Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

A entrevista que o líder do PCC Marcola deu à Globo é real?

Crimes

A entrevista que o líder do PCC Marcola deu à Globo é real?

Texto que circula pelas redes sociais mostra entrevista que o traficante de drogas teria concedido ao jornal O Globo, mas será que isso é verdade?

A transcrição de uma entrevista que o traficante Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, deu ao jornal O Globo deixou muita gente preocupada. Marcola diz, segundo o texto, que o Brasil não tem mais jeito, que estamos vivendo num inferno e que até parlamentares estariam envolvidos com o tráfico de drogas.

Afinal, o líder do PCC teria mesmo dado essa entrevista bombástica?

"Estamos vivendo num inferno!" - teria dito o traficante em entrevista! Será? (foto: Reprodução)

“Estamos vivendo num inferno!” – teria dito o traficante em entrevista! Será? (foto: Reprodução)

Verdadeiro ou falso?

Se você acompanha o E-farsas, já sabe que um dos maiores indícios de um boato digital é o fato dele ser atemporal. A maioria dos hoaxes não é datada! Dessa forma, quem lê o texto pela primeira vez, acha que se trata de uma notícia fresca.

Quem espalhou a suposta entrevista do líder da facção criminosa Primeiro Comando da Capital, o traficante Marcola, se preocupou com essa questão e não datou seu texto. Portanto, a impressão que dá é a de que a entrevista foi publicada ontem (ou na semana passada).

No entanto, basta uma rápida busca na internet para descobrirmos que essa história circula pela “grande rede mundial de computadores” desde 2006. Em julho daquele ano, o Observatório da Imprensa já falava sobre esse texto.

Se você ficou curioso em ler a tal entrevista na íntegra, dá uma olhada nessa publicação de 2007 no site do Jornal da Ordem.

O Globo publicou mesmo a entrevista?

Sim! A entrevista com o traficante foi publicada na edição impressa do Jornal O Globo do dia 23 de maio de 2006. Mas antes que você fique preocupado, é bom que fique claro que o artigo é uma obra de ficção!

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Na verdade, o texto com a transcrição de uma conversa entre um repórter e o traficante é um texto fictício intitulado “Estamos Todos no Inferno” e, por incrível que possa parecer, foi escrito por Arnaldo Jabor na sua coluna do Globo.

Muitos textos falsos que circulam pela web são atribuídos ao jornalista e cineasta Arnaldo Jabor, mas esse foi inventado por ele mesmo. Pode acreditar!

O próprio Jabor confirma a autoria do texto fictício em um desabafo seu na Rádio CBN, no dia 07 de julho de 2006. Clique abaixo para ouvir:

[iframe: src=”http://www.cbn.com.br/Player/player.htm?audio=2006/colunas/jabor_060707&OAS_sitepage=cbn/comentarios/” width=”475″ height=”193″ marginheight=”0″ marginwidth=”0″ frameborder=”0″ scrolling=”no” bgcolor=”#CCCCCC”]

Arnaldo Jabor é sempre vítima em textos falsos atribuídos a ele!

Arnaldo Jabor é sempre vítima em textos falsos atribuídos a ele! (foto: Reprodução/Facebook)

“Eu escrevi nos jornais uma coluna em que inventei uma entrevista imaginária com um traficante preso do PCC. Na entrevista o personagem de ficção critica o Brasil de hoje e denuncia os erros das polícias e da sociedade. É um texto do qual eu me orgulho. É legal o texto. E todo mundo gosta, mas não acreditam que fui eu que fiz. Acham que é real a lucidez do bandido.” Arnaldo Jabor, Rádio CBN, 07/07/2006

A “entrevista” real

E se você ficou interessado em ler uma entrevista real do traficante, delicie-se com depoimento que ele deu aos deputados da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Armas, em junho de 2006. O depoimento do criminoso tem 205 páginas e, sim, vale a pena ser lido!

Conclusão

A tal entrevista que o traficante teria dado ao Jornal O Globo é falsa! Trata-se de um texto criado pelo jornalista Arnaldo Jabor, em 2006.

Continue lendo
10 Comentários

10 Comments

  1. Lucho

    22 de março de 2014 em 20:38

    Essa história da entrevista é tão fácil de desmascarar. É só pedir para a pessoa que compartilhou essa história a reportagem com essa entrevista.

    No mais…

    “Muitos textos falsos que circulam pela web são atribuídos ao jornalista e cineasta Arnaldo Jabor, mas esse foi inventado por ele mesmo. Pode acreditar!”

    Foi exatamente isso que eu pensei. Tantos textos, frases e citações apócrifas que acabam sendo de “autoria” do Jabor, mas quando se tem um texto que é realmente de autoria dele, é dada a autoria a outra pessoa.

  2. Klaatu

    23 de março de 2014 em 14:26

  3. robertomalla

    24 de março de 2014 em 16:13

    o marcolla tem toda racao que pais de filho da puta e este que vivemos.

    • Lucho

      6 de abril de 2014 em 11:57

      Agora traduza isso para o português, caro beneficiado por programas de inclusão digital.

  4. Conceição

    25 de março de 2014 em 21:45

    A entrevista do Marcola no cpi das armas, que é verídica. Ele é muito mais inteligente que esse texto

  5. Anglis

    4 de dezembro de 2015 em 17:11

    Hahaha! Sim montagem. Ok! Sem problemas. Mas q grandões lideram esse mindinho podre das drogas. Hahaha só muito otário pra não saber. As altas drogas não fazem parte do mundo miserável pq usam as adulteradas. As q custam cara só pra quem pode. Cai na real.Muitos de nós cidadãos honestos sabemos q o mundo é dos q tem muita,mas muita grana. Mas graças a Deus. Td é temporário e a vida do iníquo é curta, graças a Deus.

  6. Robert

    8 de dezembro de 2015 em 2:55

    Palhaçada! Tira essa Merda da Internet.
    O Marcola deveria processar esse otário.

  7. João Paulo

    27 de setembro de 2016 em 11:32

    O conteúdo do texto ainda é uma verdade.
    Independente de quem o disser, escrever, repassar ou compartilhar, estará relatando uma realidade amarga, difícil de engolir, mas que nunca foi tão contemporânea e real como agora. Usando de uma falsa autoria, Jabor se fez entender, e se alguém acha que ele “inventou algo” além da autoria do texto, me desculpo desde já por estragar seu Brasil de “Ipanema Dreams”. O nosso pais se encontra em uma situação bem mais complicada do que aquela relatada em seus debates politizados entre amigos na mesa do bar. Como o texto relata, o “errado” já está enraizado, e não existe mais distinção, não existe mais problema, pois o problema já é maior que a solução, o problema já é parte do todo, e suas raízes já abraçam toda a estrutura.

  8. Aarao aranha

    28 de setembro de 2016 em 12:31

    Esse mundo ja tem os politicos para meter a mao nos nossos bolsos i vindo mas i ninguem vai presos q merda

  9. VINICUIS

    17 de janeiro de 2017 em 13:45

    Como é contemporânea essa entrevista.
    Talvez hoje o cenário esteja um pouco mais caótico…
    Tanto faz, não há solução mesmo. Ou você me aponta uma???

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo