Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

O Comitê de Direitos Humanos do Brasil mandou libertar as mulheres que mataram o pequeno Rhuan?

Crimes

O Comitê de Direitos Humanos do Brasil mandou libertar as mulheres que mataram o pequeno Rhuan?

O Comitê de Direitos Humanos do Brasil mandou libertar as mulheres que mataram o pequeno Rhuan?

É verdade que o Comitê de Direitos Humanos do Brasil expediu uma ordem determinando a soltura imediata das duas mulheres acusadas de matar e esquartejar o próprio filho?

A notícia surgiu nas redes sociais na segunda semana de junho de 2019 e também foi publicada em diversos sites e blogs, como o Rondônia Aqui News, Inforprime e outros. De acordo com o texto, o Comitê de Direitos Humanos do Brasil teria expedido uma ordem determinando a soltura imediata das duas mulheres acusadas de matar e esquartejar o próprio filho, o menino Rhuan, de apenas 9 anos de idade.

Ainda, segundo o que diz na reportagem, Rosana Auri da Silva e Kacyla Pryscila Santiago – por serem rés primárias – ganharão a liberdade até a conclusão do julgamento.

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Trecho da notícia afirmando que o casal que matou o menino Rhuam teria conseguido a liberdade graças ao Comitê dos Direitos Humanos do Brasil! (Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

No dia 1º de junho de 2019, Rosana Auri da Silva Cândido e Kacyla Pryscila Santiago Damasceno Pessoa foram presas acusadas de matar e esquartejar filho de Rosana – Rhuan (9 anos)! As acusadas confessaram o crime bárbaro.

Entre em contato com o E-farsas via WhatsApp: (11) 96075-5663

De acordo com a última decisão do Tribunal do Júri de Samambaia publicada no dia 1º, a prisão em flagrante da dupla foi convertida em preventiva. Ou seja, elas continuam presas!

Outro detalhe é que não existe um “Comitê de Direitos Humanos do Brasil”. O que existe é o Comitê de Direitos Humanos da ONU e ele não tem poder de expedir pedidos de soltura. Apenas o Poder Judiciário Brasileiro pode expedir mandados desse tipo.

Além disso, o site que primeiro publicou essa notícia falsa, o Inforprime, é conhecido por criar e disseminar fake news. Você ainda vai ouvir falar dele aqui no E-farsas em breve…    

Conclusão

As duas assassinas do menino Rhuan continuam presas na Penitenciária Feminina do DF, a Comeia. Além de homicídio qualificado, as acusadas ainda responderão por outros 4 crimes cometidos antes e depois da morte do menino!

Obs.: O Rondônia Aqui News apagou a publicação no mesmo dia em que foi postada.   

Continue lendo
11 Comentários

11 Comments

  1. Pedro Lucio Ribeiro

    17 de junho de 2019 em 0:20

    Ninguém pode mandar soltar alguém preso. Só o magistrado competente para tal ato.

  2. Luan

    17 de junho de 2019 em 13:46

    Afinal. Na tv Globo saiu ou nao alguma materia sobre este caso???

  3. Alex Sandro

    17 de junho de 2019 em 15:46

    Malditas pessoas que ainda usaram esse crime para atacar um lado político ou ideológico que se diferencie do deles, deveriam ser processados e responder por isso, espero que um dia paguem por isso se nao aq que seja na justiça divina.

  4. Rafael

    18 de junho de 2019 em 22:23

    Pessoas ainda usam essa tragédia, para ganhar views. Um absurdo isso que aconteceu. Não importa a ideologia ou a politica, é a indole de cada ser humano…

  5. Maria

    22 de junho de 2019 em 4:52

    @Gilmar Lopes, além da InforPrime, gostaria de complementar listando quais são os maiores sites que espalham FAKE NEWS, segundo a Revista ÉPOCA, edição n° 1034, de 23/04/2018. São eles: 1) Gospel Prime; 2) Virgulistas; 3) Falando Verdades; 4) O Diário Nacional; 5) Imprensa Viva; 6) News Atual; 7) Click Política; 8) Diário do Poder; 9) Papo TV e 10) Folha Política.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Topo