Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Afinal, a garota sofreu estupro coletivo ou não?

Crimes

Afinal, a garota sofreu estupro coletivo ou não?

Será que a história da adolescente que teria sido estuprada por vários homens ao mesmo tempo em Jacarepaguá é verdadeira ou falsa?

Quando publicamos aqui no E-farsas o boato afirmando que os 33 estupradores que violentaram uma jovem de 16 anos no subúrbio do Rio de Janeiro haviam sido esquartejados na cadeia, muitos leitores levantaram a suspeita de que essa história de estupro poderia ser falsa, que a moça teria inventado tudo isso!

Para esclarecer essa história, resolvemos publicar esse resumo com últimas notícias a respeito desse assunto. Afinal, a moça foi mesmo estuprada ou não?

Vítima de estupro coletivo inventou tudo isso?

Vítima de estupro coletivo inventou toda essa história?

Verdade ou farsa?

Em primeiro lugar, é preciso se tomar muito cuidado para não cairmos nas armadilhas do “pré-conceito” criadas pela cultura do estupro (esse artigo do Nexo Jornal explica bem o que isso significa). Numa sociedade machista e patriarcal, muitas vezes a violência contra a mulher acaba sendo banalizada e, em grande parte das vezes, a vítima acaba virando a vilã da história!    

Fotos tentam desmoralizar a moça!

Fotos reais tentam desmoralizar a moça!

Assim que as imagens da adolescente inconsciente se espalharam pela web, vários grupos começaram a caçar fotos da mesma garota segurando armas e fazendo caras e bocas. Os comentários que se seguiram eram do tipo:

“Ah, mas tá explicado! Ela já gostava de orgias e de malandro! Tinha mais é que ser estuprada mesmo!”.

Lembrando que o “simples” fato dos vagabundos terem divulgado imagens da garota nua com eles tocando as partes íntimas da menor já se configura crime previsto no Código Penal. Em 2009, a Lei 12.015 foi alterada e passou a considerar, além da conjunção carnal, atos libidinosos também como crime de estupro.

Portanto, é bom lembrar aqui que, para quem ainda está defendendo essa cambada de criminosos, apologia ao crime também é crime!

Vários leitores do E-farsas se manifestaram nos comentários, afirmando que essa história poderia ser uma invenção da garota, que essa história estava mal contada etc. Os principais argumentos seriam que a vítima teria demorado a dar queixa e que o laudo pericial não teria comprovado violência.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

De fato, os primeiros laudos divulgados pelo então chefe da Polícia do Rio, o delegado Fernando Veloso, não encontraram vestígios de sangue e/ou de sêmen na vítima, mas isso não é algo definitivo, visto que a moça demorou alguns dias para prestar queixa.

Em sua defesa, a advogada e a mãe da vítima disseram que a adolescente estava com muito medo e, por isso, demorou para se apresentar à polícia!

A moça também reclamou da conduta do policial, que a teria tratado como se ela fosse a culpada pelo crime bárbaro. A pedido da defesa da vítima, no dia 29 de maio de 2016, a investigação foi transferida para a Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima.

No dia seguinte (30/05/2016), a delegada que passou a comandar as investigações, Cristiana Bento, confirmou que possui provas suficientes para afirmar que o crime está comprovado.

“Minha convicção é que houve estupro. Está lá no vídeo, que mostra um rapaz manipulando a menina. O que eu quero agora é verificar a extensão desse estupro, quantas pessoas praticaram esse crime”, disse a delegada da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) em entrevista coletiva à imprensa.

O atual chefe da Polícia Civil do Rio, Fernando Veloso, também confirma que houve mesmo o crime de estupro:

“As imagens retratadas no vídeo mostram mais de uma voz, fazem narrativa do estupro acontecido antes. Ele toca e manipula a jovem, que parece estar desacordada. Este ato é um estupro. Este estupro está evidenciado nas imagens.”, disse o delegado.

A Justiça emitiu ordens de prisão para seis dos envolvidos no crime. Uma delas é para o sujeito apontado como chefe do tráfico do morro da Barão, onde fica a casa em que a menina foi estuprada.

Apenas dois (até o momento) foram presos. Um jogador de futebol – que afirmou ter uma relacionamento sério com a moça (mas que teria dormido com outra mulher nessa noite) – e outro sujeito que disse ter feito sexo com a vítima, mas que teria feito isso com o consentimento dela!

Até agora não se sabe quantas pessoas estão envolvidas nesse crime!

Conclusão

Nada justifica o estupro! Mesmo que a moça apresente um “comportamento fora dos padrões” nas redes sociais (ou fora delas) nada justifica ser violentada! Ainda que ficasse comprovado que esse monte de “anjinhos” não tenha encostado nenhum dedo na “malvada, vagabunda e asquerosa” vítima, só o fato de se filmar manipulando o órgão sexual da moça já caracteriza estupro! Já está confirmado o estupro e Justiça está atrás dos culpados! 

Continue lendo
171 Comentários

171 Comments

  1. Analisando tudo

    30 de maio de 2016 em 22:59

    Tenho algumas perguntas sobre o caso… Como ela conseguiu se livrar dos estupradores? Geralmente eles matam e somem com o corpo, para encobrir o crime… Como ela conseguiu contar os 33 com a maior frieza, após acordar de um abuso desses? Ela saiu do local, e depois voltou para buscar o celular dela numa boa? Por que ela denunciou somente dias depois, quando o vídeo foi parar na internet? A menina em questão, deixa claro em seu facebook, que gosta de dar pra bandido “mamar” o bonde todo… Todos sabem que ela é drogada… Quem garante que ela não deu pra todos porque tava loucona, e quando viu que o vídeo foi pra internet, simplesmente disse que foi abusada (muito comum isso ocorrer)… Enfim, se realmente foi vítima, castração nesses vagabundos! Mas não coloco minha mão no fogo por essa menina, que tem um histórico gritante de orgias!

    • Bruna

      31 de maio de 2016 em 18:16

      Na verdade, você mesmo já respondeu o questionamento. “Quem garante que ela não estava drogada e deu pra todo mundo”. Se eles praticaram ato sexual com ela fora dos sentidos, é estupro sim.

      • Vinicius

        1 de junho de 2016 em 14:29

        E se eles também estavam drogados, então pode-se dizer que ela também os estuprou?

        • Eu™

          1 de junho de 2016 em 15:20

          Não.

          Que lógica falha essa sua hein?

          • Eliel

            1 de junho de 2016 em 15:51

            Sim, o direito é igual para todos. Observe o que diz essa psiquiatra exatamente sobre isso: https://www.youtube.com/watch?v=t4C11xiFyz4

          • Eu™

            1 de junho de 2016 em 16:39

            Errado novamente. Tente de novo.

        • Carlos e Amélia

          3 de junho de 2016 em 15:35

          Se fosse ao contrario a justiça iria averiguar a desvantagem, será que um unico drogado de 16 anos conseguiria abusar de várias drogadas de 20 a 41 anos?

      • JEFFERSON AUGUSTO ELLENA CABRAL

        16 de julho de 2019 em 10:11

        A reportagem falou, falou, falou e não disse nada além do que foi divulgado em todas as redes de televisão…. Reportagem “quase” inútil.

    • Rafaela Meneguetti

      1 de junho de 2016 em 14:26

      Oi só gostaria de dizer uma coisa .. é a primeira vez que me manifesto pro assunto .. e o q tenho a dizer é : NA MINHA OPNIAO a menina estando drogada ou nao , ter aceitado “dar” pra tantos ou nao, tirar foto com arma ou nao, usar roupas curtas ou nao … Nao da direito desses caras transarem com ela a esse ponto … Ser exposta a isso … Só quem ja passou por tal atrocidade sabe como as noites e os sonhos ou melhor pesadelos passam a te perseguir … Se ela inventou isso ou nao .. de uma coisa tenho certeza … ela sente medo … Nao somos nós que devemos julgar ela … e sim Deus … Isso era o q eu tinha pra dizer … obrigada por ouvir(ler) …

    • Helton

      2 de junho de 2016 em 8:22

      Na verdade esse papo de que estupradores matam a vitima e que são homens perigosos costuma ser balela. A maioria dos casos de estupro acontece pela oportunidade, com parentes/amigos, e não costuma envolver tanta violencia assim… É que os que são mais noticiados e conhecidos são os que são mais violentos, embora estes não devam chegar a 10% do total (não tenho estatisticas, é um palpite!)

    • BMN

      5 de junho de 2016 em 1:05

      Apenas uma suposição, não sei se aplica a este caso, mas, no caso de uma pessoa transar em troca de drogas, isso seria estupro ou prostituição?

      • Eu™

        6 de junho de 2016 em 10:30

        Se ela estiver consciente de suas ações, e o sexo for consentido, PODERIA se enquadrar como prostituição. Se ela não estiver consciente de suas ações, e/ou o sexo NÃO for consentido, é estupro.

      • Rachel Hurd

        10 de junho de 2016 em 22:14

        Seria prostituição, porém eles estão encrencados de qualquer jeito porque O Estatuto da Criança e do Adolescente, no seu art. 244-A, define como crime submeter à criança ou adolescente à prostituição ou à exploração sexual.

    • Mulher do Século XXI

      6 de junho de 2016 em 9:37

      Um homem que quer relativizar um estupro, é com certeza um abusador de mulheres em potencial!
      Vamos deixar bem claro… uma mulher é dona do seu corpo! Se ela quiser transar com 50 homens num dia, ou ao mesmo tempo, ela pode! Se ela disse não ao 51º, e esse não respeitar, é estupro SIMMMMMMMMM. Tão estupro quanto de uma moça virgem de família, dentro de uma igreja.
      ESTUPRO É ESTUPRO. E esse é caracterizado quando a mulher não consente (por decisão ou por falta de discernimento, no caso sob efeito de estados inconscientes ou de substancias)!
      Táaaaaa?????!!!!. Chega dessa MERDA!!!!! A mulher pode ser oq ela quiser, puta ou santa! E o homem não pode TOCAR nela se ela não CONSENTIUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!! Chega de cultura do estupro!

      • Eu™

        6 de junho de 2016 em 10:47

        Issaí, assino embaixo.

        E quem não concorda, que CHOLE MAIS!

      • Paulo

        19 de junho de 2016 em 12:56

        Concordo quase plenamente, a única ressalva que faço é de em uma hipótese: se ela faz uma orgia e filma, consentido, porque ela tem o direito de fazer o que quiser com o corpo dela, mas aí ela envia o vídeo para um outro cara, e esse vídeo vaza… naturalmente, ela vai ficar com medo, será julgada preliminarmente pela sociedade machista e vai fazer o quê? Vai ser levada a dizer que foi estuprada, e os caras serão preliminarmente considerados culpados? Homem ou mulher podem possuir má índole e a questão do estupro é sim grave e delicada, mas existem extremos nestas argumentações que não levam a nada. E existindo a cultura do estupro, ela deve ser tratada enquanto problema social, e não em casos de atos de indivíduos, enquanto que os atos de estupro em si devem ser analisados individualmente, antes que daqui a pouco estupradores tenham pena atenuada porque irão alegar que é culpa da sociedade e da cultura do estupro, sendo ele apenas uma pobre vítima do contexto social em que vive.

  2. Analisando tudo

    30 de maio de 2016 em 23:01

    Tirar fotos armado é crime??? Qual a consequência? ??

    • Na realidade...

      31 de maio de 2016 em 13:00

      Quando você vê alguém armado mesmo em uma foto de maneira pujante e fazendo pose, quais as impressões que essa pessoa quer passar, em um país que a lei não permite porte de armas naqueles calibres e modelos? É no mínimo apologia a violência e ao crime. Agora isso NADA tem haver com o caso do estupro. Sua pergunta é “ingênua”.

    • Rachel Hurd

      10 de junho de 2016 em 22:20

      A apologia ao crime está prevista no artigo 287 do Código Penal

      • Rachel Hurd

        10 de junho de 2016 em 22:23

        Com certeza nada a ver com caso registrado, a pena pra quem tira fotos com porte de arma não é, nunca foi e nunca será estupro coletivo, pra todo tipo de crime a pena é detenção ou multa mas nunca violência, portanto nada justifica.

  3. Pingback: Afinal, a garota sofreu estupro coletivo ou não? - Cidadão Repórter

  4. Analisando tudo

    30 de maio de 2016 em 23:07

    Se o vídeo não fosse divulgado por esse Zé ruela hoje ia ter festinha denovo

    • Gilmar Lopes

      31 de maio de 2016 em 6:46

      Pois é! “Ainda bem” que vazou o vídeo!

      • olá

        31 de maio de 2016 em 8:32

        Sexo grupal é crime?

        • Gilmar Lopes

          31 de maio de 2016 em 9:10

          Sei lá! Quando tem menor de idade envolvido, aí a coisa muda de figura!

          • Bruno

            31 de maio de 2016 em 10:38

            se vc não sabe por que da sua opinião? rs, sexo grupal não é crime se a menina tiver mais de 14 anos e for consensual é atípico não tem crime, mesmo menor de idade ela tem 16 anos.

          • Gilmar Lopes

            31 de maio de 2016 em 10:43

            Acontece que, pelo que foi mostrado no vídeo, ela teria sido dopada!

          • Christian Ribeiro

            31 de maio de 2016 em 11:48

            Apenas aparenta que foi dopada, nessas “festinhas” rola muita droga, bebida, e sexo, muito provavelmente ela abusou demais e acabou apagando, mas ela mesma entra em contradição no depoimento dela diversas vezes, tanto que teve que trocar de delegado por que o outro queria investigar, e a advogada não queria nenhum tipo de investigação, e divulgar vídeo é um crime sim, mas não é estupro, e não tem como saber se quando eles tocavam nela no vídeo era consensual ou não, já que só mostrou uma pequena parte, pior foi ela falando que tava dopada e nem enxergava, e depois falou que tinha contado exatamente 33 pessoas em cima dela, depois voltou no dia seguinte pegar o celular… Estragam foi o bacanal dela, o vídeo vazou, ela ficou com vergonha e correu para a delegacia se fingir de vítima, e grande parte da mídia se voltou para ela como sendo uma vítima, e eu queria saber é qual vai ser a punição dela em relação ao envolvimento com tráfico, apologia a drogas e violência, e quem sabe futuramente se a justiça tomar vergonha na cara, também declarar que mentiu sob juramento, afinal, é um dos crimes mais graves no Brasil.

          • Eu™

            31 de maio de 2016 em 18:56

            Chola mais, ignorantão.

          • Bruno

            1 de junho de 2016 em 0:09

            Pois bem então, deixo claro que não defendo criminosos muito menos estupradores. No vídeo q ciculou na internet não extite prática de nenhuma conjunção carnal, ela realmente está apagada, porém isso não quer dizer que a mesma foi dopada, tampouco q foi violentada por 33 pessoas como ela alegou, mais o circo já foi montado…, se o Sr. Tem o vídeo em que exite a prática de estupro de vulnerável por favor leve imediatamente as autoridades, agora exite a possibilidade e é o q eu acho q irá ocorrer da delegada imputar o estupro, porque no vídeo eles tocam nela.

          • Eu™

            1 de junho de 2016 em 16:42

            “Na gravação, um grupo de homens, em meio a risadas, toca nas partes íntimas da garota e diz que ela foi violentada por “mais de 30″. Em 2009, a lei 12.015 foi alterada e passou a considerar, além da conjunção carnal, atos libidinosos como crime de estupro.”

            O vídeo prova que HOUVE o crime de estupro. O cara que aparece no vídeo e toca nela, estuprou a guria, simples assim

            Ponto.

            Agora, se foram 3 ou 33, a investigação vai mostrar.

            Que a garota foi estuprada, não há dúvidas.

        • Eu™

          1 de junho de 2016 em 15:19

          Ainda bem que é só sua opinião!

          • Zica Virus

            3 de junho de 2016 em 9:24

            “…O vídeo prova que HOUVE o crime de estupro. O cara que aparece no vídeo e toca nela, estuprou a guria, simples assim”

            Tocar nas partes íntimas dela poderia ser crime SE (somente SE, que fique claro) fosse cometido contra a vontade da moça. A vontade dela não está clara no vídeo, uma vez que está desacordada.

            “-Ah mas ela foi dopada”

            Será???
            Não existe a possibilidade de ela estar trocando droga por sexo?
            Ou se ela saiu de casa com a intensão de curtir uma festa de suruba?

            Cabe a investigação revelar…

            Não defendo criminoso nem vagabundo mas sou a favor de punir os culpados. Apenas os culpados já que nessa história ninguém é inocente!

    • Leonardo

      31 de maio de 2016 em 18:55

      verdade, ela estaria segurando em fuzis e pistolas

  5. Armando

    30 de maio de 2016 em 23:20

    ESTUPRO 33: A CULPA É DO SISTEMA…
    Primeiro, a midia expoe/vende a mulher com danças funk eroticas, biquinis minusculos, shortinhos idem, etc. (É mulher fruta, BBB, letras funk aludindo comportamentos sexuais, etc). Tambem a midia incita a adultilização infantil, precoce.
    Depois, na rua, o que se vê sao mulheres expondo seus corpos, shortinhos curtos, crianças adulta… (so imagino o que deve rolar nas festinhas particulares com bebidas e drogas e musica funk) etc.
    Sabe-se que o homem é carnal, ou seja, que seu desejo sexual é mais evidente e intenso que o da mulher. O homem necessita do sexo carnal diferentemente da forma que a mulher necessita.
    Ai, pega-se o cara que com tudo isso, obviamente deve estar com os desejos atiçados, por ver mulheres se oferecendo na tv, na rua, nos bailes, etc e naturalmente quando ele quer e precisa elas falam ‘não’ (o sexo so acontece quando a mulher diz sim) e o homem é obrigado a controlar. Faço aqui uma alusao: é quase o mesmo que dar uma chupadinha do pirulito pra uma criança sentir o gostinho e depois retirar e querer que a criança nao peça, nao va atraz e nao faça birra.
    EU SO ACHO QUE ANTES DE CULPAR OS 33 (QUE ESTAO ERRADOS MAS, SERA QUE 100% ERRADOS OU A MIDIA E O SISTEMA TEM UMA PARCELA DE CULPA?) E ANTES DE QUERER CULPAR A GAROTA (SERA QUE ELA ESTA 100% LIVRE DE CULPA?) DEVERIAM VER MUITOS CONCEITOS COMPORTAMENTAIS SOBRE O SISTEMA E PRINCIPALMENTE SOBRE NOSSA MIDIA.

    • Anônimo

      31 de maio de 2016 em 22:13

      Culpa da mídia é o kara###, tenho nojo de pessoas como você. Você nao deve ter filha pra saber oque é um estupro porque se acontecesse uma coisa assim com ela queria ver voce falar “ah coitadinho dele e inocente e tudo culpa da midia”. Nao estou falando que nesse caso a menina foi estuprada realmente, mas cara se vc defende um estupro como “coisa carnal” me desculpa mas vc é apenas um ser irracional e sem cérebro pessoas como você envergonham a sociedade. Nao os homens nao são “cachorros” o ser humano é um ser pensante por isso a denominação “sapiens sapiens” mas pelo jeito vc nao estudou muito biológia né. Mesmo que a mulher esteja nua ninguem tem o direito se toca-la pois o corpo e propriedade PRIVADA. E nao generalize os homens nao sao todos iguais nao existe essa merd* de “coisa carnal” homens nao sao estupradores graças a deus nao sao todos que pensam como você e tenho nojo dos que pensam. Homens tambem são estuprados e gostaria de saber se um fato parecido acontecesse com você voce tambem acharia que ele fez isso porque o pobre coitado foi “influenciado pela mídia”?

      • maria de lourdes

        2 de junho de 2016 em 19:37

        Falou tudo parabens.achei ridiculo a comparaçao de monstro q estuprar uma jovem.com um pirulito q a gente da pra uma criança.e quantos anos aqueles monstros tem mesmo heim.sera q eles tem na faixa de 3 ou 5 anos pra ele ta fazendo essa comparaçao ridicula.e falar q é culpa da midia.ha ta eles sao ums monstro e nada justificar ela pode vesti a roupa q quizer e tirar foto do jeito q quizer.so queria saber se fosse uma filha dele se ele ia oensa isso.tem q ter puniçao pra esses monstros nao importa se foi 33 ou dois ou cinco.so o fato dos videos e a foto ja é crime.e pra essas pessoas q diz q a menina gostava de da pra muitos.faça vc mesmo a experiencia der pra 33 e depous venha aki e diga se foi bom.ai vc pode dizer se ela gostava mesmo de da pra muitos aff.

    • Helton

      2 de junho de 2016 em 8:20

      Acredito que vc não deve estar totalmente ciente disto, mas os seu comentário esta defendendo os estupradores! Vc acabou de defender o estupro, acabou de defender a chamada ‘cultura do estupro’!!! Na verdade, seu comentário beira ao crime, beira à apologia ao crime, vc praticamente poderia ser processado por ele!!!!

      A culpa de haver estupros não é do sistema, da midia, de seja lá o que for, fora o estuprador. A mulher pode andar pelada se quiser, pode fazer danças sensuais, que a TV obviamente irá mostrar em busca de audiencia, pode querer fazer sexo grupal, pode querer o que quer que seja! E ninguem tem o direito de estuprar ela, abusar dela, faltar com respeito com ela… É como aquela historia da mina em roupas provocantes em uma danceteria. Um cara todo play boy chega nela e diz: “Ai gata, ta a fim de ficar comigo?”, e ela responde: “não”, dai o cara diz “ok, desculpa qualquer coisa”, e vai embora, toma mais uma dose, tenta a sorte com outra. Isso é que um homem deve fazer. Insistir, sob qualquer desculpa (como “a midia”, por exemplo), caracteriza abuso. Não importa o tamanho da minissaia ou como a dança que a mulher fazia era provocante.

  6. Claudio Souza Gomes

    30 de maio de 2016 em 23:48

    Não, não foi estupro! pelo que ouvi e vi até agora ela procurou por isso desde o momento que consumiu drogas pesadas (ecstasy e ló ló)em ambiente de tráfico e armas de guera

  7. celso carvalho

    31 de maio de 2016 em 0:37

    Dê um like aqui quem de FATO morou ou mora numa favela….

  8. Snorlax Deitao

    31 de maio de 2016 em 1:51

    Gilmar, sei que não é sua filosofia, mas acho que nesse caso você deveria excluir esse tanto de comentários aí defendendo e relativizando estupro.

    • Gilmar Lopes

      31 de maio de 2016 em 6:45

      Deixa aí! Vamos mostrar a cara do brasileiro!

  9. Rafael Fernandez

    31 de maio de 2016 em 1:59

    Os argumentos do texto (e da delegada) são fraquíssimos: o vídeo mostra apenas a moça nua sendo tocada em partes íntimas. Mas isso só é estupro se a moça não consentiu o ato. Mas se é verdade que ela costumava fazer sexo grupal com a mesma turma, então é perfeitamente possível que aquele ato fosse consentido. Ela confiava nos caras, afinal, tanto quanto marido e esposa se confiam. É possível, por exemplo, que ela tenha acordado, visto o vídeo e morrido de rir com todos, achando divertidíssimo. E que fosse voltar a fazer sexo grupal no futuro (não fosse a denúncia feita por terceiros). Não é decisivo que ela estivesse desacordada, ou drograda, porque ela poderia ter dado o consentimento antes disso. Qualquer um tem o direito de dar esse consentimento a parceiros sexuais nos quais confia. Certamente a maioria dos namorados poderia fazer exatamente aquilo com as namoradas (e vice-versa), sem que ninguém visse problema algum no fato. Ou se uma mulher acordar um marido (mesmo drogado) com sexo oral, isso com certeza não é sequer anti-ético ou “feio”, que dirá crime.

    É verdade que, no depoimento, a moça nega que havia consentimento, e se ela está falando a verdade, então foi estupro. Mas ela está falando a verdade? É bem possível que não. Por exemplo, ela certamente mentiu quando disse que as fotos dela armada são montagens feitas por terceiros. As fotos saíram do perfil dela. Então a desconfiança é justificada.

    Claro, UM crime houve: divulgá-la nua na internet. Mas isso não é estupro.

    Assim, COM AS EVIDÊNCIAS INDICADAS (vídeo e depoimento), não há prova de que houve estupro.

    • Gilmar Lopes

      31 de maio de 2016 em 6:45

      Acredito que se fosse um vídeo com a sua filha “apenas” nua que se espalhasse na web você não teria a mesma compaixão com esses palhaços!

      • Rafael Fernandez

        31 de maio de 2016 em 7:08

        Eu poderia responder no mesmo nível baixo e sem argumento: “Acredito que se fosse seu filho sendo falsamente acusado de estupro, você não teria a mesma compaixão com essa mentirosa”. Qual é, Gilmar? Meu argumento é correto: não há prova de estupro, simples assim (veja meus comentários adicionais no tópico do facebook, sob o Vagner Reciote, para ver que as evidências de fato já estão contra a moça). Admira-me você desqualificando um argumento honesto como sendo “compaixão por palhaços”. Ou o E-Farsas não se trata mais de ser objetivo?

        E por que se irritar com o “apenas nua”, quando obviamente afirmei que a DIVULGAÇÃO era crime, e o fato de ela ser tocada nua (fora a gravação) é que não era nada demais (equivalente a um homem dormindo receber sexo oral de uma mulher na qual confia)?

        • Gilmar Lopes

          31 de maio de 2016 em 9:14

          Pode ficar tranquilho que sempre que houver algum avanço no caso a gente irá fazer atualizações nesse artigo! Se houver alguma “reviravolta” no caso vocês vão ficar sabendo por aqui!

          • Wellington

            4 de junho de 2016 em 1:16

            Não haverá reviravolta, sabe pq? Pq a “convicção da delegada” é a lei, é a verdade, ela não quer saber de nada, não quer investigar o caso a fundo e descobrir que ela é uma feminista opressora, pela patente que ela tem, ela disse que é e pronto, que se fofa o resto, simples

          • Eu™

            4 de junho de 2016 em 8:36

            Quanto choro!

          • Gilmar Lopes

            4 de junho de 2016 em 9:17

            Tô acostumado com isso! Eu tava lembrando esses dias de um artigo que escrevi a respeito da Telexfree. Os comentários, no início, eram de pessoas me xingando e até ameaçando e, depois que a vaca foi pro brejo, passaram a ser de “investidores” tristes por terem perdido dinheiro nessa corrente criminosa!
            kkkkkkkkkkk
            Agora estou pra publicar uma atualização no caso da “pílula do câncer” e adivinha só a quantidade de chorume que vamos receber?

          • Eu™

            4 de junho de 2016 em 9:54

            Eu vi lá no post sobre Telexfree, você mesmo comentou sobre isso lá.

            E sobre a fosfo, tenho acompanhado uma prévia lá no Ceticismo.. não quero nem ver quando você postar aqui.

            Não é fácil não. O que me “consola” é que daqui a 5 minutos surge um assunto novo e os acéfalos do Facebosta já esquecem esse aqui, já que eles têm a atenção de uma borboleta.

            A propósito, cadê toda a comoção pelo menino Alan Kurdi (o da foto, afogado na praia)? Todos já esqueceram e nada mudou.

            Como sempre.

        • Alexandre

          31 de maio de 2016 em 14:36

          Rafael parabéns pelos seus argumentos altamente realistas baseado em tudo que está sendo divulgado, eu por exemplo frequentava lugares assim (maloca) e cansei de ver vagabas batizadas aqui na comunidade como BEBEL DO CÂO, novinhas iludidas com o aparente luxo do trafico fazendo loucuras e horrores para ter conceito no bonde e essa ai tem todas as característica de uma BEBEL do CÂO.
          OBS; o Gilmar foi picado pela (Mosca Mídia)Mais acredito que nunca frequentou uma comunidade se o Glorioso falecido TIM LOPES estivesse vivo faria uma grande matéria a respeito e entrevistaria as famosas MAMA BONDE.

          • Gilmar Lopes

            31 de maio de 2016 em 14:40

            Não entendi o seu comentário! Por que você diz que fui picado pela mosca mídia? Você tem outras informações a respeito disso que não esteja nos jornais? Ajuda aí a melhorar a página!

            Valeu!

        • Rachel Hurd

          10 de junho de 2016 em 22:37

          Uns dizem que se ela não vivesse em ambientes assim , isso não aconteceria, mas os meninos também tem culpa, por quererem uma única garota, homens ensinam seu filhos a serem pegadores por medo de virarem gays, mas esquecem de dizer uma coisa: Quando a esmola é demais o santo desconfia, se não quisessem se meter em encrencas, não deveriam estar lá também.

          • Rachel Hurd

            10 de junho de 2016 em 22:46

            Será que vale a pena sexo de qualquer jeito com consentimento ou não, esses caras deram mais valor aos seus extintos animais do que a liberdade e até mesmo a vida, quando poderiam optar em cada um ter uma garota e um relacionamento estável e saudável.

      • Roberto

        31 de maio de 2016 em 8:57

        O senhor deveria ver a entrevista com o senhor Cabrini com ela, de 1 hora, tem no Youtube. A mãe Psicóloga e o pai todo cheio de problemas físicos, NÃO É UMA FAMÍLIA POBRE e ela não é nenhuma retardada mental no modo de falar, inclusive a PRÓPRIA mãe mesmo entrega ela e tu acha ainda que não foi nada consentido?

        Tá bom.

      • Pedro

        31 de maio de 2016 em 9:06

        Mandou mal na sua resposta em.. Tá emotivo… Se fosse minha filha nua, eu iria correr atrás de quem divulgou, pelo crime de divulgar, e não pelo estupro… A não ser, que ela tenha sido realmente estuprada… A questão não é “ela merecia ser estuprada” a questão é “houve estupro?”, o teu texto tá ok, mas, só retrata um lado, dessa vez, vc realmente foi imparcial, entendo, no emocional isso dói muito, mas é preciso de frieza para não acabar condenando quem não teve culpa… De uma olhada no depoimento dos meninos que foram presos, o que é jogado em nenhum momento assumiu relacionamento sério, ele assumiu que saia com a menina, isso não é relacionamento sério!

        Por enquanto, o único crime que vejo é o de gravação e compartilhamento do video! Mas… Como tem criminoso envolvido (pessoal do tráfico) que aproveitem para procurar e pegar esse(s) caras, e os façam pagar pelos crimes. Mas estupro, ainda não vi! Não é questão de defender bandido, é questão de defender a verdade!

        • Gilmar Lopes

          31 de maio de 2016 em 9:08

          O ato da gravação já constitui crime!

          Qual o lado que você queria que eu defendesse? O lado do traficante?

          Amigo, a minha motivação ao escrever esse artigo fio mostrar que não devemos culpar a vítima, jamais!

          • Pedro

            1 de junho de 2016 em 16:04

            Não Gilmar, nãe é escolher um lado, é defender a verdade, como você disse, e eu também disse, só o ato da gravação já configura crime, já é o suficiente para mandar o pessoal envolvido em cana, e se agrava por ela ser menor de idade, então, crime teve!

            Agora, o texto que você escreveu foi sobre o estupro, quanto a isso, só as investigadores vão poder dar a resposta.

            Quando falo que você só mostrou um lado, não é pra você defender traficante, um dos acusados, o que ficou rindo e acenando para as fotos, não parece ser traficante, o que é jogador de futebol, também não, e eles, têm outra versão da história, como você pode ver aqui, por exemplo:
            http://oglobo.globo.com/rio/ela-voltou-comunidade-ainda-ficou-de-safadeza-diz-suspeito-de-estupro-coletivo-19403481

            Agora, assim como a menina pode ter mentido sobre o estupro, esses caras podem estar mentindo também, assim como não se deve culpar a vítima, não se deve culpar os caras sem as devidas provas, sem todos os fatos esclarecidos, ser culpado por algo que não feito, é muito grave e muitas vezes fatal, ainda mais se for por um crime bárbaro como o estupro.

            Então, não é culpar a vítima, é querer saber a verdade e culpar quem realmente teve culpa! E concordo plenamente contigo, não devemos culpar a vítima, mas isso não significa que devemos acreditar e usar como prova tudo que ela diz.

          • Eu™

            1 de junho de 2016 em 16:41

            “Na gravação, um grupo de homens, em meio a risadas, toca nas partes íntimas da garota e diz que ela foi violentada por “mais de 30″. Em 2009, a lei 12.015 foi alterada e passou a considerar, além da conjunção carnal, atos libidinosos como crime de estupro.”

            O vídeo prova que HOUVE o crime de estupro. O cara que aparece no vídeo e toca nela, estuprou a guria, simples assim

            Ponto.

            Agora, se foram 3 ou 33, a investigação vai mostrar.

            Que a garota foi estuprada, não há dúvidas.

          • Pedro

            2 de junho de 2016 em 19:25

            Você tem razão, um pelo menos cometeu o ato.

            Ato libidinoso no artigo 218 do Código Penal, que trata de atos libidinosos em geral, e não somente ao ato sexual propriamente dito, que se caracteriza legalmente pela chamada conjunção carnal ou cópula vaginal, ou seja, pela penetração do pênis na vagina.

            Além da cópula vaginal (pênis na vagina), são considerados atos libidinosos os seguintes atos:

            Todos os atos que implicam contato da boca com o pênis, com a vagina, com os seios ou com o ânus, os que implicam manipulação erótica (por mãos ou dedos) destes mesmos órgãos pelo respectivo parceiro, os que implicam introdução do pênis no ânus ou no contato do pênis com os seios, e os que implicam masturbação mútua.

            Beijos na boca, mesmo de língua, ou carícias leves, não são atos libidinosos. Carícias mais fortes serão libidinosas apenas se implicarem qualquer dos atos acima descritos.

            A manipulação não erótica, por meio de mãos ou dedos, do pênis, da vagina, dos seios ou do ânus de outra pessoa não configura ato libidinoso. Ela pode se dar, por exemplo, durante um exame médico, na maquiagem profissional de artistas ou modelos (estejam elas vestidas, nuas ou semi-nuas), por contato físico acidental (esbarrão), ou numa brincadeira rápida em público, até mesmo na TV.

            Observação: Deve-se levar em conta que qualquer ato cometido com violência ou grave ameaça, com relação aos crimes que protegem a dignidade sexual, são considerados atos libidinosos.

            Por exemplo, dar um beijo com violência, pode caracterizar o ato libidinoso para a nova tipicidade do crime de estupro. Deve-se analisar o caso concreto.

          • Thiago

            5 de julho de 2016 em 12:40

            Gilmar Lopes, admiro o seu trabalho e estou sempre acompanhando aqui o site. No entanto, acho que você se deixou se levar um pouco pela emoção do caso e não refletiu muito bem antes de escrever esse texto.
            Primeiramente gostaria de dizer que, sim, eles precisam ser enquadrados no crime de divulgação de vídeo íntimo e sofrer as devidas punições por isso. A pena para esse crime é de reclusão de 3 meses a 1 ano.
            Contudo, o fato de eles serem culpados por um crime, não significa necessariamente que eles são culpados por outro, ainda mais um tão grave como ” estupro coletivo, o qual incorre em uma pena de 8 a 12 anos de cadeia. Além de, é claro, uma mancha eterna na reputação do criminoso.
            Referente ao caso, acho importante ressaltar alguns pontos que devem ser levados em conta para uma análise justa e idônea da situação.
            – Porque essa menina levou tanto tempo para denunciar o estupro? Claro, tem toda a questão do medo de fazer acusações desse tipo e sofrer ameaças depois, mas, independentemente disso, é algo que deve ser levado em conta. Afinal, será que ela não estava consciente de que não era realmente um estupro?

            – É justo que um estupro realizado contra uma pessoa sob efeito de drogas seja tipificado da mesa forma que em pessoas sem efeito de drogas? Digo estupro, pois é assim tipificado em lei, mas é preciso ser entendido que condução é diferente de coerção. Se ela havia usado drogas e estava dopada, por livre e espontânea vontade, e foi “conduzida” a realizar sexo com os caras, isso não é diferente do tipo de estupro coercitivo? Afinal, se não se pode culpar uma pessoa por atos realizados sob o efeitos de drogas, como poderemos culpar criminosos sob efeito de drogas?

            – Ela era viciada em drogas, fato que foi confessado por ela, não teria ela aceitado participar dessa orgia em troca de trocas? Isso não poderia ser tipificado como prostituição menor? O que, apesar de grave, não é equivalente ao estupro.

            – A noção de que a acusação das vítimas é o suficiente em casos como esses é uma séria violação ao direito à defesa do ser humano, no caso, o homem. Afinal, só poderíamos considerar isso algo aceitável partindo do princípio de que a mulher fala sempre a verdade. Estatísticas de outros países, onde foram adotadas esse tipo de regra, mostraram que em inúmeros casos a vítima está mentindo: http://www.e-farsas.com/afinal-garota-sofreu-estupro-coletivo-ou-nao.html .Os motivos podem ser inúmeros, mas basta dizer alguns, vingança, vergonha, busca por mídia. Além disso, o fato de ela ter mentido sobre a quantidade de homens que a “estuprou” não favorece essa possibilidade?

            -Após ler uma reportagem do extra sobre o delegado que foi afastado do caso, fiquei seriamente preocupado quando à idoneidade das investigações http://extra.globo.com/casos-de-policia/em-conversa-pelo-whatsapp-delegado-desqualifica-vitima-de-estupro-coletivo-19395615.html

            Por fim, gostaria de falar que tudo isso que eu disse pode ser mera especulação, e no fim das contas a garota pode realmente ter sido vítima de um crime bárbaro. Porém, é preciso sempre lembrar que, da mesma forma que a próxima vítima de estupro poderia ser sua irmã, ou sua namorada, a próxima vítima de uma falsa acusação de estupro, destruindo para sempre o seu futuros, poderia ser você.

    • Daniel

      31 de maio de 2016 em 9:24

      Concordo com você cara !
      Diga com quem tu andas que tirei quem tu és, simples assim.

      Se fosse uma mina de família que tinha sido sequestrada e REALMENTE estuprada eu entenderia a revolta

      Agora porque a mina quis da pra geral por ser uma cultura tipica da região onde mora “favela” possuiu suas propiás regras e linhas de pensamento tipicamente comum no nicho onde vivem e por motivo foi divulgado o vídeo do ato anexado com a palavra estupro e o deboche que o cara fez no vídeo, a mídia faz você pensar que o que aconteceu foi horrível quando na verdade como o Rafael disse, ela sabia o que tava fazendo.

      • Gilmar Lopes

        31 de maio de 2016 em 9:26

        Estamos acompanhando o caso! Também (como já falei diversas vezes) não somos os donos da verdade aqui no E-farsas! Apenas não podemos deixar que banalizem o caso e transforme a moça na vilã da história, ok?

  10. Julio

    31 de maio de 2016 em 4:35

    Já que pela opinião da maioria aí a lei tem que ser levada ao pé da letra e considerarmos estupro, pelo fato de terem tido relação sexual com ela e ela ser de menor(mesmo ela consentindo), ou de ter sido filmada, está maioria aí também devería achar certo ela tbm ser presa por apologia ao crime, por suas fotos com armas nas redes sociais, uso de drogas, etc.
    A própria garota posta no Facebook que vai ” subir no Mandela só pra dar pra vagabundo” agora quer proteção policial…
    SO O BRASIL MSM.

    • Roberto

      31 de maio de 2016 em 9:01

      Na própria capa do Twitter dela na capa era ela estava segurando um fuzil, depois que esse caso repercutiu, ela mudou a capa para algo feminino e infantil.

      No próprio Google Cache dava pra ver o twitter dela

  11. Debora

    31 de maio de 2016 em 7:20

    Ela com certeza pelo medo, pela vergonha decidiu então n contar nada, muito comum em casos de estupro a vitima se culpa pela violência e n denuncia, ela pode ser viciada, mulher de bandido, vida loca, mas o q fizeram com ela n justifica, além da violência física, violaram sua vida, e até agora estão com imagens e outras coisas desmoralizar a vítima o q tbm é muito comum o algoz pra se safar desmoraliza a vitima.

  12. Tarcila

    31 de maio de 2016 em 7:29

    O que o povo aunda não entendeu é que a menos que seja amigo intimo da vitima, tudo o que circula PODE OU NAO ser verdade…e AINDA que fosse verdade, se ela curtia festinha, droga, morro, isso nada tem a ver com a barbárie de abusar de alguem desacordada. Justificar que a mulher ta de short curto, ou de vestido apertadinho e o cara se empolga ao ver eh tao ridiculo que deveriamos entao supor que todo mundo que vai a praia eh uma vitima em potencial, afinal ta de “calcinha e sutiã”… Lamentável esses comentarios acima!

  13. Rod LiBa

    31 de maio de 2016 em 7:56

    Inacreditável o nivel de comentarios do pessoal aqui. Esse crime mostra a fragilidade da nossa justiça. Os criminosos dos morros fazem o que bem entendem, proliferam através do Funk a violência, o banditismo e o estupro, tratando a mulher apenas como objeto, o que é pior, incentivando meninas em plena pré-adolescência a agirem como vagabundas e os meninos como bandidos. Não importa como, aonde e o porquê, foi estupro e todos devem pagar. Para maioria dos homens é facil acusar a mulher de ter incentivado o estupro, alguns desses homens ja foram estuprados? Quando eles passarem por esse tormento, passarão a entender a dor das mulheres.

  14. Daniel Kelcheski

    31 de maio de 2016 em 9:46

    O pessoal da internet tem costume de adotar uma postura muito extremista, pois o neutro e moderado costumam não expressar opinião, mas não devemos levar isso para o nosso cotidiano, não devemos sempre optar pelo lado A, ou só pelo lado B,

    Como nesse caso, o estupro da menina deve ser julgado corretamente, e não por alguem tomado de emoções ou idéias do lado A, ou B. Para quem defende o lado “Feminista” da discussão, saiba que é simplesmente ridícula a ideia da cultura do estupro, não se pode culpar alguem que não tem culpa, É como dizer que todos os cozinheiros são potênciais serial killers, só porque tem acesso livre a uma faca. Mas tambem o lado “Machista” não está certo, pois é tambem ridicula a ideia que o sexo feminino é inferior ao masculino.

    Mas o que recentemente tem muito se confundido, é a ideologia machista com a conservadora, a primeira consiste no que já foi escrito logo a cima, que o sexo feminino tende a ser inferior ao masculino. Já a ideologia conservadora, como o nome já sugere, é conservar os valores, e só, e geralmente tendem a dar maior proteção a mulheres e filhos, assim confundindo com machismo, mas não passam de pessoas que querem trazer valores de volta a primeiro lugar, essa é a minha opinião.

    • Gilmar Lopes

      31 de maio de 2016 em 9:48

      Gostei! Obrigado pela contribuição!

  15. Luiz

    31 de maio de 2016 em 10:04

    Único crime q consigo ver aí, é o de divulgação de video.
    Tem q investigar direito, pq essa história de estupro tá muito mal contada.

  16. Jack

    31 de maio de 2016 em 10:34

    E a moça do Piauí, ela é errada também??? Afinal ela consentiu em sentar em um bar e beber com um rapaz… Ela foi violentada por 5 homens. Já ouvi casos em que prostitutas e homossexuais foram estuprados e que nem se deram o trabalho de denunciar, afinal não vai dar em nada mesmo… Só porque eles estão dia após dia batalhando seu sustento através do sexo eles são visto como pessoas que não tem o direito de dizer NÃO. O que falta as pessoas é a compreensão de que não é NÃO, independente de que se ontem foi sim.

  17. shalon

    31 de maio de 2016 em 10:49

    Ridículo

  18. Gerson B

    31 de maio de 2016 em 11:47

    “Gilmar Lopes”
    “Amigo, a minha motivação ao escrever esse artigo fio mostrar que não devemos culpar a vítima, jamais!”

    Pensei que a motivação do e-farsas fosse estabelecer a verdade. A visão ideológica comprometeu a objetividade. Primeiro que se estabeleça que houve crime, sem o qual não terá havido uma vítima. Fiquei decepcionado com essa postagem. O argumento “se fosse com a sua filha…” então, foi apelação pura.

    Ainda usarei o e-farsas pra consulta, mas com alguma desconfiança de agora em diante.

    Não estou dizendo que não houve estupro, apenas que IMHO não ficou ainda estabelecido se houve.

    • Gilmar Lopes

      31 de maio de 2016 em 11:59

      A delegada confirmou que houve crime!
      E a minha motivação sempre foi a de mostrar a verdade! Você entendeu o que eu quis dizer!
      Aconselho que você use mesmo o E-farsas com desconfiança sempre. A ideia é que você desconfie mesmo não só do E-farsas, mas de tudo o que rola pela web!

      • LeLeo

        1 de junho de 2016 em 5:57

        Delegada tem poder de abrir inquérito, polícia civil investiga, mas quem vai condenar é o JUÍZ, e ela falou que houve estupro sem ouvir nenhum dos caras do outro lado, só a menina (falou que não precisava, estranho não?) e se baseou no vídeo, logo só poderia deter temporariamente os que aparecem manuseando a menina, como específica o CPC. No fim a delegada quis aparecer para dar uma resposta à sociedade, mas não se sustenta em um tribunal sem provas, a vida pregressa dela será levada em conta no julgamento, como deve ser, e ela vai ter que provar que houve estupro e até agora não há NENHUMA prova sem ser o depoimento dela, que sozinho não serve como prova (estranho 33 falarem em vc e vc não ter nenhum ralado, vermelhidão, sangue coagulado, roxo, corte? Isso demora muito mais que os 3 dias que ela levou pra fazer o exame de corpo de delito para desaparecer). Se ela sofreu ou não estupro, cabe a ela provar, nenhuma mulher merece fazer NADA a força, mas essa história/estória falta muitas partes e ainda não há condenação!

        • Gilmar Lopes

          1 de junho de 2016 em 8:37

          Só o vídeo já não seria prova? Pelo menos os que aparecem no vídeo já podem ser indiciados por estupro (mesmo que não houve sexo, mas só pelo fato de filmarem ela nua, já vai dar um trabalho).
          Enfim, está nas mãos da justiça e essa pressão popular pode até atrapalhar as investigações.

          • Ronaldo

            1 de junho de 2016 em 16:44

            Ficou bem claro seu lado emotivo nesse caso e até entendo, mas gostaria de saber se as entrevistas dela (tem umas 4, toda vez ela muda algo) não te deixa um pouco cético em relação a historia. O que me fez desconfiar de tudo, é que ela afirma ter contado mais de 28, sendo que nem deve caber 10 no quarto que mostraram, só se mostraram o quarto errado, além dela só denunciar logo após da família descobrir o video, uma versão é que ela descobriu o estupro com o video e outra é ela acordou sendo estuprada… Enfim está muito estranho, vou aguardar novas informações.

          • Gilmar Lopes

            1 de junho de 2016 em 16:47

            Será que o medo dos traficantes não está pesando um pouco nos depoimentos dela? (Estou só no campo do achismo aqui nos comentários, ok?)

          • Ronaldo

            2 de junho de 2016 em 13:03

            (não consegui responder no seu comentário abaixo)
            sim, é provável que depois do trauma ela fique confusa e com muito medo dos traficantes (acredito eu).
            Por isso também estranhei o comportamento dela, muito calma para alguém que passou por horrores, mas isso nem vou contar, porque é difícil se por no lugar de alguém (ainda mais uma garota de 16) e eu não sou psicólogo. Procurei a respeito se ela fez exame toxicológico, não achei nada a respeito, foi feito?
            Gilmar, admiro muito seu trabalho, essa foi a primeira vez que comentei, porque realmente fiquei com duvida em relação a esse caso. Parabéns e por favor continue com o excelente trabalho!

  19. Heidi

    31 de maio de 2016 em 11:47

    A vontade de achar culpa na vítima tá extrapolando o bom senso… cada comentário que dá tristeza… 🙁

  20. Vitor Kruegger

    31 de maio de 2016 em 12:53

    Falando no objetivo campo da lei primeiro vem a investigação se houve ou não estupro. Se positivo, depois se passa a apurar quem o cometeu. Só no final se vai dosear a punição de cada um de acordo com a culpa. E só nessa fase final o grau de culpa depende de muitos fatores, incluindo a EVENTUAL participação da vítima. Não para culpar a vítima mas para EVENTUALMENTE atenuar a culpa dos agressores. Quem fala isso não sou eu, mas a lei penal.
    Na apuração sobre a existência de estupro todo o passado quer da queixosa quer dos indiciados DEVE SER escrutinado e o Tribunal (assim como o Promotor) fazem isso a toda a hora mesmo nos casos em que parece evidente que houve crime. É dever de justiça investigar todas as hipóteses. Ninguém pode ser acusado de investigando uma tese querer significar que defende a oposta.
    A delegada não pode confirmar que houve crime. Ela não é perita do IMHO. Quanto muito ela pode confirmar que existem indícios de crime. Só a totalidade das provas pode dar uma ideia final que é a do promotor. E ainda assim essa acusação ainda tem que ser julgada em tribunal.
    Com tanto palpite sobre informação não confirmada, quer do lado da queixosa quer dos indiciados, tomando partido sem prova alguma é típico do faroeste caboclo. Será melhor acabar com os tribunais e estabelecer o forum da internet em que as pessoas são julgadas na base da informação não confirmada e do palpite, já agora de acordo com o número de likes.

  21. Miriam

    31 de maio de 2016 em 14:11

    Inversão de valores! Seres humanos perdendo dignidade,compaixão,amor a própria vida!!!

  22. Cris

    31 de maio de 2016 em 14:31

    Nossa sério isso? Achava que o e-farsas era um dos poucos sites que podia confiar, MAS só mostrou ser outra merda sentimental que não ver os fatos e antes que algum acéfalo venha dizer que “mereço ser estrupada”nem perca seu tempo não vou voltar aqui, só deixo essa: SIM se ela ou qualquer outra pessoa acusar alguém falsamente merece ser o vilão ou vilã da história.

    • Eu™

      31 de maio de 2016 em 14:43

      Chola mais

  23. André

    31 de maio de 2016 em 15:05

    Que bosta, hein. Não sabia que o e-farsas tinha virado mais um site contaminado por valores políticos. Lembro que quando acessei, já há algum tempo, era voltado a desmascarar farsas, não ficar de ativismo, seja de esquerda ou de direita. Lamentável.

    • Gilmar Lopes

      31 de maio de 2016 em 16:11

      Ué! O que tem a ver a política com isso? O que tem a ver a esquerda e a direita com o assunto? Lamentável mesmo é o seu comentário…

      • Eu™

        31 de maio de 2016 em 16:16

        Essa polarização imbecil alcançou níveis alarmantes. Tá cada vez pior, acho que até briga de torcida organizada tem mais justificativa do que essa estupidez política completamente nonsense.

  24. NATÁLIA

    31 de maio de 2016 em 15:21

    GENTE DESMAIADA NÃO CONSENTE! SEXO SEM CONSENTIMENTO É ESTUPRO!!!

  25. mulher descente

    31 de maio de 2016 em 16:11

    Eu so digo o seguinte se uma mulher fosse realmente estuprada ela nao voltaria naquele lugar por nada nesse mundo. voltar pra pegar o celular kkkk.a vagabunda queria mais kkk

    • Eu™

      31 de maio de 2016 em 18:54

      Desce mais, sua BURRA.

  26. Sedgewick Sexton

    31 de maio de 2016 em 16:56

    Concordo com as pessoas que dizem que o Gilmar se abalou emocionalmente com essa notícia, isso é visível em seus comentários, mas acho que não existe um pai nesse mundo que não se ponha no lugar do pai dessa garota e não se revolte com os comentários maldosos que estão sendo feitos.
    Vejo muitos comentários dizendo que ela consentiu, que ela fazia isso com frequência, teve até um que disse que ela viu as imagens e riu. Se eu fosse o delegado indiciava essas pessoas a prestarem depoimento por suposta participação, afinal de contas elas afirmam com tanta convicção que me parece que estavam lá durante o ocorrido.
    Estão dizendo que ela demorou pra denunciar, na verdade, acho que ela nem iria denunciar. Infelizmente muitas vítimas de estupro se calam por vergonha e medo de serem julgadas pela sociedade machista (toda a sociedade, não só os homens) que as definem como culpadas pelo crime do qual elas na verdade são vítimas. Infelizmente essa culpabilidade da vítima ocorre também em outros crimes, como assaltos, furtos, homicídios etc. Mas o estupro é um crime que além da dor física deixa uma dor emocional e psicológica, e quando a vítima se vê sem o apoio de seus amigos e até de familiares próximos ela acaba começando a acreditar que tem culpa e isso faz com que muitas vítimas se calem e nunca denunciem seus agressores.
    Todos clamam por mais segurança, mas só a teremos quando nos unirmos contra o crime e pararmos de apontar para os outros dizendo o quanto eles fizeram por merecer aquela violência.

    • Gilmar Lopes

      31 de maio de 2016 em 18:01

      Falou e disse! Me permiti soltar minha indignação aqui nos comentários. No texto tentei ser o mais imparcial possível. Pena que algumas pessoas não entendem isso!

      • Sedgewick Sexton

        1 de junho de 2016 em 11:03

        Quem não é pai nunca vai entender.

  27. Priscila

    31 de maio de 2016 em 17:28

    o interessante eh que a maioria dos comentários aqui são de “homens” e eh tanto Absurdo que nem vou citar. geralmente não faço comentários nestes posts porem neste caso entendo q a omissão me faz ser conivente com a violência e os agressores, não soh os do caso do estupro mas estes q comentaram aqui em cima. SSIIIIMMM!!!! vcs tambem sao agressores!!!! proferem uma violencia psicologica velada a todas mulheres ao tratar a vitiima como como réu e todos vcs assim como os 33 deveriam ser indiciados e responsabilizados tbem. pq se se um dos criminosos teve a petulância de filmar e postar eh pq sabia que encontraria pessoas como vcs para lhes dar apoio. e nesse caso eu ate concordo com o amiguinho ali em cima em se tratar de política. pois eh justamente esta politica que lhes privou de educaçao e cultura a ponto de formar seres impensantes e preconceituosos.
    meus caros “homens” vcs sao tao criminosos quanto os 33!!!

    • Leleo

      1 de junho de 2016 em 6:06

      Vai te a merda, teu pai, teu irmão, teu filho tb né?

  28. Luis Francisco Alves

    31 de maio de 2016 em 18:45

    Leiam o artigo que o Jornalista Eeinaldo Azevedo da Vejo escreveu sobre esse suposto estupro coletivo. É de mais !

  29. Dmitry

    31 de maio de 2016 em 19:35

    É vergonhoso ler os devaneios do senhor Gilmar Lopes
    Vergonha

    • Eu™

      31 de maio de 2016 em 20:22

      Então não leia, simples assim.

    • Lucho

      1 de junho de 2016 em 19:02

      O problema é que a sua opinião e bosta valem a mesma coisa.

      Agora, que tal você voltar para aquela favela nojenta e asquerosa chamada facebosta da qual você jamais deveria ter saído, macaco?

  30. Bernardo Zirkheuer

    31 de maio de 2016 em 19:44

    Vamos lá…
    Foi estupro? Sim. A partir do momento em que ela DESMAIOU ou simplesmente DORMIU (não altera em nada) e foi TOCADA já se caracterizou o estupro.
    Mas é só para o estupro que devemos olhar?

    Eles agora são criminosos porque estupraram, antes eram o que? Pessoas do bem, legais e companheiras? Hum, acho que não.
    São criminoso, ponto. Já deveriam estar presos.
    Isso já é algo pra cobrar além do estupro.

    Segundo, o fato de ter filmado a menina nua e divulgado, se caracteriza crime.
    Agora, me explica como o criminoso vai até a delegacia, CONFESSA O CRIME e sai pela porta da frente… Oi?!?!?!
    “Sim, fui eu quem cometi o crime filmando…”
    Show garoto, agora vai lá!

    Ridículo!

    Outro ponto que tem que ser MUITO, MUITO, MUITO, MUITO explorado pela mídia e por todos:
    PRECISAMOS FAZER BOAS ESCOLHAS!
    Ela fez as PIORES ESCOLHAS POSSÍVEIS.

    Justifica estupro? CLARO QUE NÃO!
    Mas facilitou o estupro né? OBVIO QUE NÃO!
    Então porque falar das escolhas dela?

    Porque, mesmo que ela não tivesse sido estuprada, JAMAIS DEVERIA TER ENVOLVIMENTO COM O TRAFICO.
    Nunca, em hipótese alguma, isso é uma boa escolha.
    Poderia ter sido presa, morta numa troca de tiros, baleada numa operação policial.
    Pessoas que roubam, matam, sequestram, NUNCA PODERÃO SER UMA ESCOLHA PARA TER QUALQUER TIPO DE ENVOLVIMENTO.

    E, é esse o exemplo que ela quer dar ao filho?
    Como mãe, que quer sempre o melhor para o filho, POSAR ARMADA, andar drogada, é realmente algo exemplar?

    Ninguém poderá nunca justificar estupro, nem tão pouco dizer que a VITIMA favoreceu o crime…
    É uma BURRICE sem tamanho. Os responsáveis precisam pagar pelos atos…
    Mas o que me deixa profundamente triste é ver que a menina esta sendo tratada como intocável, como exemplar e NÃO É BEM ASSIM.

    Ela precisa ser punida também, associação com o trafico, apologia ao crime, porte ilegal de armas…
    O que houve? Agora estupro absolve crime? Então estuprador tem que ser solto após ser estuprado na cadeia?

    Não da pra cobrar justiça e não pedir pra ela ser justa.
    Ela tem SIM que responder pelos atos dela, os bandidos tem SIM que responder por ESTUPRO EEEEEEEEEEEEEEEE,
    associação com trafico, formação de quadrilha, trafico, porte de armas, tentativa de homicídio, sequestro e etc…..

    Mas a mídia precisa parar de tratar a jovem como SANTA, como filha exemplar e como a jovem de futuro promissor, NÃO É!
    Precisamos usar o caso para combater o estupro, cobrar mais rigor na punição de crimes contra a mulher, cobrar a policia mais presença nas comunidades, divulgar bastante que compartilhar conteúdo impróprio também é crime, reforçar que a família, seja ela tradicional ou homoafetiva, é fundamental na educação de uma criança e principalmente, PRECISAMOS MOSTRAR AOS JOVENS QUE ESCOLHAS CERTAS DEVEM FAZER PARTE DE TODOS OS SEUS DIAS.
    Ela fez MILHARES DE ESCOLHAS ERRADAS e poderia (e deve) receber punições por isso.

    Repetindo: “DEVE RECEBER PUNICÕES” e não “DEVE RECEBER OUTRAS PUNIÇÕES”.
    Pra ficar claro que NADA justifica o estupro e que ESTUPRO nunca pode ser usado como punição.

    E, mesmo que não fosse estupro, queria lembrar que hoje, segundos as estatísticas, mais 13 mulheres foram estupradas… E amanhã tem mais.

    Até agora só vejo esforços para prender os criminosos, mas nenhuma medida para aumentar e coibir ainda mais esse tipo de crime.

    E precisamos abrir os olhos quanto a Vitima…. Ela é vitima? Sim. Mas também é culpada! Não no fato onde é vitima, no caso do estupro, mas no adendo a isso tudo.

    “Ah, mas se ela estivesse em casa não teria sido estuprada pelos 33”
    Certo… Mas poderia ser por 1 padastro em casa, por 1 bandido na rua, por 1 padre na igreja, enfim…
    Não importa o local, insegurança e violência contra mulher existe em todos os lugares, contra todos os tipos de mulheres. As mulheres boas e as que cometem crime, como o caso dela.

    • Gustavo

      2 de junho de 2016 em 3:18

      Primeiro: Segundo o artigo 218 do Código Penal, a manipulação não-erótica, por meio de mãos ou dedos, do pênis, da vagina, dos seios ou do ânus de outra pessoa não configura ato libidinoso.
      Se você realmente viu o vídeo sem censura, veria claramente que o único cara que tocou nela desacordada, não tocou em sua vagina (na realidade nem foi na vagina, foram nas nádegas) com intenções eróticas ou sexuais. Ele somente afastou as nádegas para mostrar que ela estava toda arregaçada depois da festinha.

      Segundo: MESMO QUE o que está no vídeo fosse um ato libidinoso, APENAS UM sujeito seria preso por estupro e não os supostos “33”.

      Terceiro: Os áudios da própria Bia, das amigas e dos favelados mostram claramente que não foi estupro: https://www.youtube.com/watch?v=O7deRGUTx0U

      Quarto: Ela própria se contradisse pelo menos três vezes. Ela declarou para o SBT que ela resistiu aos homens e eles bateram nela durante o coito, ou seja, o testemunho dela contradisse o Laudo Médico que mostrou não ter nenhuma evidência de estupro ou de agressão ao corpo dela (procure “Laudo não aponta indícios de violência em caso de estupro no Rio” no Globo).
      O depoimento dela contradisse não apenas o laudo médico como a própria declaração da delegada quando ela disse “ela não teve reação e por isso não o Laudo não aponta indícios de violência”
      Fora o fato que o depoimento dela para o SBT contradisse também o que ela falou para a Record.

      A Verdade é: a favelada ficou doida de “Loló”, quis dar pra Boca inteira e somente se arrependeu 4 dias depois porque o vídeo vazou na internet. Se não tivesse vazado o vídeo, ela continuaria a frequentar o Morro porque está acostumada a fazer essas surubas em troca de droga.

      O e-farsas, assim como a Mídia, estão vendidos. Estão faltando completamente com a Verdade.
      O e-farsas está defendendo uma farsa. Esperava mais de vocês.

      Ela foi pro baile na sexta e depois foi DORMIR na casa do ex namorado? ok. Ai 48 horas depois de um coma profundo, acordou no domingo numa casa estranha com flash na cara e voltou a DORMIR (sono pesado esse heim). Depois acordou de novo (?) e viu um monte de homem em cima dela e começou a bater neles. Aham. Ai apareceu o amigo vidente e super homem que viu tudo na bola de cristal, apareceu do nada e foi exatamente na casa certa e sozinho bateu em mais de 30 homens armados com fuzil. Depois de gastar toda sua força batendo em todos eles, o amigo heroi teve tempo de procurar as roupas dela e mandar ela se vestir. E ai ela se veste calmamente numa casa onde acabou de ser violentada por dezenas de homens sendo que qualquer mulher nessa situação sairia correndo pelada gritando por socorro na primeira oportunidade. Ok! Ai ela fala tranquilamente que violentaram de todas as formas inclusive com objetos e teria um video só dos objetos. Mas ela não estava dopada? Drogada? Bêbada? Como sabe que colocaram objetos nela? Como viu as baratas da casa? E fala tão calma dos objetos introduzidos? Como sabe que xingavam ela se estava dopada? E não chora quando lembra do terror que passou? ela diz que contou 33 homens. Pelo amor né… Você acorda numa casa desconhecida com homens pelados a sua volta e super calma manda eles fazerem fila pra contar quantos tem? Sem contar que em cada emissora de TV ela fala uma história e um número de homens diferente, afirmando com toda certeza contou quantos tinham! Me poupe. Se isso acontecesse ela não ia saber quantos tinha. Ia falar nervosa que eram muitos, uns 20, 30, mas precisar 33 é demais pra mim. Ela esqueceu de falar que no dia seguinte estava logando o Facebook pra dizer que “perdeu” o celular e agradecendo o apoio de todos (claro, uma mulher recém estuprada entra no face pra agradecer a galera e dar satisfação sobre a perda de um celular). Ela também não disse que mesmo depois do “amigo heroi” salvar ela, ela voltou no dia seguinte na favela pra buscar o celular que perdeu lá (obvio, toda mulher estuprada volta até o local do crime pra pegar o que quer que seja). Ela também esqueceu de falar o porque levou 5 dias pra denunciar o abuso e por coincidencia resolveu denunciar justamente quando o vídeo caiu na rede. Na boa, essa garota acha que nascemos ontem! (só essa delegada pra acreditar mesmo, que por sinal iria ser um delegado que estava vendo o outro lado da história, e por esse motivo foi afastado) Merece uma surra por ter comovido o país e o mundo num caso tão grave que é um estupro coletivo BACANAL NÃO E ESTUPRO.

      • Eu™

        2 de junho de 2016 em 10:27

        Chola mais, defensor de bandido.

        • Mim

          10 de junho de 2016 em 14:41

          Chorão

          • Eu™

            10 de junho de 2016 em 15:02

            Além de chorão não tem criatividade. Invente uma ofensa diferente, Bolsonarista defensor de bandido dos infernos.

    • Cético

      2 de junho de 2016 em 10:25

      Parabéns Bernado
      Disse tudo aí

      O Crime se configura na parte do toque e divulgação, mas vamos ver também se ela consentiu ao parceiro do sexo entao se ele tocou nela depois também poder ser abonado a parte do estupro e ficar somente a parte de divulgação

      E concordo mesmo que ela deve responder pelos crimes dela porque ela não pode sair impune também. E precisa ser investigado se ela tem envolvimento no trafico também junto com os autores do video.

      E cade a preocupação da mídia com os outros casos de estupro que aconteceu antes desta garota e dos que aconteceu depois e vai acontecer?

      Este caso foi divulgado assim porque o sensacionalismo dela vende mais do que uma simples mulher mãe de familia ou criancinha ser estuprada por um parente ou um bandido aleatorio na rua.

      O brasileiro tem que saber ser critico também.

      E a garota so buscou a autoridade depois que ela foi divulgada na mídia, ela nem se importou com o estupro em si, ela se preocupou com a imagem.

      Todos (inclusive ela ) tem que responder pelos respectivos crimes praticados (ela por porte ou posse de arma de fogo e precisa de investigação para saber se ela tem envolvimento com trafico). Eles por trafico, estupro ou seja la mais o que for encontrado

      Não quero que eles sejam absorvidos, quero que pague pelo crime de estupro se realmente foi feito e quero que ela também pague pelo dela

      • Eu™

        2 de junho de 2016 em 10:28

        Mais um defensor de bandido. Depois reclamam da criminalidade no país.

  31. Andrea Abrantes

    31 de maio de 2016 em 20:47

    Oi…fiz um comentário e o mesmo não foi postado…

  32. Be

    31 de maio de 2016 em 20:58

    Pessoal, vocês só tem consentimento de um video, o video do qual a policia diz ser a prova, mas existe outro video dela lúcida com os caras na qual ela esta transando e gemendo “normalmente” com eles, eles dão um tapinha na cara dela, chamam de safada e ela ri. O unico ato criminal foi a divulgação das imagens apenas, porque ela estava ali de livre e espontanea vontade “dando” pros caras. Se ela dormiu ou foi dopada depois que transou lúcida com eles isso tbm pode ser considerado um crime por terem tocado nela, mas estupro por 390 caras isso ñ ocorreu.

  33. Theodoro

    31 de maio de 2016 em 21:24

    Qualquer pessoa de bem se abalaria com essa noticia eu fiquei muito chateado e triste, mas agora estou vendo a investigação andar e claramente se nota que isso se chama orgia ou estupro coletivo, de qualquer forma o babaca que soltou esse video na internet deveria ser preso por acabar com a vida dessa moça, Ninguem tem o direito de destruir a imagem de uma pessoa desta forma, agora eu pergunto:
    1- Essas fotos dessa garota armada, certamente as armas não são dela de quem são então?
    2- Geralmente estupro dentro de favela é pena de morte na certa os 33 já morreram?
    3- Em entrevista a mãe da menor afirmou que a menor tem problemas com drogas, onde acaba vendendo o corpo para comprar drogas, ela compra ou ganha essas drogas de quem?
    4-Esses bailes funks como já foi mostrado antes existe um comercio de drogas generalizados, cade a policia ou conselho tutelar para investigar?
    5-A mãe dela vai ser punida por deixar a menor frequentar esses lugares?
    6-Em audio uma suposta amiga, informa que ela era acostumada a fazer isso, em outro audio um dos meliantes diz que ela quis “dar pra geral” os audio são verdadeiros?
    7-O laudo apontou que não ouve violencia corporal apenas penetrações, isso é verdade?
    8-Já pegaram o Marreta?, o suposto dono da boca de fumo?
    9-Fizeram exame toxicologico na menor para saber quais substancias ela tinha usado ou se foi dopada?
    10-Até quando vamos ter aturar esses estupradores? como vamos acabar com esses crimes ediondos? Com passeatras? com imagens marcantes no facebook? Com correntes em whatsaap?, ou com castração quimica e prisão perpetua?. Porque as mesmas ONGs que defendem bandidos estão defendendo a garota agora e por incrivel que parece diz que a culpa é dos homens em geral, Globo, Record,SBT, Band etc… Estão tedenciosamente apontando isso, Eu tenho 27 anos nunca estuprei ninguem meu pai nunca me ensinou a estuprar mulheres, ou seja essa cultura do estupro e o argumento que todo homem é um estuprador em potencial é uma farsa para mim, EXISTE PESSOAS DE BEM, E BANDIDOS. Espero que a justiça seja feita doa a quem doer.

    • Hélio Rubano

      2 de junho de 2016 em 18:55

      Theodoro, a única pessoa que está destruindo a vida dela é ela própria.

  34. valdir moraes

    31 de maio de 2016 em 22:27

    o estupro realmente é contra a lei, eles, (os estupradores) estão errados mesmo , devem ser punidos com o rigor da lai, mas, não consigo entender porque estão dando muita enfase neste caso e, aquela menina , que veio do espirito santo e foi assassinada na linha amarela, quase ninguem falou nada, uma menina estudiosa, recatada, linda, veio visitar a mãe e, ao contrario dessa, uma menina que conforme foi dito pela propria familia disse os costumes dela de seu envolvimento com esses marginais e inclusive parece que ja existe ate fotos dela empunhando uma pistola. eu tenho a impressao que isto é para tirar o foco da politica uma vez que quase todos estão envolvidos.

  35. Anderson shimitzen

    31 de maio de 2016 em 23:27

    É muito delicado falar algo sobre esse caso,porque se vitimiza um e monstrualiza outro.Mas lendo os comentarios vi que o qual mais se aproxima de minha opiniao é do Sr BERNARDO ZIRKHEUER. Parabenizo sua opiniao ,extremamente sensata e detalhista. Sr Gilmar Lopes acompanha a midia geral que infelismente sensacionaliza o caso.

  36. Cesar da Silva

    31 de maio de 2016 em 23:44

    Dá pra identificar os cristãos pelos comentários.

  37. Rogerio Souza

    1 de junho de 2016 em 2:28

    Analisando o VÍDEO, o CRIME que vejo,POR ENQUANTO , é a exposição DESUMANA a pessoa. A menina foi tocada com fins de exibição no vídeo e não com fins sexuais. Se estava inconsciente ou só descansando,se permitiu o sexo anterior a filmagem ou não, só as investigações irão mostrar, embora sejam palavras nada confiáveis de uma contra os outros. Agora, não consigo entender como que muitas pessoas não conseguem ou não querem enxergar tanta contradição e incoerência nas entrevistas e comportamento da garota.

    • Eu™

      1 de junho de 2016 em 9:34

      A lei (de verdade, não a “justiça Facebosteana”) discorda de você.

  38. Isabel

    1 de junho de 2016 em 9:13

    Pois é…já que a garota é menor de idade, eu pergunto: os pais não tem responsabilidade nisso? Eles serão agora premiados com o Estado pagando viagens e etc e não respondem por nada? A menina sumiu por 2 dias e os pais não procuraram a delegacia porque isso era “normal”. Que tipo de pais não ligam quando uma filha MENOR de idade some por 2 dias???? Vamos prender os estupradores sim! Mas passar a mão na cabeça do resto é assistencialismo midiático barato!

    • Eu™

      1 de junho de 2016 em 11:53

      Chola mais

  39. andreza duarte

    1 de junho de 2016 em 11:24

    Ela e baita servegonha adora fazer sexo com varios agora se faz vitima ela mesmo fazia ligacao com trafico ela. Q midia queria ver se fosse em caso homosexuais nao iam nem da bola agora vem uma vadia querendo se aparecer no video nao teve estupro nenhum como avo diz q ela ficava dias sem noticia q. Da uma santa tem q punir ela ficava tirando com armas pesada sou contra estupro mais essa garota ta mentindo pq n dia seguinte fazer ocorrencia ela ficou c vergonha depois postaram a imagem dela e outra nao encontraram nenhum vistigio de estupro nela se nao contraram estupro n e andreza

    • Eu™

      1 de junho de 2016 em 11:52

      O vídeo comprova o estupro. Seu argumento é inválido. Chola mais.

      • Gustavo

        2 de junho de 2016 em 3:13

        MESMO QUE o que está no vídeo provasse um estupro, APENAS UM sujeito seria preso por estupro e não os supostos “33”.

        • Eu™

          2 de junho de 2016 em 10:28

          Mas que houve estupro, houve.

          Chola mais.

  40. Pingback: Afinal, a garota sofreu estupro coletivo ou não?

  41. Synclow

    1 de junho de 2016 em 16:39

    O que mais me impressiona é como tem jurados e peritos aqui, concluindo a investigação e condenando os culpados.
    Só não trabalham nessas áreas porque pro bono é mais útil para sua sociedade ideal. Hein!

    • Eu™

      1 de junho de 2016 em 16:49

      O que mais me impressiona é como tem jurados e peritos aqui, concluindo a investigação e condenando a menina.
      Só não trabalham nessas áreas porque pro bono é mais útil para sua sociedade ideal. Hein!

      • Dolly

        2 de junho de 2016 em 18:29

        É… Infelizmente tem gente aí que acha que mulher não pode gostar de transar bastante, como homens gostam. Acham que se gosta bastante, é aceitável quando algo ruim acontece.

        Pense numa analogia:

        Você gosta MUITO de beber refrigerante. É sua bebida favorita e você bebe vários sabores muitas vezes ao dia.

        Você também gosta de espadas katana, e de enturmar com fãs de ninjas.

        Um dia você tá numa festa de fãs de ninjas, bebendo seu refrigerante com vodka porque é bom e diferente.

        Então você fica bêbada, desmaia, e 33 fãs de ninja despejam 33 litros de refrigerante pra dentro da sua barriga.

        Você acorda com dor de barriga no dia seguinte, magoada com seus amigos, e então alguns dias depois vê na internet o vídeo deles metendo litros e litros de refrigerante na sua boca.

        Por mais que você goste de refrigerante, você vê que foi violada, contra sua vontade, por muitos litros.

  42. Edmilson

    1 de junho de 2016 em 18:11

    Bom pessoal le bastante os comentários ou melhor o debate ….

    E tudo o que vejo é uma sociedade perdida se degladiando cada um com sua opinião dos fatos….

    Nessa história toda são apontados alguns sujeitos … Uma mulher precoce… 33 homens fictícios …. 2 homens presos …

    Complementando uma palavra chave de toda a polêmica ( estupro )

    Analisando todos os fatos apresentados até agora só vejo uma vítima de tudo isso …. ( Vocês )
    que estão enraizando uma batalha totalmente insignificante voltada para uma história que tem muitos lados muitos crimes envolvido menos uma vítima de estupro …

    Na verdade as vítimas estão aí do lado de suas casas, perto do seu trabalho , expostas na mídia , aliciadas na cara limpa diante toda a sociedade enquanto todos nos voltamos nossos olhares para um circo que a mídia e seus idealizadores promovem para encobrir suas apologias sexuais e crimes contra as mulheres ….

    Parem raciocinem e lutem juntos se realmente querem fazer algo façam o certo e saiam desse circo de oba oba … Esse caso é só uma coisa sem nexo usada para divirtuar a atenção da sociedade e os tolos se degladiarem ….

    Repito nessa história não há outra vítima além da própria sociedade…

  43. teu cu

    1 de junho de 2016 em 19:47

    E-Farsas metendo a cara a tapa. E falando merda.

    Não é possível afirmar nada desse caso, fora o que aparece em vídeo. Ponto.

    • Gilmar Lopes

      1 de junho de 2016 em 19:49

      Falando merda por quê?

    • Eu™

      1 de junho de 2016 em 21:54

      Chola mais, your anus.

  44. Brendo

    1 de junho de 2016 em 23:56

    Se a maior idade não fosse 18 anos…,como o autor disse,apologia ao crime também é crime,ela fez isso.Sobre o estupro,sou totalmente contra QUALQUER crime,vejo muitas pessoas falando que não interessa o comportamento dela e etc para tal ato…E eu posso lhe dizer,que para BANDIDO,não interessa mesmo,eles não tem amor nem consigo próprio por levarem essa vida,quanto mais de um próximo.O crime aqui não tá de brincadeira não,você tem que se prevenir ao máximo,infelizmente.Já ouvi um áudio de uma amiga dela falando que ela era acostumada a se drogar e transar com vários,poxa…e aí? Vdd?Esse caso tem que ser investigado muito bem,e saber se essa garota realmente está falando a verdade,pra mim esses caras já eram para estar na cadeia faz tempo,já devem ter matado um monte por causa do tráfico.

  45. Lex

    2 de junho de 2016 em 1:45

    Por essa ótica já fui estuprado e estuprei várias vezes. Minha namorada adora tirar foto do meu pau dormindo e às vezes tiro do bumbum dela..rs..

    • Gilmar Lopes

      2 de junho de 2016 em 8:38

      É, mas garanto que nem você e nem a sua namorada saem mostrando suas fotos íntimas pra todo mundo!

    • Eu™

      2 de junho de 2016 em 10:15

      Analfabeto funcional spotted.

  46. Gustavo

    2 de junho de 2016 em 2:53

    Primeiro: Segundo o artigo 218 do Código Penal, a manipulação não-erótica, por meio de mãos ou dedos, do pênis, da vagina, dos seios ou do ânus de outra pessoa não configura ato libidinoso.
    Se você realmente viu o vídeo sem censura, veria claramente que o único cara que tocou nela desacordada, não tocou em sua vagina (na realidade nem foi na vagina, foram nas nádegas) com intenções eróticas ou sexuais. Ele somente afastou as nádegas para mostrar que ela estava toda arregaçada depois da festinha.

    Segundo: MESMO QUE o que está no vídeo fosse um ato libidinoso, APENAS UM sujeito seria preso por estupro e não os supostos “33”.

    Terceiro: Os áudios da própria Bia, das amigas e dos favelados mostram claramente que não foi estupro: https://www.youtube.com/watch?v=O7deRGUTx0U

    Quarto: Ela própria se contradisse pelo menos três vezes. Ela declarou para o SBT que ela resistiu aos homens e eles bateram nela durante o coito, ou seja, o testemunho dela contradisse o Laudo Médico que mostrou não ter nenhuma evidência de estupro ou de agressão ao corpo dela (procure “Laudo não aponta indícios de violência em caso de estupro no Rio” no Globo).
    O depoimento dela contradisse não apenas o laudo médico como a própria declaração da delegada quando ela disse “ela não teve reação e por isso não o Laudo não aponta indícios de violência”
    Fora o fato que o depoimento dela para o SBT contradisse também o que ela falou para a Record.

    A Verdade é: a favelada ficou doida de “Loló”, quis dar pra Boca inteira e somente se arrependeu 4 dias depois porque o vídeo vazou na internet. Se não tivesse vazado o vídeo, ela continuaria a frequentar o Morro porque está acostumada a fazer essas surubas em troca de droga.

    O e-farsas, assim como a Mídia, estão vendidos. Estão faltando completamente com a Verdade.
    O e-farsas está defendendo uma farsa. Esperava mais de vocês.

    Incrível como o Gilmar Lopes e os justiceiros querem que o estupro tenha acontecido.

    • Eu™

      2 de junho de 2016 em 10:29

      Incrível como o Gustavo Lopes e os imbecis acéfalos defensores de bandidos querem que o estupro NÃO tenha acontecido.

  47. Cético

    2 de junho de 2016 em 10:09

    Não acredito que ela foi estuprada.
    Mas pela lei o fato de tocar e filmar a vítima considera Estupro, mas SE ela consentiu o sexo com a pessoa e o mesmo tocou nela então também não foi estupro quando tocou.
    Acredito que o único crime aí é divulgação de pornografia
    Ela só registrou a ocorrência do Estupro depois que a imagem dela foi divulgada então ela que se fazer de vítima para que não seja vista como um “puta” que deu para muitos homens.

    E no video ela pode está sobre influencia da droga que ela consumiu na festa ou simplesmente dormindo mesmo.

    Alguém fez algum exame toxicologico para saber se ela foi dopada para fins de estupro? Faça o exame e vai achar é muita cocaina ou outras drogas

    No final de ano ela vai ta em outra festa de novo ou ate antes.

    E outras garotas vai continuar indo para festa e vai continuar dando para o bonde de livre e espontanea vontade.

    • Eu™

      2 de junho de 2016 em 10:29

      A beleza da situação é que você acreditar ou não, não mudará em absolutamente NADA a realidade.

      Chola mais, defensor de criminoso.

  48. Wellington

    4 de junho de 2016 em 1:27

    Larguem de ser Hipocritas e defensores de bandidos, a única bandida é essa vadia ai, não hoive estupro, foi orgia, não foi dopada , ela se drogou até cair como sempre fez, estava dormindo enquanto filmaram? Pq tem? Ela consentiu, não era já um hobby dela? Não foi ela mesma que chegou na boca e disse “vem todo mundo que hj eu quero dar pra 50”, UE chegou em 33 e a buceta não aguentou? Kkkkk. Então, ela com medo dos traficamtes, por isso não denunciou antes? Tá com medo sim, mas é de morrer por ter traído os cara que comia ela direto. Se os otarios não tivessem postado o vídeo, ela trava fazendo orgia até hj, nesse momento enquanto vcs discutem ela estaria dando pra 33, 40, 50. Pow Gilmar eu acompanho o site a tempos, mas dessa vez vc errou feio, a verdade está aí na cara de todo, não enxerga quem não quer. O único crime que teve, foi o de postar material pornográfico com menor de idade. NAO HOUVE ESTUPRO, HOUVE ORGIA.

    • Eu™

      4 de junho de 2016 em 8:37

      Chola mais, chola. Ninguém se importa com o que você acha ou diz, favelado.

  49. Fidelis

    4 de junho de 2016 em 14:08

    Até aí tudo bem. Então que prenda os culpados por filmar, divulgar e manipular a moça quando estava dormindo. Mas em relação ao ato sexual, como foi comprovado no exame que não houve violência sexual, e ela estava lá por que queria estar, então, sim ela é a pessoa mais culpada disso ter acontecido com ela.

    • Eu™

      5 de junho de 2016 em 10:42

      Vai lá no morro se solidarizar com os traficantes, vai. Vai lá dizer pra eles que a culpa é dela e que você os ama. Quem sabe não ganha até um abraço!

      Amante de bandido.

  50. Felipe Fischer

    4 de junho de 2016 em 14:26

    Gilmar, não tenho pena de vagabundo!

    A menina e os caras que estavam com ela se merecem, podiam todos mofar na cadeia!
    Estupro não é menos nem mais crime que pegar em armas, traficar e matar pessoas. A droga financia a violência que quem trabalha sofre todo dia.

    Tenho pena das trabalhadoras que voltam tarde da noite pra casa em ruas escuras e sem segurança.
    Tenho pena das mulheres que sofrem abusos nos transportes públicos lotados.

    Dessa aí, que com 11 anos ia pra baile funk pra dar pra vagabundo, segundo as palavras dela mesma no facebook, eu não tenho pena nenhuma, assumiu, com prazer, todos os riscos.

    Tenho pena de mim e de todos os trabalhadores, que estamos pagando alimentação e moradia pra uma traficante drogada e pros respectivos familiares irresponsáveis que não educação e nem deram limites pra ela.

    • Eu™

      5 de junho de 2016 em 10:41

      Azar o teu.

  51. Oi

    5 de junho de 2016 em 18:06

    Houve crime sim, sou mulher e assim que essa notícia vazou, fiquei horrorizada, briguei com colegas de trabalho que usou aquele velho bordão de ” ela procurou” perdir a razão, queria que todos os 33 fossem mortos, sem prisão sem julgamentos, apenas com crueldade. Mas logo depois de ver fotos, entrevistas, vídeos, depoimentos da jovem e da família, Facebook e postagens da mesma, sinto muito, mas não acredito mas no estupro, acredito que as pessoas que divulgaram as imagens e vídeos devem ser condenados, pois isso também constituem crime de estupro, mas só por isso. Pois até o jogador, “namorado ou sei lá o quer” já foi inocentado pela mesma, pois afirmou em conversas de whatssap que ele não participou, o que com certeza participou, mas desse ela gosta muito e não quis prejudica-lo com toda sua teia de mentiras. Acredito que como muitas jovens do crime, ela aceitou fazer uma orgia, regada a muito uso de drogas, e depois tomou banho como tá claro no vídeo e foi dormir.

  52. Mylena

    5 de junho de 2016 em 20:45

    É triste vê o quanto os Brasileiros baseiam seus argumentos com justificatívas em prol de seu achísmo. Tá na cara que não foi Estupro. Houve sim não só um crime, como sequências de crimes, menos o Estupro. Quem estuda direito não há sombras de dúvidas que n houve estupro. Triste argumentos sem fundamentos aprofundados no assunto; Quando você não tem bases fundamentais para afirma algo seu argumento não deixa de ser Pseudonísmo; Apenas expressões opnosas! Por isso, parem de se acharem donos da verdade com justificatívas figuratívas e formulações de hipóteses. Quer ser um superior comentarísta de tal assunto? Estude direito! Quer ser um superior comentarísta de economia? Estude contabilidade! Mas vc sendo apenas um opnísta não passará disso. Por tanto, estudo direito e tenho bases para afirma que NÃO HOUVE ESTÚPRO!

  53. Eu™

    5 de junho de 2016 em 21:46

    “É triste vê o quanto os Brasileiros baseiam seus argumentos com justificatívas em prol de seu achísmo.”

    Triste mesmo é criticar e fazer o mesmo.

    Você ACHA que não foi estupro, mas pela lei (e pelo vídeo) foi. Consegue provar que não foi?

    Chola mais!

  54. Eu™

    6 de junho de 2016 em 14:21

    E, mais uma vez os CÚMPLICES aqui dos comentários, que defendiam os bandidos e diziam que não, não houve estupro, SE CALAM diante das EVIDÊNCIAS:

    http://www.jb.com.br/rio/noticias/2016/06/06/video-em-celular-mostra-que-vitima-implorou-para-nao-ser-estuprada/

    C
    H
    O
    R
    E
    M

    M
    A
    I
    S
    !
    !
    !

    Houve estupro sim, e pra quem não acredita, HOUVE DUAS VEZES.

  55. Padre Quevedo infame

    6 de junho de 2016 em 21:21

    Ela e uma vagabunda! ” Estrupadores ” tem que ser mortos malditos não tem ideia
    e para essa raça de meninas que gosta de conviver com vagabundos fica o exemplo vão trabalhar para com essa porra de vangloriar malandro merda de funk PARA DE ENCHER O MUNDO DE FILHO RAÇA MALDITA
    AOS ESTRUPADORES TOMARA QUE 30 VAGABUNDOS NA CADEIA FAZEM DE MULHER NA CELA

    • Eu™

      7 de junho de 2016 em 16:01

      CHOLA MAIS, usuário do Facebosta!

      Por que tanto ódio contra a guria? Deve ter um nerd punheteiro virgem, só pode! Provavelmente é apaixonado por uma guria que dá pra todo mundo (o corpo é dela, ela dá pra quem ela quiser e você não tem nada com isso) exceto pra você!

      KKK

  56. Eu™

    7 de junho de 2016 em 16:01

    Não falei, Gilmar? Já esqueceram, agora o assunto da vez é outro.

    Ah, essa internet, viu?

  57. Eu™

    8 de junho de 2016 em 10:03

    Ae seus Bolsotáristas chorões defensores de bandido, mais um desdobramento do caso:

    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/06/1779366-policia-afasta-delegado-que-primeiro-investigou-estupro-de-adolescente.shtml

    CHOREM MAIS!!!

  58. marcelo

    8 de junho de 2016 em 18:20

    tem que parar de acusar os homens de estupradores sem uma verdadeira apuração dos fatos, e em caso constatado que a suposta vitima tenha inventado, ela tinha de ser espancada e morta , do jeito que a população faz com o estuprador. Morte pra essas vagabundas mentirosas

    • Gilmar Lopes

      8 de junho de 2016 em 20:08

      Você não pode estar falando sério! É brincadeira esse seu comentário, né?

    • Eu™

      8 de junho de 2016 em 20:19

      Volta pra favela do Facebosta, seu imbecil misógino dos infernos.

      Provavelmente deve ser outro nerd virjão que nunca molhou o biscoito e agora tem raivinha das mulheres… kkk

      Chola mais, babacão!

  59. Dorian Gray

    9 de junho de 2016 em 3:00

    Qualquer pessoa com dois neurônios, sabe que isso foi uma orgia que fugiu do controle e se tornou um estupro em dado momento, após a exaustão da menina e posterior síncope química (muita droga). O problema é que esse crime se transformou em um martírio para a imprensa feminista. Se não tivesse ocorrido, os grandes veículos de mídia não teriam capitalizado em cima desta miséria. Estratégias eficientes, como orientação, são vistas como “culpabilização da vítima” (o que é um absurdo). Castração química e pena capital de estupradores são também descartados. Querem coletivizar a culpa “ensinando os homens a não estuprar”. Mas quando as estatísticas apontam que grande parte dos casos de abuso infantil são perpetrados por babás do sexo feminino, aí todos desconversam (http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/04/homem-de-63-anos-e-funcionaria-de-creche-sao-presos-por-pedofilia-no-rio.html)

    • Eu™

      10 de junho de 2016 em 15:03

      E, depois de todo o choro, a verdade permanece: Foi estupro e ponto. E quem defende o bandido e diz que a culpa é da menina, tem mais é que ir à merda.

      Ps: Chola mais.

  60. Lis Versieux

    9 de junho de 2016 em 9:51

    As dúvidas surgem por causa de dois fatos:

    – Alguns homens se aproveitam da vulnerabilidade da mulher sim.

    – E ninguém se sai tão bem quanto vagabunda que se faz de coitada; Todo mundo fica a favor dela, mesmo se ela estiver errada.

    • Eu™

      10 de junho de 2016 em 15:02

      As dúvidas surgem porque vocês são chorões que acreditam em qualquer bosta que sai no Facebunda.

      Chora mais, Bolsonarista defensor de bandido.

  61. Rachel Hurd

    10 de junho de 2016 em 22:55

    Gente, o caso é sério, ela pode até ter antecedentes imorais, mais eles têm antecedentes criminais, já ocorreu naquele mesmo local exploração sexual com duas outras menores no ano passado, uma delas desistiu porque ficou com nojo e por isso atiraram nela, ela morreu.

  62. Eu™

    17 de junho de 2016 em 13:46

    AE seus alienados chorões de merda, FOI ESTUPRO SIM, e quem duvida, CHORA MAIS:

    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/06/1782781-policia-conclui-inquerito-e-afirma-que-sete-estupraram-adolescente-no-rio.shtml

    CHUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUPA

  63. Fernando

    8 de agosto de 2016 em 15:07

    Gostaria de saber se as outras 1500 vezes que ela fez a mesma coisa, com os trinta e tantos amigos, foi estupro ou diversão? O unico crime que enxergo é que um acefalo filmou a festinha e divulgou.
    Como a mãe da !@#$%*&#$ viu o video, ela teve que inventar uma historia.
    A reporter do fantastico pergunta: “-Vc está muito revoltada, né!? Obvio. ”
    A menina responde: “- Tô um pouco.”

    O QUÊ??? “Tô um pouco”???? Como assim???? Que resposta é essa pra quem foi estuprada pro trinta homens???

    • Gilmar Lopes

      8 de agosto de 2016 em 17:02

      A mulher pode fazer sexo com quantas pessoas quiser quantas vezes quiser! Quando ela não quer e tem que fazer forçado é estupro!
      Até mesmo a prostituta pode alegar que foi estuprada se o cliente resolver fazer algo com ela que não tenha sido combinado antes!
      Não tem jeito: Sexo sem consentimento é estupro!

  64. Ricardo

    4 de setembro de 2016 em 15:19

    É triste o que aconteceu com essa garota, não queria ver um filho meu nessas condições.
    Por mais que muitos aqui estão afirmando que não foi estupro, que teve o consentimento dela. Mais muitos parceiros assim em uma única relação é sim considerado estupro.
    Triste realidade essa que vivemos em nosso país.

    • REu™voltado

      7 de setembro de 2016 em 7:46

      ” Mais muitos parceiros assim em uma única relação é sim considerado estupro.”

      Não, não é. É considerado estupro se tiveram relações com ela SEM o consentimento dela, independente do número de parceiros.

  65. Lívia

    6 de setembro de 2016 em 20:12

    Triste quando vejo caso assim. Julgar essa garota não nos leva a nada, ninguém além dela sabe se foi ou não com o consentimento dela. Infelizmente as imagens são fáceis de parar na internet e nunca mais pode-se tirar.

  66. João Pedro

    12 de fevereiro de 2017 em 13:51

    Apagaram meu comentário apresentando o lado que o E-Farsas não pesquisou e apresenta uma versão onde tudo foi apenas uma orgia que saiu de controle porque um idiota publicou, bem ético hein moderador? Mas tudo bem, não vou postar de nv porque tô com preguiça de digitar e não ia dar nada mesmo, mas por favor: PESQUISEM direito ao invés de pensar que os únicos argumentos são os de: “Ela é bandida, merecia.”, só torna o site AINDA mais preconceituoso.

  67. Luciano

    20 de fevereiro de 2017 em 4:40

    Só é estupro se o ato não consentido tiver por objetivo satisfazer a LASCÍVIA de alguém. E obviamente o ato filmado não tinha este objetivo! Tinha como fito “ziar” a garota, humilhá-la. Portanto, não restou configurado o crime de estupro. O crime em tela é o previsto no artigo 241-A do ECA.
    Podem anotar: ninguém será condenado por estupro.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo