20.4 C
São Paulo
terça-feira, novembro 30, 2021

Uma mulher obrigou o ladrão a fazer sexo com ela no Tocantins?

- Publicidade -

É verdade que uma mulher de 28 anos está sendo acusada de tortura após prender um ladrão que invadiu seu estabelecimento e obrigá-lo a fazer sexo com ela?

A notícia surgiu na segunda semana de janeiro de 2019, mas voltou a ser compartilhada nas redes sociais no começo de março do mesmo ano. De acordo com o texto, Mônica Santos, de 28 anos, teria sido acusada pela justiça de tortura e cárcere privado, após prender e obrigar um ladrão que invadiu seu estabelecimento comercial a manter relações sexuais.

O ladrão Jonas Texeira teria invadido armado o salão de beleza em uma cidade do Tocantins e teria sido surpreendido pela cabeleireira, que, segundo o que diz na notícia – é faixa preta de caratê.

A notícia ainda afirma que Mônica teria levado Jonas até um quarto e obrigado o homem a manter relações sexuais durante três dias, quando foi presa sob a acusação de tortura e o “pobre bandido” preso por roubar o salão de beleza da sua torturadora”

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Uma mulher teria mantido um ladrão preso e o obrigado a fazer sexo com ele por 3 dias! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

Começando pelo nome dos envolvidos na notícia, podemos perceber que ele aparece apenas em sites e blogs que copiaram exatamente o mesmo texto. Não encontramos essa notícia sendo veiculada em sites de grandes jornais, o que é estranho, visto que essa manchete incomum certamente entraria na pauta de qualquer jornal.

Quanto às fotos, alguém pegou duas imagens aleatórias na web e as juntou para compor a sua fake news.

A moça é, na verdade, a venezuelana Ysmara Tatiana Martínez Garrido, acusada em 2017 de seduzir seus alunos em troca de boas notas. Em entrevistas, a mulher negou as acusações.  

Quanto ao homem que aparece ao lado da mulher, dentro de uma cela de prisão, ele se chama Jorge Luís Araújo do Nascimento e foi preso em setembro de 2012 após ameaçar a esposa e apedrejar a casa da sogra. O agressor já tinha passagem pela polícia por assalto a mão armada e a prisão aconteceu no Piauí.

Versão brasileira de uma fake news russa

- Publicidade -

Essa história de uma cabeleireira faixa preta karatê ter obrigado um ladrão a manter relações sexuais com ela é derivada de uma lenda antiga da internet. Em janeiro de 2014, o tabloide sensacionalista de língua inglesa Daily Mail publicou a história de Olga Zajac, uma russa que teria sido presa após abusar sexualmente do ladrão, Viktor Jasinski, nos fundos de seu salão de beleza.

Abaixo, a foto borrada da mulher:

Suposta agressora sexual do bandido que havia invadido seu salão de beleza, na Rússia! (foto: Reprodução/News Ru)

Acontece que o Daily Mail pegou essa “notícia” de uma publicação feita em um site russo chamado The Moscow Times, em 2009. Infelizmente, o link não está mais disponível, mas podemos ver comentários a respeito dele em fóruns de discussão. O curioso é que, como podemos ver aqui, na publicação original (que foi reproduzida pelo site News Ru na época) não haviam citado os sobrenomes dos envolvidos. Parece que o Daily Mail inventou os nomes (ou tirou sabe-se lá de onde).

Questionado pela repórter colunista da Forbes, Kiri Blakeley, sobre mais detalhes sobre essa história e por que razão uma notícia de 2009 foi publicada somente em 2014 (como se fosse algo recente), o Daily Mail não respondeu.

Conclusão

A notícia afirmando que uma mulher teria obrigado um ladrão que tentou roubá-la a manter relações sexuais com ela por 3 dias no Tocantins é falsa!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

10 COMENTÁRIOS

  1. Não entendi direito: a moça da foto é uma foto aleatória? Não é da professora venezuelana? Se for, quero saber se a tal professora venezuelana leciona para a terceira idade, onde e como eu posso me matricular. Grato.

    • Eu quis dizer que a foto é aleatória para o uso na fake news. Por acaso, a foto é de uma pessoa que já foi conhecida na web por ser vítima de uma (aparentemente falsa) acusação de pedofilia!

  2. Não entendi direito: a moça da foto é uma foto aleatória? Não é da professora venezuelana? Se for, quero saber se a tal professora venezuelana leciona para a terceira idade, onde e como eu posso me matricular. Grato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui