Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Uma mulher deu 185 facadas no homem que estava estuprando a sua filha?

Crimes

Uma mulher deu 185 facadas no homem que estava estuprando a sua filha?

Uma mulher deu 185 facadas no homem que estava estuprando a sua filha?

É verdade que uma mulher matou o marido com 185 facadas depois de flagrá-lo abusando de uma das suas filha?

A notícia surgiu no final da primeira quinzena de março de 2019 em diversos sites e blogs e rapidamente se espalhou também através das redes sociais. De acordo com o texto, uma mulher de 38 anos de idade teria flagrado o marido estuprando uma das filhas dela e o esfaqueou mortalmente!

A reportagem ainda afirma que a autópsia teria revelado que o homem havia levado 185 facadas.

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Fachada da casa onde um mulher teria esfaqueado 185 vezes seu marido! Será verdade? (foto: reprodução/Google Street View)

Verdade ou mentira?

Apesar de alguns sites espalharem a notícia de uma forma bem genérica e sem maiores detalhes, como fez o Plantão 190 por exemplo, a notícia é real!

O caso foi descoberto em Buenos Aires, no dia 09 de março de 2019, quando a polícia encontrou o corpo de Alberto Elvio Naiaretti em sua casa. A necrópsia revelou a incrível quantidade de facadas: 185 perfurações!

Entre em contato com o E-farsas via WhatsApp: (11) 96075-5663

Segundo reportagem do El Litoral:

“Os médicos da Polícia Científica de San Martín informaram ao promotor que a maioria dos golpes eram superficiais, exceto quatro que eram profundos e afetavam o coração e o pulmão esquerdo e que eram a causa da morte.”   

Acusadas do crime, a esposa da vítima, Paola Cordoba (de 38 anos), e a filha mais velha do casal, Paula Milagros Naiaretti (18 anos), foram presas e aguardam julgamento.

Defensores pedem liberdade das mulheres

Parentes, amigos e vizinhos das mulheres presas pelo crime fizeram protestos em frente à delegacia de polícia que está cuidando do caso para pedir a liberdade das duas detidas.

“Foram vinte e um anos do Calvário que minha irmã e minha sobrinha viveram, de tortura. Ela até forçou Paola a se prostituir na Rota 8 … por isso pedimos que sejam libertadas “, disse María, irmã de Paola Córdoba, assegurando que tanto sua irmã quanto sua sobrinha foram vítimas de violência de gênero.

A defesa alega legítima defesa, visto que a família sofria maus tratos do homem há anos.

Conclusão

A notícia afirmando que uma mulher matou o marido com 185 facadas é verdadeira e aconteceu na Argentina!

Continue lendo
1 Comentário

1 Comentário

  1. marcelo freitas

    17 de março de 2019 em 21:13

    porra achava que so no brasil acontecia essas idiotices juridicas mas na argentina isso ocorre essas mulheres deveriam ser heroinas e nao megeras e eu digo o seguinte esse mundo esta gordo obeso diabetico e soropositivo de gente burra pra caralho

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Topo