Um chifre nasceu na cabeça de uma mulher que zombou de Nossa Srª Aparecida?

Share Button

É verdade que uma mulher que zombou da Santa Padroeira do Brasil no dia de Nossa Senhora Aparecida foi castigada com um chifre em sua cabeça?

A notícia apareceu no dia 13 de outubro de 2017, um dia após as comemorações do dia de Nossa Senhora Aparecida, santa padroeira do Brasil segundo os católicos. De acordo com o texto que foi bastante compartilhado nas redes sociais, uma mulher que mora na região de Aparecida (no interior de São Paulo) passou o dia da comemoração zombando dos peregrinos que passavam pela sua casa pedindo água!

A notícia ainda afirma que a mulher teria dito que os peregrinos iriam ganhar chifres por ficarem tantos dias fora de casa (e deixando as esposas sozinhas) para idolatrar “um pedaço de barro”.

No dia seguinte, a mulher teria começado a sentir fortes dores de cabeça, quando descobriu que em sua testa havia começado a nascer um enorme chifre!

Será que isso é verdade ou mais uma farsa da web?

Mulher teria sido castigada com um chifre na cabeça por ter zombado da Nossa Senhora Aparecida! Será? (Fotos: Reprodução/Facebook)

Verdade ou farsa?

Como podemos notar, o nome da mulher não é mencionado em nenhum momento. Também não há nenhuma informação sobre o hospital e/ou dos médicos que atenderam a ocorrência!

Envie suas dúvidas e sugestões de pauta através do nosso WhatsApp pelo número (11) 96075-5663!

Os sites que publicaram essa notícia são os mesmos de sempre, já citados aqui no E-farsas, por disseminarem fake news. Nenhum jornal de grande circulação publicou algo a respeito. Nem jornais locais de Aparecida souberam do ocorrido.

As fotos

Se a história é falsa, como explicar essas fotos de uma mulher com chifre?

Essa não é a primeira vez que casos de chifres em humanos são relatados pela medicina. Explicamos aqui no E-farsas, em 2013, a notícia verdadeira da chinesa Zhang Ruifang, que já tinha 103 anos na época e sofria de uma disfunção conhecida como Cutaneum cornu:

Zhang Ruifang, com 103 anos de idade na época, com chifre na testa! (foto: Reprodução/Facebook)

Na verdade, esse “chifres” são compostos de queratina compactada (o mesmo material das suas unhas, por exemplo) e sua remoção pode ser feita através de cirurgia (apesar da retirada não resolver o problema, que pode tornar a ocorrer).

Podemos ver a mesma mulher usada para “ilustrar” a “notícia” em uma publicação de 2010 no excelente Diário de Biologia. Uma busca reversa por essas fotografias nos mostra que elas já circulam pela web desde, pelo menos, 2009. Portanto, não pode ser a mesma mulher!

Conclusão

A notícia da mulher que teria sido castigada com o nascimento de um chifre em sua cabeça por ter zombado de Nossa Senhora Aparecida é falsa!

Share Button
Crimes, Demoníaco, Falso, Saúde
, , , , , , , , , , ,
  • Felipe Ferreira

    Essa foto da mulher loira é super velha, lembro que já vi ela em site gore lá nos anos 90. Dá pra ver que a fotografia é velha também, possivelmente dos anos 60.

    O que tem na cabeça essa galera que inventa essas estórias moralizadoras? Não sabem que alguém vai descobrir que é mentira? Quem inventou e compartilhou vai ficar conhecido como mentiroso….

    • gabriel oliveira

      Não vão descobrir, ou pelo menos a grande maioria não vai, recebi essa historia de uma tia, quando eu falei que era mentira e mostrei esse link do e-farsas, o papo foi que esse pode até ser mentira (ou seja, não acreditou no site) mas que fazer isso pode ser castigado da mesma forma

  • M0SKA

    Manda a mulher essa aí contatar o pastor Sérgio Von Helder pra perguntar que cirurgia plástica ele fez pra remover as guampas depois de ter chutado a imagem da Senhora Aparecida.
    Rica do jeito que a Igreja é, deve ter ter contratado o Pitanguy.

    • Gilmar Lopes

      Bem lembrado! Na época surgiu o boato que ele tinha morrido como castigo kkkkkk

  • Carlos

    Essa mulher teve mesmo esse chifre que apareceu depois de uma pancada na cabeça e depois foi retirado mas é antigo, não tem nada a ver com santa e nem brasileira é. Tem gente que fica inventando essas histórias e ainda tem gente que acredita.