16.9 C
São Paulo
quinta-feira, setembro 16, 2021

A professora que salvou crianças em creche foi declarada Heroína Nacional por Bolsonaro?

- Publicidade -

É verdade que Helley de Abreu Silva Batista foi condecorada heroína nacional por Bolsonaro por ter salvado vários alunos de sua creche que foi incendiada por um ex funcionário?

A notícia surgiu em diversos sites e blogs na segunda semana de janeiro de 2019 e afirma que o presidente Jair Bolsonaro teria se encontrado com seus ministros e assinado uma declaração oficial condecorando a professora Heley, morta em 2017, como heroína nacional.

Bolsonaro teria elogiado a conduta da professora que deu sua própria vida para salvar as crianças de sua creche.
Heley de Abreu Silva Batista morreu ao salvar 25 crianças em uma fatalidade conhecida como a Tragédia de Janaúba, em outubro de 2017, na creche Gente Inocente em Janaúba, Minas Gerais, quando o vigilante Damião Soares dos Santos ateou fogo em si mesmo, e em várias crianças numa sala de aula.

A pedagoga protegeu as crianças com auxílio de outras duas funcionárias abraçando-se ao criminoso para impedir que continuasse o ataque, e ajudando a retirar as crianças feridas.

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Bolsonaro condecorou a professora que salvou várias crianças de um incêndio uma heroína nacional? (foto: Reproduço/Facebook)

Verdade ou mentira?

Uma busca no site do Planalto a respeito do nome da pedagoga morta em 2017 e não tivemos nenhum resultado. É bom ressaltar que procuramos com as duas grafias (Heley e Helley), mas mesmo assim não achamos nada.

Nas buscas nos principais jornais do país, encontramos notícias referentes a uma homenagem feita pelo presidente da república à Helley de Abreu Silva Batista, mas o ato ocorreu em março de 2018 e o presidente na época era o Michel Temer.

O presidente Michel Temer entregou ao viúvo e ao irmão de Helley a Ordem do Mérito Educativo e foi chamada de heroína. Na mesma solenidade, outras 108 pessoas também receberam medalhas da Ordem Nacional do Mérito Educativo. Dentre elas, o então ministro da Educação, Mendonça Filho além de outros ministros, senadores, deputados e professores universitários.

Também não há nenhuma menção da suposta homenagem de Bolsonaro à Helley no Wikipedia e tampouco no perfil oficial do presidente Bolsonaro no Twitter.

Origem

- Publicidade -

Todos os sites e blogs que publicaram sobre o assunto citam como fonte o site O Congresso, que – como já mostramos diversas vezes aqui no E-farsas – é especializado em criar e espalhar notícias falsas.

Para quem não se lembra, esse é o mesmo site que inventou, dentre outras, as fake news que já desmentimos como essas:

A lutadora de UFC Polyana Viana, que reagiu a assalto, foi presa?

O segurança do Carrefour que matou um cachorro foi espancado por populares em Osasco?

O site O Congresso, por sua vez, não cita nenhum site ou documento que comprove essa história!

Conclusão

A notícia afirmando que o presidente Bolsonaro condecorou como Heroína Nacional a pedagoga que morreu para salvar várias crianças em uma creche é falsa!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui