Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Viajante do tempo encontrada em um filme do Charlie Chaplin

Cinema / TV

Viajante do tempo encontrada em um filme do Charlie Chaplin

Estranha mulher aparece usando um celular em uma cena do filme O Circo de 1928!

No dia 20 de outubro de 2010, o diretor independente, George Clarke, postou em seu blog um vídeo – de apenas 8 minutos – onde ele apresenta uma cena capturada dos extras do filme O Circo – de Charlie Chaplin.

Segundo o britânico George Clarke, ele mesmo passou 1 ano analisando o vídeo, pois descobriu que no trecho citado há uma coisa intrigante: Uma mulher atravessa de um lado ao outro na tela, aparentemente, usando um aparelho celular! Isso em 1928.

Como é possível?

A teoria do diretor é a de que a tal senhora seria, na verdade, uma viajante do tempo.

Em apenas 5 dias, o vídeo alcançou mais de 300mil visualizações! Isso sem contar com os demais usuários, que copiaram e também postaram o filme no Youtube!

De fato. Analisando rapidamente a cena (não precisamos nem de 1 ano), podemos ver que uma pessoa – trajando uma roupa um tanto estranha – surge na tela com uma das mãos próxima à orelha, dando a impressão de estar ao falando ao celular.

Já mostramos aqui no E-farsas outra pesquisa a respeito de um suposto viajante do tempo e provamos a impossibilidade de viajar para o passado.

A ausência de cores no filme aliada a pouca qualidade (ótima para a época, porém, baixíssima para os dias de hoje!) deixa margem para várias especulações.

O que estaria a tal senhora segurando, afinal?

Vários fóruns, blogs e sites teceram muitas e muitas teorias, porém, junto com cada suposição novas perguntas surgem:

Se fosse realmente um celular (e se fosse uma viajante do futuro!), ela estaria falando com quem? E como? Pois não havia torre de transmissão de ondas de celulares na época.

Sendo do futuro, é de se supor que a estranha senhora deveria estar usando um aparelho de dimensões reduzidas. Isso, é claro, são apenas suposições. Vai que o tal aparelho seja grande assim para que se consigam comunicações inter-tempo-espaço…

Outro detalhe observado em um dos fóruns pesquisados é que o objeto estava sendo segurado pelos dedos envolvendo por completo, “abraçando” o aparelho. Uma forma meio difícil de se falar ao telefone.

O blog do pesquisador Kentaro Mori, o Ceticismo Aberto, e alguns membros do fórum Above Top Secret, sugerem que o tal objeto segurado pelo suposto viajante do tempo pode ser uma corneta, semelhante à mostrada abaixo:

Tal corneta era utilizada para o auxilio na audição e é contemporânea à época das filmagens de O Circo! O site Sicologic mostra uma coleção de imagens e informações sobre o objeto (que era amplamente utilizado na época!).

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

http://www.hearingcenteronline.com/museum.shtml

O site Phisick mostra uma versão muito mais chique do aparelho, que é guardado em uma bolsa de couro de crocodilo e deveria custar muita grana!

Abaixo, podemos ver o o compositor inglês Ralph Vaughan Williams utilizando o acessório:

Gettyimages

Ainda no campo da especulação, alguns membros do fórum Above Top Secret também sugerem que a mulher do filme esteja com uma pequena caixa de música ao ouvido. Outros, simplesmente afirmam que a senhora foi, na verdade, um daqueles andarilhos – que ficam andando a esmo e falando sozinhos pelas ruas.

O que o E-farsas acha?

Todas as hipóteses (descartando-se o da viagem no tempo) são possíveis pra nós. A figurante pode, inclusive, não estar segurando nada. Isso mesmo! O jogo de sombra pode ter criado a impressão de que ela esteja com um objeto na mão. Pode ser que ela esteja apenas com a mão no ouvido.

Mas e o fato dos enormes pés da mulher?

O diretor e criador da hipótese da viagem no tempo disse ter ficado em dúvida se a senhora é mesmo uma mulher ou um homem travestido. O que o deixou em dúvida foram os enormes pés da suposta viajante do tempo. O Ceticismo Aberto rebate essa teoria, dizendo que, na verdade, trata-se de uma distorção causada pelo “alongamento” da imagem para o formato widescreen. Com a correção da proporção, a imagem mostrando a senhora, o cavalo e os demais componentes da cena voltam ao normal!

Atualização – 04/12/2010

No dia 29 de outubro de 2010, Jen Chaney, colunista do jornal Washigton Post, afirma que a mulher que aparece no vídeo estaria, na verdade, segurando um amplificador de bolso. O pequeno aparelho para auxílio auditivo foi patenteado em 1924 pela Siemens, 4 anos antes da estréia do filme e pode ser visto no vídeo abaixo.

 

 

 

Quanto ao fato dela (a viajante do tempo) estar mexendo os lábios enquanto falava ao “celular” pode também ser explicado por mais essa teoria proposta pelo potal Emol. Segundo o post, “…por ser um filme mudo, a mulher poderia estar falando com qualquer pessoa para chamar a atenção, sem atrapalhar o resultado final do produto“.

Nossa pesquisa em vídeo:

 [iframe: width=”590″ height=”366″ src=”http://www.youtube.com/embed/uN7QNXVONfc” frameborder=”0″ allowfullscreen]

Continue lendo
23 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo