da voz ser muito parecida com a do padre Marcelo Rossi, não foi ele o autor dessa mensagem!

O próprio padre gravou um vídeo explicando que não falou nada sobre eleições e que muita gente estava compartilhando como se fosse ele:

https://www.facebook.com/padremarcelorossi/videos/1878750648878283/

 

Autor da voz   

- Publicidade -

Uma busca na web e descobrimos que tudo indica que o autor da mensagem em apoio ao candidato Bolsonaro é o apóstolo Rina, da igreja Bola de Neve:

Mesmo o Brasil sendo um Estado Laico, parece ser comum a Religião se misturar com a Política em nosso país! 🙁

Conclusão

O áudio pedindo votos para Jair Bolsonaro não foi gravado pelo padre Marcelo Rossi!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

15 COMENTÁRIOS

  1. “Mesmo o Brasil sendo um Estado Laico, parece ser comum a Religião se misturar com a Política em nosso país! 🙁”
    Comentário desnecessário. O autor desse site além de não conseguir esconder sua tendência esquerdista desconhece o que é liberdade de expressão.

    • Liberdade de expressão é diferente de manobra de massa! O sujeito tem uma posição privilegiada na sociedade, é líder de milhões de pessoas e tem isenção de impostos para usar isso politicamente! Se você acha isso justo, acredito que a sua tal “tendência política” está muito errada!
      Usar a religião para falar de política é muito errado! Aliás, na minha opinião, as religiões tem que acabar!
      Um pastor deve, sim, conversar com o seu rebanho a respeito de todos os assuntos (inclusive de política). No entanto, fazer com que seus fiéis votem em determinado candidato é ERRADO em todos os níveis!

      • Isso, apoiem o.Brasil ser afundado por um partido q destrói a família, os princípios bíblicos e as únicas coisas q ainda seguram o Brasil de não ser uma Sodoma e Gomorra, Bolsonaro não é a melhor opção, mais a única q temos HOJE DE BARRAR A QUADRILHA DE LADROES DE ACABAREM DE VEZ CONOSCO, ACORDEM

  2. Padre Marcelo está certo “a verdade vos libertará”. O caminho do Bolsonaro e de seus asseclas não é o caminho da verdade, é o caminho da mentira, da difamação, isso já está claro, logo seu caminho só nos escravizará.

  3. Nunca poderia ser do apostolo rina do bola de neve….vcs não sabem oque dizem.
    Tudo q foi esclarecido pelo padre marcelo se foi ele ou não, o contexto é verdadeiro.
    Isso q importa!!

  4. Você só esqueceu de dizer q nós,igreja tbm votamos. Parti optamos ativa e diretamente das decisões políticas do país como qlqr cidadão.Logo, tem tudo a ver sim falar de política inclusive e principalmente dentro das igrejas. Se a questão for imposto, pois taxe-se as igrejas, TODAS elas. Outra coisa, ele colocou o posicionamento dele,e pede q as pessoas reflitam,não está colocando uma faca no pescoço de ninguém e forçando a votar em A ou B. É o papel dele SIM como pastor ORIENTAR, não decidir por sua igreja em quem eles devem votar. Ora, se a questão é posição, o que dizer dos artistas q tbm sao tão influenciadores de milhões quanto e têm feito isso em relação aos seus ideais e candidatos, por quê não um pastor? Me poupe!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui