15.2 C
São Paulo
domingo, agosto 14, 2022

Um juiz mandou soltar o bandido que matou idosa de 106 anos a pauladas?

- Publicidade -

É verdade que Alypio Noleto da Silva, acusado de matar uma mulher de 106 a pauladas, ganhou liberdade condicional após juiz decidir que ele não é perigoso?

A notícia surgiu na segunda semana de dezembro de 2018 em diversos sites e blogs e deixou muita gente indignada! De acordo com o texto amplamente compartilhado, o juiz responsável pelo caso teria afirmado que Alypio é jovem e não pode ficar confinado em uma prisão. Outro argumento que teria sido apresentado pelo juiz é que o rapaz não apresenta qualquer risco à sociedade, portanto, mantê-lo preso seria ir na contramão da lei.

Será que isso é verdade ou mentira?

Alypio Noleto da Silva teria sido solto por “não ser perigoso”! Será verdade? (foto: Reprodução/WhatsApp)

Verdade ou mentira?

No dia 24 de novembro de 2018, Alypio Noleto da Silva confessou o crime de assassinato da idosa Antônia Conceição da Silva – de 106 anos – em um interrogatório que durou mais de 10 horas!

O assassino foi preso e, por lei, poderia permanecer em prisão preventiva somente até o dia 22 de dezembro, mas a Polícia já solicitou à Justiça que ele continue preso até o dia do seu julgamento.

Origem

Essa fake news surgiu em uma rede de sites já conhecida aqui no E-farsas. Lideradas pelo “filho caçula” dessa máfia, o site O Congresso foi um dos primeiros a espalhar essa notícia falsa. Novamente, se aproveitando da indignação dos leitores para disseminar suas fake news.

Para quem não se lembra, esse é o mesmo site que inventou a notícia falsa que afirmava que o segurança do Carrefour que matou um cachorro teria sido espancado por populares em Osasco;

O segurança do Carrefour que matou um cachorro foi espancado por populares em Osasco?

Conclusão

O assassino confesso de uma velinha de 106 anos de idade não foi solto por nenhum juiz e permanece preso como medida preventiva até o dia 22 de dezembro de 2018, mas as autoridades já solicitaram a permanência do sujeito na cadeia até o dia do seu julgamento (ainda sem data marcada).    

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

5 COMENTÁRIOS

  1. FAKE NEWS | Justiça não determinou soltura de suspeito da morte de idosa de 106 anos

    A Justiça do Maranhão não determinou a soltura de Alypio Noleto da Silva, suspeito de ter assassinado uma idosa de 106 anos no município maranhense de Feira Nova do Maranhão, como afirmam relatos divulgados em sites e redes sociais. Segundo informações da comarca de Riachão, de onde Feira Nova do Maranhão é termo judiciário, a Justiça não recebeu e nem deferiu qualquer pedido em relação ao caso, que se encontra ainda na fase de Inquérito Policial. O suspeito está preso na unidade prisional de Balsas.

    Segundo notícia divulgada pelo site G1 Maranhão nesta quarta-feira (12), o delegado Regional Fagno Vieira, responsável pelo caso, informou que a Polícia tem até o dia 22 de dezembro para concluir o inquérito, data em que expira o mandado de prisão contra o suspeito.

    O delegado informou ainda que a Polícia deve solicitar ao Judiciário a decretação da prisão preventiva de Alypio Noleto da Silva.

    Link: http://www.tjma.jus.br/cgj/visualiza/sessao/50/publicacao/423857

    Assessoria de Comunicação
    Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão
    asscom_cgj@tjma.jus.br
    http://www.facebook.com/cgjma

    • Caramba, EXATAMENTE como está na conclusão, só que em outras palavras:
      Conclusão
      O assassino confesso de uma velinha de 106 anos de idade não foi solto por nenhum juiz e permanece preso como medida preventiva até o dia 22 de dezembro de 2018, mas as autoridades já solicitaram a permanência do sujeito na cadeia até o dia do seu julgamento (ainda sem data marcada).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui